Quem sabe isso quer dizer amor

12 comentários

Milton Nascimento

Cheguei a tempo de te ver acordar
Eu vim correndo à frente do sol
Abri a porta e antes de entrar
Revi a vida inteira

Pensei em tudo que é possível falar
Que sirva apenas para nós dois
Sinais de bem, desejos de cais
Pequenos fragmentos de luz

Falar da cor dos temporais
Do céu azul, das flores de abril
Pensar além do bem e do mal
Lembrar de coisas que ninguém viu
O mundo lá sempre a rodar
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer

Pensei no tempo e era tempo demais
Você olhou sorrindo pra mim
Me acenou um beijo de paz
Virou minha cabeça

Eu simplesmente não consigo parar
Lá fora o dia já clareou
Mas se você quiser transformar
O ribeirão em braço de mar

Você vai ter que encontrar
Aonde nasce a fonte do ser
E perceber meu coração
Bater mais forte só por você
O mundo lá sempre a rodar,
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer


12 comments on “Quem sabe isso quer dizer amor

  1. Thaís disse:

    Sou apaixonada por essa música.Na verdade a conheci através da voz da Roberta Campos.Além de ser uma das minha cantoras favoritas cantando, descubro que a letra é de um dos maiores cantores brasileiros!Entendo quase tudo nela , mas têm partes que eu não consigo digerir completamente, como por eexmplo:”O mundo lá sempre a rodar
    E em cima dele tudo vale
    Quem sabe isso quer dizer amor,
    Estrada de fazer o sonho acontecer”;ou até mesmo”Mas se você quiser transformar
    O ribeirão em braço de mar

    Você vai ter que encontrar
    Aonde nasce a fonte do ser”.Essas são algumas partes.
    Se pudesse me esclarecer.Desde já agradeço.

  2. Glau disse:

    Thaís, a primeira citação, que vc faz, refere-se a todas as oportunidades que devemos buscar para que possamos ser felizes. Tornar nossos sonhos reais só depende de nós mesmos.
    Na segunda citação,”o ribeirão em braço de mar” é o estreitamento da relação, um conhecimento mais profundo do indivíduo. Sua alma.

  3. Fabrício Feijão disse:

    Sérgio Soeiro deveria interpretar essa … suas colocações são fantásticas.

  4. Tatchiii disse:

    Sobre a parte dos “desejos de cais”, eu sempre considerei como sendo as boas vibrações, desejos que “tudo corra bem”, como os daqueles que acenam do cais do porto para os que seguirão viagem.

  5. Pessoal, música a gente sente. Interpretar seria muito racional para a liberdade que a arte dá para nossos sentimentos.

    Eu sinto esta música como um diálogo meu com meu sonho e amor que eu tenho pelos meus sonhos é a estrada que fará este sonho acontecer.

    É um diálogo tão íntimo nessa letra que, eu acredito, que não caiba mais nenhum ser humano além de nós mesmos.
    “Falar da cor dos temporais
    Do céu azul, das flores de abril
    Pensar além do bem e do mal
    Lembrar de coisas que ninguém viu”

    O mundo a sempre a roda e em cima dele tudo cabe, ou seja, tudo pode ser e tudo é, conforme eu penso que seja!

    Sinto assim! Abraço a todos!

  6. Bela Letra e Melodia…. Bela Música…
    Quem sabe isso quer dizer amor…
    A música faz uma referencia sobre as possibilidades e oportunidades que o amor nos oferece. Além de destacar como você poderia viver bem em função do seu amor próprio e das forças positivas. Inspira a todos apaixonados que buscam uma vida repleta de prosperidades.
    Mensagem final: Corra atrás de seus sonhos, Realize-os e seja feliz;)

  7. luciana lima disse:

    quando temos um amor verdadeiro, é lindo poder admirá-lo, mesmo dormindo, e vemos nele a realização do nosso sonho de vida, desde o início até o para sempre.
    quando amamos só quem sente junto o amor, pode entender nosso dialeto.
    falar da vida e seus fenômenos sob a ótica que vimos juntos, o passar dos dias
    Momentos que só os dois passaram juntos, o mundo fora desse cenário, a cena a dois.
    o amor traz paz e enlouquece ao mesmo tempo.
    O amor não consegue se extinguir pelo pensamento, transforma-se em algo maior, encontranto a fonte do ser, a alma. Um coração só bate, realmente, por uma pessoa.

