Na sua estante

Te vejo errando e isso não é pecado
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar

Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar ao menos mande notícia
Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar
Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante
Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
E essa abstinência uma hora vai passar…

0 comentário sobre “Na sua estante

  • Fala de que a pessoa aceitou a outra do jeito que ela era, do jeito que ela agia, mas que essa outra pessoa foi saindo aos poucos da vida dela. Ela se preucupa tanto que pede que dê noticias se nao conseguir voltar e afirma que aproveita cada segundo antes que isso aconteça.
    O refrão mostra que ela estava o tempo todo ajudando e só a outra pessoa não viu e que nao a procure.
    Agora ela se cansou de ser feita de boba e diz que agora está preparada para o que der e vier.
    Finalizando, ela cansou de chorar e se magoar e que não quer mais isso para ela!

    18
    1
    • RaidomaruVanBlood disse:

      O clipe mostra um homem de lata, que é uma intertextualidade com a obra Alice no País da maravilhas, mas tudo indica que ao nos deparar com um amor não reciproco acabamos morrendo, no caso, “arrancando nosso coração”.
      A letra diz “…eu não ficaria bem na sua estante…”, tem relação que não somos material para ser exposto ou reciclado, assim como ocorreu com o robô.
      Também há um trecho que diz “…eu vesti minha armadura…”, simboliza a força que o personagem da musica fará para não cair no erro de se apaixonar novamente, e também o refrão “…E nem vir me procurar, em outros timbres, outros risos, eu estava aqui o tempo todo, só você não viu…” mostra uma frieza, assim sendo representada figurativamente pelo homem de lata, fazendo paralelo com a literatura inglesa Alice…, onde o homem de lata que um coração, para aprender a sentir.

      22
        • Flávia disse:

          Também se relaciona com a frase “Só por hoje”, muito utilizada no AA e NA (Alcoólicos Anônimos e Narcóticos Anônimos), como se o ser amando lhe causasse uma dependência, que no caso é a dependência emocional.

          11
    • Acredito que a música, na verdade, seja sobre depressão e suicídio.
      Ela na posição de uma pessoa com depressão falando com uma amiga como despedida, ou conversando consigo mesma.

      “Te vejo errando e isso não é pecado
      Exceto quando faz outra pessoa sangrar” (significa: tudo bem cometer erros, não precisa ficar sofrendo por isso. Apenas não se corte)

      “Te vejo sonhando e isso dá medo
      Perdido num mundo que não dá pra entrar” (fantasiar com a ideia de um mundo melhor sem a existência dela. E Pessoas com depressão, geralmente, são fechadas para conversar)

      Cê acha que eu sou louca
      Mas tudo vai se encaixar (tudo vai se encaixar, como se ela fosse resolver o problema da “loucura” sumindo”
      Tô aproveitando cada segundo
      Antes que isso aqui vire uma tragédia (a tragédia seria o fim da vida)

      E não adianta nem me procurar
      Em outros timbres, outros risos
      Eu estava aqui o tempo todo
      Só você não viu (Ela morreu, e ninguém será como ela, ela não estará mais em algum lugar, só acabou. Seria ela falando a si mesma que ela não enxerga seu próprio valor)

      Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
      E essa abstinência uma hora vai passar… (apesar de cortar os braços e as feridas cicatrizarem, as feridas que ela refere são as emocionais que não se curam. A Abstinência seria a falta da vida)

      O homem de lata (da obra o mágico de Oz) é uma alusão a alguém que caminha em direção a vida, a ter um coração, a amar. assim como na canção, a moça se convencendo a não se matar

      Acho que a moça do clipe é uma metáfora para a Vida, ou a Felicidade que, para o personagem, sempre o esqueceu, deixou de lado. Como se a vida tivesse ignorado ele ou a Felicidade não quisesse vê-lo.

