Letras de Caetano Veloso

Música Número de comentários
13 de maioNenhum comentário
A bossa nova é fodaNenhum comentário
A cor amarelaNenhum comentário
A filha da Chiquita bacanaNenhum comentário
A grande borboletaNenhum comentário
A hora da estrela de cinemaNenhum comentário
A little more blueNenhum comentário
A luz de TietaNenhum comentário
A mulherNenhum comentário
A outra banda da TerraNenhum comentário
A pequena suburbana (Tom Zé e Caetano Veloso)Nenhum comentário
A rãNenhum comentário
A terceira margem do rio (Milton Nascimento e Caetano Veloso)Nenhum comentário
A tua presença morenaNenhum comentário
A verdadeira baianaNenhum comentário
A vida é ruimNenhum comentário
A voz amadaNenhum comentário
A voz de uma pessoa vitoriosa (Caetano Veloso e Waly Salomão)Nenhum comentário
A voz do mortoNenhum comentário
A voz do vivoNenhum comentário
AbandonoNenhum comentário
AboioNenhum comentário
Acordar pra voce (Caetano Veloso e Belô Velloso)Nenhum comentário
Acrilirico (Rogério Duarte, Caetano Veloso e Rogério Duprat)Nenhum comentário
Adeus, meu Santo AmaroNenhum comentário
Ai de mim, Copacabana (Caetano Veloso e Torquato Neto)Nenhum comentário
Alegria, Alegria88 comentários
AlexandreNenhum comentário
Alguém cantandoNenhum comentário
Amaro a XerémNenhum comentário
Amo-te (mesmo?) muitoNenhum comentário
Amor mais que discretoNenhum comentário
Ângulos (Arrigo Barnabé, Eduardo Gudin e Caetano Veloso)Nenhum comentário
AnunciaçãoNenhum comentário
Aquele frevo Axé (Caetano Veloso e César Mendes)Nenhum comentário
Araçá azulNenhum comentário
Aracaju (Caetano Veloso, Tomás Improta e Vinícius Cantuária)Nenhum comentário
ArgonautasNenhum comentário
ArmandinhoNenhum comentário
As ayabás (Caetano Veloso e Gilberto Gil)Nenhum comentário
As várias pontas de uma estrela (Milton Nascimento e Caetano Veloso)Nenhum comentário
AsaNenhum comentário
Atrás do trio elétricoNenhum comentário
Autotune autoeróticoNenhum comentário
AvarandadoNenhum comentário
Ave MariaNenhum comentário
Axé AxéNenhum comentário
BabyNenhum comentário
Baby doll de nylon (Robertinho do Recife e Caetano VelosoNenhum comentário
Bahia, minha pretaNenhum comentário
Barato modestoNenhum comentário
Base de GuantánamoNenhum comentário
Beira mar (Gilberto Gil e Caetano Veloso)Nenhum comentário
Beleza puraNenhum comentário
Big bang bang (Caetano Veloso e Zé Miguel Wisnik)Nenhum comentário
Boa palavraNenhum comentário
Boas vindasNenhum comentário
Bonina (Caetano Veloso e Capinan)Nenhum comentário
BranquinhaNenhum comentário
Cá-jáNenhum comentário
Cajuina32 comentários
CavaleiroNenhum comentário
Céu de Santo Amaro4 comentários
Chuva, suor e cervejaNenhum comentário
Cinema novoNenhum comentário
Cinema novoNenhum comentário
ClariceNenhum comentário
Coisa Mais Linda1 commentário
Como 2 e 2Nenhum comentário
Coração vagabundoNenhum comentário
De noite na camaNenhum comentário
Debaixo dos Caracois dos Seus Cabelos28 comentários
Desde que o samba é sambaNenhum comentário
Divino maravilhoso (Caetano Veloso e Gilberto Gil)Nenhum comentário
DomingoNenhum comentário
É proibido proibir27 comentários
Eles (Caetano Veloso e Gilberto Gil)Nenhum comentário
EscandaloNenhum comentário
Escapulário (Oswald de Andrade e Caetano Veloso)Nenhum comentário
Eu Sei Que Vou Te Amar13 comentários
Eu te amoNenhum comentário
FelicidadeNenhum comentário
Haiti1 commentário
IreneNenhum comentário
JóiaNenhum comentário
Linha do EquadorNenhum comentário
London, London17 comentários
love, love, loveNenhum comentário
Lua de São JorgeNenhum comentário
Marinheiro só (adptado do cancioneiro popular por Caetano Veloso)Nenhum comentário
Meu primeiro amor (Lejania)Nenhum comentário
Minha mulherNenhum comentário
MuitoNenhum comentário
Nao Enche27 comentários
Não identificadoNenhum comentário
Nenhuma dor (Caetano Veloso e Torquato Neto)Nenhum comentário
No dia em que eu vim me embora (Gilberto Gil e Caetano Veloso)Nenhum comentário
No tabuleiro da baianaNenhum comentário
O Leaozinho33 comentários
Onde andarás (Ferreira Gullar e Caetano Veloso)Nenhum comentário
Onde eu nasci passa um rioNenhum comentário
Paisagem útilNenhum comentário
Podres poderesNenhum comentário
Quando eu penso na BahiaNenhum comentário
Queda d’águaNenhum comentário
QueixaNenhum comentário
Quem me deraNenhum comentário
Rapte-me, camaleoaNenhum comentário
Reconvexo1 commentário
RemelexoNenhum comentário
Samba em pazNenhum comentário
Sampa55 comentários
São João, Xangô meninoNenhum comentário
SaudosismoNenhum comentário
Sei lá, MangueiraNenhum comentário
Sol negroNenhum comentário
Sozinho16 comentários
SuperbacanaNenhum comentário
Tempo de estioNenhum comentário
Terra21 comentários
Torno a repetirNenhum comentário
Tropicália26 comentários
Um comunistaNenhum comentário
Um diaNenhum comentário
Um frevo novoNenhum comentário
Um SonhoNenhum comentário
Voce e Linda24 comentários
Voce nao me ensinou a te esquecer4 comentários