  8. Francisco disse:

    “Desejos de cais” eu entendo como vontade de ter um.porto seguro, ter alguém confiável ao lado, num relacionamento pra valer, onde seja possível estar seguro e tranquilo. Agora “tranformar o ribeirão (ribeirão
    Significado de Ribeirão
    substantivo masculino
    Curso de água maior do que um regato, mas menor que um rio.) em braço de mar”, me parece, embora seja só um palpite, que ele fala pra essa a pessoa pra quem ele está se declarando, que ela quiser/topar tranformar o relacionamento deles em algo maior “…vai ter que encontrar aonde nasce a fonte do ser…” Onde nasce a fonte do ser? Essa eu não faço idéia…

  9. Junior disse:

    Caraca, que sensação maravilhosa essa conção, me perco !

  10. Paulo Sérgio Brandão do Nascimento disse:

    Primeira estrofe: Parece alguém jovem vindo da balada, vindo da noite e que corre pra chegar em casa antes do amanhecer. Quando eu era novo erra assim, sempre corria pra chegar em casa antes do Sol. Alguém jovem que vem da busca dos prazeres da vida, da juventude e de repente encontra um outro alguém antes dele acordar, ou seja alguém também jovem e despertando para a vida, como ele. Então ele abre a porta para este alguém, para amar está pessoa, mas antes de entrar ele rever a vida, ele está amadurecendo e mudando as perspectivas da vida, que se voltam para este outro alguém. As coisas mudam de importância e novos sonhos surgem, na perspectiva do amor entre estes dois seres que se encontram. Segunda Estrofe: Pensa em tudo que sirva para os dois: sonhos em comum, projetos de vida, sinais de bem: esperanças, desejos de cais: sonhos de vida, desejos daqueles que partem (cais) para a vida, sonhos de futuro, coisas belas como fragmentos de luz. Terceira estrofe: Compartilhar a vida com o outro, falando das dores e sofrimentos (temporais) , das alegrias e realizações ( Céu Azul) , dos renascimentos e da beleza (simbolizado na primavera: flores de abril). Pensar com profundidade de espírito além do bem e do mal, lembra das coisa mais profundas que estão além das aparências das coisa e que por isto “ninguém viu”. E a vida acontece: O mundo sempre a rodar e nele, na vida, ” tudo vale”. E tudo isto afinal é Amor. E o amor é o valor maior, o caminho (estrada) para realizar os sonhos, de quem ama!!! Quarta Estrofe: A vida passou para os dois: “era tempo demais”. Mas o amor prosseguiu( sorriu para mim) amor maduro( um beijo de paz) que mudou ele, mudou seu caminho(virou a cabeça). Quinta Estrofe: Não consegue parar: de amar, de viver de seguir a vida (o dia já clareou) com tudo que ela traz. Mas se você que transformar as pequenas coisas (ribeirão) em grandes coisas( braço de mar), coisas valiosas, o que você deve fazer? Resposta na última estrofe. Estrofe final: ” Você tem que ir na fonte do ser, ou seja: você vai ter quer perceber a grandiosidade das pequenas coisas, o valor oculto nas coisas simples, como dizia Exupery: “O essencial é invisível aos olhos” e perceber o amor dele( o coração bater forte só por ela). E a vida prossegue e tudo vale e isto tudo é Amor e o amor é o caminho para realizar os sonhos da vida acontecerem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.