      Ele tinha uma obsessão por estar com ela, de senti-la, mas ela sempre parecia estar mais favorável a outra pessoa

      E o clipe tem essa intenção de ser confuso e ambíguo pois por mais que tentemos compreender os motivos de um suicídio ou uma depressão, nunca saberemos o real motivo e tentaremos atribuir outros significados como amores não correspondidos, drogas e solidão, que não são tanto a causa, mas consequência de uma mente que sofre

      9
      8
    • Vinícius disse:

      Creio eu que o robô passava por uma coisa assim ele viveu a vida inteira se dedicando e amando a moça mas quando ele não teve coragem de dizer isso a ela eles ficaram apenas como amigos e ela começa a gostar do outra cara do clipe e “não adianta nem ela procurar o robô” então ele não aguentou e começa a virar alcoolatrá (o olho na mão e depois ele cansado) e se mata e quando ela “terminar” com o outro não adianta nem ela procurar ele para talvez namorar com ele pois ele sempre gostou dela e foi desprezado ele está cansado de ser feito de trouxa e ser um objeto que ela usa pra esquecer os outros e depois joga fora no fim do clipe ele se mata. Pra mim o colar de coração batendo no fim mostra que nem a morte fez ele esquecer ela.

  • Natalia disse:

    Essa música fala de alguém q mudou, mudou seu jeito de ser, está se afastando…
    “Você está saindo da minha vida” E esse alguém está perdido, confuso com a mudança, não sabe direito o que quer… “Perdido num mundo que não dá pra entrar”

    Ela tenta mostrar a esse alguém oq ele está fazendo, como está se distanciando, mas “ele” não percebe.
    ” Cê acha que eu sou louca, Mas tudo vai se encaixar”

    E como a pessoa está confusa, não se prende e nem se afasta totalmente dela…
    “Você tá sempre indo e vindo, tudo bem”

    Quer deixa-la guardada “na estante” pra quando “ele” precisar,te-la por perto.

    Mas ela não quer mais isso, quer ser forte, se proteger dessas idas e vindas ” Dessa vez eu já vesti minha armadura. E mesmo que nada funcione. Eu estarei de pé, de queixo erguido.”

    Então resolve se afastar, promete isso a si mesmo, mesmo sabendo que a promessa vai durar SÓ POR UM DIA… nem que seja só por um dia, fingir que ele não existe, não saber nada sobre ele.
    Esperando que algum dia esse sentimento passe..

    Só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar…

    É isso que eu sinto quando escuto essa música!!!

    31
  • Caticoco disse:

    Apenas para completar, o uso da expressão “só por hoje” é uma clara alusão à dependência, no caso, da personagem da música em relação ao outro. “Just for today” é o lema dos depdendentes que procuram os narcóticos ou alcooliccos anônimos. Corrobora essa afirmação o uso do termo “abstinência” no fim da música.
    Essa musica de fato é bem significativa.
    🙂

    • Eduardo disse:

      Perfeita sua análise. Ela coloca termos relacionados a dependência, obsseção e compulsão já a muito usado por NA e AA

  • tjbuenf disse:

    1a estrofes estrofe:

    parece ela falando com uma pessoa que está indo seguir algum caminho errado

    2a estrofe:

    pela pessoa estar indo seguir este caminho, a pessoa sairá da vida dela. Porém, ela diz querer aproveitar os momentos enquanto isso.
    o caminho que a pessoa está indo seguir parece dificil de se voltar, algo como se muitos não conseguissem fazer…

    3a e 4a estrofes (iguais) e 5a estrofe:

    ela parece querer dizer que se ele voltar nao será a mesma coisa… ela parece magoada ao falar ” Eu estava aqui o tempo todo / Só voce não viu”.. ela parece magoada com a partida da pessoa, tanto que na 5a estrofe ela fala que já vestiu uma armadura, para que se ele voltar, ela nao se ‘renda’ novamente a ele, por até mesmo estar ‘viciada’ nele, tanto que no final “Só por hoje…”, o que demonstra esse ‘vício’ dela

    RESUMINDO: ela parece está falando com uma pessoa que irá sair da vida dela pra seguir outro rumo, ela gosta demais da pessoa e se sentiu magoada por isso. Caso a pessoa volte, ela resistirá e não se entregará novamente para se magoar outra vez.

    ps. o blog poderia evoluir para um site com recursos de comentários e destaque de texto. seria maior sucesso

  • Andressa disse:

    Esta é melhor música de Pitty …
    fala de um relacionamento que começou bem,mas que aos poucos aa outra pessoa foi mudando seu jeito de ser,não dando valor a ela,que se vê dependente desse relacionamento,mas que uma hora resolve revidar não vai mudar para agradar ninguém,não quer ser só mais uma entre outras tantas,mostra que é unica e por mais que a outra pessoa procure não vai encontrar ninguém igual a ela.de fato,ainda rola um sentimento,mas ela esta decidida a esquecer…
    “Só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar…”

    2
    1
  • O clip que tem o homem de lata , que busca um coração , no filme magico de oz ..é o sem coração do cara que no caso é o dignissimo que não a valorizou.

  • Jéssica disse:

    Eu vejo esta música com um amor não correspondido, ou não assumido. De uma moça que era “louca” pelo cara, mas ele nunca quis algo sério, só queria ela quando lhe era conveniente.

    Isto fica bem evidente nos versos “Depois você me vê vermelha e acha graça, mas eu não ficaria bem na sua estante”. Eu vejo “na sua estante” no sentido de uma foto dos dois na estante, foto que só colocamos quando temos um relacionamento. Portanto o verso dá a entender que quando eles estão juntos é tudo a mil maravilhas, mas ela não é tão boa o suficiente para ter uma foto na estante dele, ou seja, ter uma relacionamento, assumir alguma coisa.

    Vejo que no decorrer da música, a moça se mostra cansada de ficar à merce das idas e vindas dele, ser sempre segunda opção. Então ela resolve começar a se valorizar e a ficar ciente que ele não vai achar outra igual ela, que combine com ele como ela, que ela estava ali para ele, mas ele não se tocou “e não adianta nem me procurar, em outros timbres, outros risos, eu estava aqui o tempo todo, só você não viu.”

    Então ela vai dia-a-dia se policiando para não sofrer mais por ele, já que isto não adiantava em nada.E ela no último verso mostra que uma hora ou outra, ela vai esquecê-lo.

    5
    1
  • Um mulher traída, falando que estão terminando e que provavelmente não haverá volta. Ela aproveita cada segundo, antes que tudo acabe. E não adianta procurá-la, pois já que ela estava ali e ele não a quis, ele nunca mais a verá.
    Eles terminavam e voltavam, mas agora ela terinará de vez, ficará de pé, de queixo erguido, sem pensar em voltar.
    No final, parece indecisa..não sabe se cumprirá sua palavra… faz como os alcolatras anonimos.. “só por hj”…e “essa abstinência uma hora vai passar”..ela á “viciada” nele, e por isso não consegue terminar e não voltar…

  • caroline disse:

    Eu acho que a letra fala sobre uma garota que tem um amor platonico
    “eu estava aqui o tempo todo só vc nao viu”
    O seu amor é uma pessoa muito dificil
    que erra e faz os outros sangrarem.
    Parece alguem distante tambem que vive “perdido num mundo que nao da pra entrar”
    Acho tambem que ele nao acha que ele é boa o suficiente pra ele.Tipo só mais uma na coleçao dele.
    Talvez ele até goste dela mas mesmo assim a procura em outros timbres e outros risos.
    Ele esta indo embora e ela aproveita cada segundo antes que ele vá, que seria uma tragedia.
    È claro que ela esta viciada nele e até tem consciencia disso e resolve esquecer ele.
    Mas talvez sejam palavras vazias e ela só vai esquecer dele por um dia.
    Esperando que a abstinencia dele finalmente passe.

  • Marcus Salles disse:

    Vejo Na Sua Estante como o retrato dum relacionamento desgastado onde ela ainda sente, enquanto ele tem se fechado em seu próprio mundo, tomando decisões e ações sem muita preocupação com a pessoa que está ao seu lado.
    No fim das contas, cansada desse ‘abandono’, de cumprir esse papel de enfeite ou alegoria em sua vida, ela opta por libertar-se e lhe dizer que quando perceber que foi embora, terá sido tarde demais.

    • Gilnair disse:

      Não vejo essa música como um relacionamento amoroso entre homem é mulher, mas um relacionamento de dependência ideológica de um sistema de organização social.

  • kamille muniz disse:

    ” Te vejo errando e isso não é pecado
    Exceto quando faz outra pessoa sangrar”:ela ver que ele está errando tenta alerta-lo pq ele não pode pensar só em si as atitudes que ele toma afetam ela tambem por ama-lo e se preocupar com o que acontece com ele…
    “Te vejo sonhando e isso dá medo
    Perdido num mundo que não dá pra entrar”:ele a exclui dos planos dele
    “Você está saindo da minha vida
    E parece que vai demorar
    Se não souber voltar ao menos mande notícia cê acha que eusou louca mas tudovai se encaixar “:
    ele ta se afastando… mas vai demorar pra ela deixar de gostar dele e ela tenta avisar a ele mas ele diz que é besteira como se ela fosse meio neurotica(tipico dos homens)
    “Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia”:ela tenta aproveitar os momentos com ele antes que o relacionamento acabe…
    “E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu”:depois que ele perder ela ele vai dar valor… e não vai coonseguir encontrar ninguem como ela vai tentar encontra-la em outras mas ela é unica…
    “Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
    Dessa vez eu já vesti minha armadura”:ele é muito indeciso sempre nesse vaie volta e ela tenta resistir…
    “E mesmo que nada funcione
    Eu estarei de pé, de queixo erguido”:o orgulho dela não vai deixar ela se humilhar pra ele… pq ela agora quer mudança e queresquece-lo…
    “Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante”: ele ainda meche com ele e sabe disso… e ela sabe que ele sabe por isso deixa claro que mesmo que elao ame não vai voltar atras…
    “Só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar…”: um dia de cada vez ela usa pra esquece-lo ela cansou desse relacionamento e do descaso dele uma hora ela vai superar…

  • na minha opiniao fala: Eles sao namorados mas ele nao liga pra ela Pq ele esta viciado numa droga! Ela tenta alerta-lo mas esse mundo o faz cego!

  • Rafael de Freitas disse:

    Poucas pessoas sabem, mas a cantora Pitty é uma pessoa que trava assim como muitos inclusive eu, uma guerra todos os dias contra a dependencia quimica. Fica claro nesta musica, que ela quis passar uma mensagem tanto para pessoas que não são adictas, tanto para as que são, pois a musica inteira esta nos dois sentidos se prestar bem atenção. Isto fica claro nos versos, em que ela diz “só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam. E essa abstinência uma hora vai passar…”. Só por hoje, é uma termo usado pela NA. Só por hoje por que? Por pra sempre é muito tempo, entao todos os dias em que acordamos limpos, dizemos: “só por hoje, não irei usar mais, so por hoje…”

    Fica a minha interpretação inedita por aqui.

    “Só por hoje ninguem pode nos roubar o direito de ser feliz”

  • Esta música fala de um amor que um dia cansou, pois a verdade é que na vida tudo um dia cansa, por mais que a pessoa ame a outra mas tem que primeiramente amar a si propria.

  • Caio Oliveira disse:

    No Clipe você já percebe quase todo o contexto da música! O Clipe do robozinho apaixonado por aquela moça. E ela relaciona o relacionamento dela tão impossível quanto o de um robô com uma humana!
    Simples, nada a ver com drogas, a dose em questão, é o encontro dos dois, que nunca acabam bem…

  • Jefeson pacheco disse:

    Concordo com o rafael de freitas a pity é uma ex usuária ou uma pessoa que lutra contra o uso de drogas e a frase pra qualquer vicio é: só por hoje, pq se a cada dia ele não usar só por hoje ele não mais vai usar
    . E eu vi ela no altas horas e quando cantou essa musica ela disse que isso falava de uma hisória recente da vida dela, e o serginho tocou no hombro dela com cara de afeto de força.
    e ela é casada ou namora a muito tempo e se não me engano o cara é da banda, e se ela falasse tão claro que era as drogas não seria pity seria algum rap ai.
    Ou talvez isso seja uma menssagem só pra usuários ou ex usuários, ou seja pro meio!!!
    Com certeza fala sobre drogas, quem acha que não vai no AA ou no NA que vai ter certeza ai.
    flw

    2
    1
  • Essa música não fala sobre vício em drogas, mas sim de vício em uma certa pessoa. É claramente uma música sobre relacionamento desgastado como já disseram. O trecho “só por hoje não vou tomar minha dose de você” é usado justamente para remeter aos grupos AA ou NA, para fazer relação ao vício pelas drogas, porque o vício em pessoas tem as mesmas agonias e é tão difícil de se superar quanto um vício em drogas, é uma equiparação.

  • Gabriella disse:

    Obviamente essa música não fala de uma dependencia quimica, e sim de uma dependencia amorosa. Mesmo sabendo que a pessoa lhe faz mal ele não consegue deixar de lado. E quando ela cita abstinencia, é justamente a necessidade de se conter, ao desejo de estar com essa pessoa

    • Chicão Fidideus disse:

      Os adictos têm como uma das suas maiores características a dificuldade de lhe dar com a emoção. Penso que existe uma ideia figurativa na canção, remetendo sim à dependência química.

      1
      1
  • Na minha opinião ela fala sobre um amor, uma pessoa que ela amava, que estava se envolvendo com algo errado,e ela tentou o alertar sobre isso,mais ele não dava valor no amor ela sentia por ele, então um certo dia ela resolveu desistir dele. Pra mim essa abstinência que ela fala é sobre a vontade de estar com o rapaz. Essa musica é perfeita e conta a minha historia(Choro toda vez que escuto essa musica!!)

  • Lydianne C. disse:

    Esta música expressa um amor que onde a moça vê seu amado a fazer coisas erradas e o tenta avisar destes perigos, que ele está mudando e que não liga para sua opinião, que para ela ele se tornou inacessível a conversas.
    No trecho “Você está saindo da minha vida
    E parece que vai demorar
    Se não souber voltar ao menos mande notícia
    Cê acha que eu sou louca
    Mas tudo vai se encaixar
    Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia”
    Ela conta da dor em vê-lo sair da sua vida e que estaria disposta a a faze-lo não ir , mas não adianta ele não a escuta, mas ela sabe que um dia ele se arrependerá. Mas já sera tarde.
    Apartir do refrão ela demostra que quer se curar deste amor, não quer mais sofrer por ele e que não adianta ele a procurar, ela estava o tempo todo do seu lado e ele não deu valor.
    A ultima estrofe uma de minhas preferidas, demostra que ela ainda o ama muito mas que não aguenta mais sofrer e chorar pois sabe que não dará certo. Um amor profundo, uma parte dela e quem sem ele ela sofre uma abstinência (uma falta enorme), que no fim ela espera que passe.
    Quem passou por isso sempre chora ao ouvi-la, eu também choro!
    Bem espero que tenham entendido, Abraços!

  • Galera, beber não é ser dependente!
    Não interpretem a letra apenas pela ultima estrofe, que na verdade se trata apenas de uma metáfora para intensificar ainda mais a dificuldade e dor que ela tem em largar a outra pessoa.

    • Eduardo disse:

      O uso de qquer substância q altere a mente ou humor a nível de lucidez, é que por algum momento na vida do indivíduo lhe causou qquer tipo de problema ( falta ao trabalho, escola, compromissos, briga, agressividade, importuniedade a outros…etc) e o mesmo continue a consumir, ainda que “moderadamente”, considera-se com dependência sim!

  • EM SUMA, É UMA MÚSICA ONDE O EULIRICO DECIDE TERMINAR SEU RELACIONAMENTO MESMO AINDA AMANDO PROFUNDAMENTE O OUTRO.

    Te vejo errando e isso não é pecado (ELA VÊ SEU AMADO ERRAR E OK, ISSO É HUMANO)
    Exceto quando faz outra pessoa sangrar (EXCETO QUANDO MACHUCA O OUTRO)
    Te vejo sonhando e isso dá medo
    Perdido num mundo que não dá pra entrar (ELA TEME OS DESEJOS E PENSAMENTOS DO AMADO, POIS SE TRATA DE UM MUNDO QUE ELA NÃO CONHECE, NÃO PARTICIPA)

    Você está saindo da minha vida (ELA DECIDE ACABAR)
    E parece que vai demorar (E NEM PENSA EM VOLTAR)
    Se não souber voltar ao menos mande notícia (ELA ESPERA QUE MESMO ACABANDO O AMADO PERMANEÇA PRÓXIMO, QUE DÊ SINAL DE VIDA, ELA AINDA AMA E SENTE QUE PRECISA TER SEMPRE NOTICIAS DELE)
    Cê acha que eu sou louca
    Mas tudo vai se encaixar (ELE PENSA QUE TERMINAR NAO FAZ SENTIDO, DISCORDA DELA, MAS ELA SE MANTEM FIRME E DIZ QUE TD VAI SE ENCAIXAR, QUE ELE VAI ENTENDER)
    Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia

    E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu (ELA DIZ QUE O AMADO NUNCA A NOTOU DEVIDAMENTE E Q N ADIANTA BUSCÁ-LA EM OUTRAS PESSOAS)

    E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu

    Você tá sempre indo e vindo, tudo bem (O AMADO INDECISO SOBRE O QUE QUER)
    Dessa vez eu já vesti minha armadura (ELA TA ACOSTUMADA E SE PROTEGE PARA N SE MACHUCAR)
    E mesmo que nada funcione
    Eu estarei de pé, de queixo erguido (MESMO QUE A ARMADURA QUEBRE E LA SE MACHUQUE, MESMO QUE ACABAR O RELACIONAMENTO SEJA DEMAIS PARA ELA, ELA VAI PERMANECER FIRME, DE PÉ, N VAI TER RECAIDAS)
    Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante (NÃO SEI O QUE QUER DIZER VERMELHA, MAS O NA SUA ESTANTE É OBVIO, ELA DIZ QUE ELE GOSTA DE TE-LA COMO OBJETO NUMA ESTANTE, ALGO QUE ELE POSSUI MAS SEQUER DA ATENÇÃO OU VALOR, O IMPORTANTE É TER E ENFEITAR)

    Só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar… (ESSA ESTROFE É UMA METAFORA QUE MOSTRA E INTENSIFICA ADOR E DIFICULDADE QUE ELA SENTE EM TERMINAR COM SEU AMADO, NO ENTANTO, ELA NAO VAI MUDAR DE IDEIA, ESTA CANSADA, E SABE QUE MESMO SENDO VICIADA NELE, DEPENDENTE DO AMOR DELE, SE ELA SE ABSTER UMA HORA ESSE VICIO ACABA E ELE VAI SARAR).

  • Pokerface disse:

    Há uso incorreto da palavra abstinência na letra. O contexto sugere que a intenção de Pitty foi a referência a uma dependência, mas a abstinência ou abstenção, semanticamente, se refere exatamente à privação de um hábito ou vício. Se “essa abstinência” passar, significa que o eu-lírico retomará o hábito ou vício negativo.

  • essa musik fala sobre um amor platonico,ele a ama muito,mais ela ñ ve.e ele faz d tudo pra ela notar ele.mais ñ consegue,e seu coração se despedaça.ele tira o coração,e morre d tanta dor q o amor lhe causou. ESSA MUSICA TA SE PASSOU NA MINHA VIDA,TENHO UM AMOR PLATONICO.

  • Eu acredito que a musica nao fala de uma mulher apaixonada mas sim de um homem apaixonado. Ele tenta de todas as formas ser notado pela moça mas ela esta fechada em seu mundo. Ela faz coisas erradas e machuca ele. Ela se distancia dele que prevê que ela ira deixa-lo ” to aproveitando cada minuto antes que isso aqui vire uma tragedia” . E ele vendo que nao tem jeito de prosseguir resolve terminar pois ele sabe que mais tarde ela ira seguir seu caminho sozinha” vc acha que sou bobo mas td vai se encaixar. Diante dessa situacao ele termina a relacao mas sua abstenencia por ela eh muito forte e sofre com isso. Ele esta decidido a nao voltar atras. ” dessa vez eu ja vesti minha armadura” . Na verdade o personagem eh um homem.

  • Felipe Souza de Faria disse:

    Esta musica se encaixa no meu perfil , pois estou saindo de casamento na qual minha esposa nao encherga as coisas que eu faço, que resultou ao fim

  • Simara Almeida disse:

    Essa canção retrata uma grande história de amor.
    1- nem todo erro é um pecado, só se torna pecado quando machuca alguém. e o distanciamento entre as pessoas provoca uma espécie de desconhecimento, onde você se sente incapaz de se incluir no contexto da pessoa como antes.(Te vejo errando e isso não é pecado
    Exceto quando faz outra pessoa sangrar
    Te vejo sonhando e isso dá medo
    Perdido num mundo que não dá pra entrar)

    2- A pessoa amada por algum motivo vai embora sem data para voltar, então aguardamos notícias desse amor como a água que precisamos para viver. depois que ela se vai tudo é uma tragédia, tanto pra quem ficou como para quem se foi.(Você está saindo da minha vida
    E parece que vai demorar
    Se não souber voltar ao menos mande notícia
    Cê acha que eu sou louca
    Mas tudo vai se encaixar
    Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia)

    3- Adivertimos que a pessoa jamais encontra-rá alguém igual, para poder substituir, e que a pessoa senti-rá falta.(E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu)

    4- a pessoa amada pra aumentar o sofrimento fica indo e voltando, mas registimos como soldados preparados para a guerra. embora a vontade de se entregar ao amor seja grande, a dor causada pela pessoa fala mais alto nesse momento.(Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
    Dessa vez eu já vesti minha armadura
    E mesmo que nada funcione
    Eu estarei de pé, de queixo erguido
    Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante)

    5- A luta no amor é diária, e a pessoa amada chega a ser como um vício para quem ama, onde se luta por conta da abstinência. A esperança é que um dia tudo isso chegue ao fim. S2 S2 S2

  • Galera, creio que a música fala de um cara apaixonado por uma garota e essa paixão não é correspondida, ele a vê se distanciando,entrando em outro mundo, ou seja, se envolvendo com outra pessoa. No refrão creio que ele se revolta, por estar, de certa forma, em uma prateleira, em uma estante a disposição dela. E dai em diante ele diz que agora se ergueu e esta tentando superar o fato de ter ficado a disposição dela, porém ele acaba vendo que não consegue sair dessa estante, e no fim da música ele crer esperançoso que um dia possa sair de vez.

  • Betina Toledo disse:

    Eu interpreto da seguinte forma. Independente do sexo, uma pessoa se vai deixando a outra. Mas há um constante arrependimento dessa pessoa que vai e ela volta sempre pra outra. Só que essa atitude de ir e vir machuca a pessoa que fica. Então essa pessoa que fica é relacionada a um objeto em uma estante, pois ela está sempre a disposição daquela que não dá valor a ela.

  • Ramoous disse:

    Minha opiniāo:ė sobre uma garota que já ta farta de dar amor e nao receber a quantidade certa! Ela dava o seu amor e ele embrulhava i atirava para o lixo como uma folha inútil de papel… Mas ela se cansou de viver nessa angustia porque ele nao demonstrava o que realmente sentia fazendo ela ficar tão confusa quanto ele, ii decidiu por de fora esse amor que a põe tão deprimida, ela decidiu por um basta nessa situação!!!

  • Hervelin disse:

    A minha interpretação é a seguinte..

    esse clipe lembra a obra O MAGICO DE OZ que ele o homem de lata queria ter um coração e ela é a Dorothy que ele amou ela mais ela não quis nada com ele então ele percebe que aquilo (o coração) não serve pra nada é confirmado que é ela por causa dos seus sapatos vermelhos que é a unica coisa que tem cor no clipe. Então ele resolve se entregar e então vira uma bicicleta que ela vai andar. Então ele pensa que essa será a unica forma que ele vai servir pra ela.

  • katia monteiro disse:

    Errar não é pecado exceto se for de propósito sabendo que fará outra pessoa sangrar, perdido num mundo que não dá pra entrar, se trata da personalidade dessa pessoa que não a deixa entrar ou conviver em paz, aproveitando cada segundo, pq ela sabe que ele vai embora de novo e como ela gosta dele mesmo diante do drama procurará aproveitar cada segundo de sua presença, a parte principal é, EU NÃO FICARIA BEM NA SUA ESTANTE, OU SEJA A RAÍZ DO PROBLEMA É QUE ELE A TRATA COMO MULHER OBJETO, isso é o que costumamos colocar em cima de uma estante…até então ela tem aceitado essa situação mas percebe que não por muito tempo, pois ela diz que ele vai procurar por ela em outros risos e não encontrará e que dessa vez ela vestiu a armadura, está mais preparada para ele sair de sua vida novamente e que ela estará de pé nesse momento.

  • Essa música reflete exatamente o que eu to passando nesse momento: Gosto de um cara,cheguei a namorar com ele,só que terminamos,decidimos dar um tempo e ver como que fica a situação,mas ele só me usa,já tentei várias vezes terminar,mas nunca consigo,até que 4 dias atrás coloquei com ponto final nessa história,só que parece que vai demorar…(8),a sensação de perda é muito grande,sei isso vai ser o melhor pra mim,não adianta ficar com um cara que aparentemente não dá a mínima pra mim,vontade de falar com ele no facebook,mandar uma msg de texto,mas procurar pra se decepcionar novamente é melhor ficar só 🙁

  • Isabela de Oliveira disse:

    Pitty ty amuu mtoo, amo todas as suas muscas e tbm axo vc mtooooooooo lliinnda nao só vc mais tbm seu estilo…. Amo todass suas musicass principalmente Teto de Vidro e Na Sua Estante….
    e se eu for escrever tudo que eu sinto por nao ira sobrar mais espaço…. mais a unica coiisa que eu posoo dizer éh TY AMUUU …

  • edgar alberto da silva disse:

    Quem realmente é entende tudo dessa letra na minha mente está muito claro mas explicar aqui quebrará princípios mas tem alguns que chegaram bem perto…

  • Jovenilso disse:

    Além da interpretações já citadas, penso q a musica tbm fala de suicídio.
    “Exceto quando faz outra pessoa sangrar”
    O Eu-Lirico chega a cortar os próprios pulsos por não conseguir superar a distancia da pssoa amada.

    Em varios trechos essa ideia fica sub-entendida.
    “Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante”
    ‘Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia”

    No fim da música a personagem conclui q não ficaria bem sendo somente uma lembrança: “Mas eu não ficaria bem na sua estante”

  • Acho que quem “fala” na música é o homem! isso fica mais claro ainda pra mim, quando vi o clip!

    Te vejo errando e isso não é pecado
    Exceto quando faz outra pessoa sangrar (ele vê ela com outro homem, isso não é pecado, mas ele se machuca com essa situação)
    Te vejo sonhando e isso dá medo
    Perdido num mundo que não dá pra entrar (ele vê ela fazendo planos com outra pessoa, e fica perdido no mundo dela, correndo atras, mas sem conseguir entrar em sua vida)

    Você está saindo da minha vida
    E parece que vai demorar
    Se não souber voltar ao menos mande notícia
    Cê acha que eu sou louca
    Mas tudo vai se encaixar
    Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia
    (ela está indo embora com outro homem, pede pra mandar noticias pois se importa com ela, ela acha q ele é louco por ter esperança de um dia ficarem juntos- se encaixar-, ele aproveita a presença dela, enquanto ela está por perto)

    E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu
    (e não adianta, só ele poderia dar o melhor pra ela. ele sempre esteve afim, mas ela nunca deu valor)

    Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
    Dessa vez eu já vesti minha armadura
    E mesmo que nada funcione
    Eu estarei de pé, de queixo erguido
    Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante
    Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia
    (ela tá sempre com alguem, mas nunca ele. ele já se acostumou com essa situação, e se conforma em esperar sua vez. vermelho de vergonha? seria ele timido d+ pra se aproximar?)

    Só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar…
    (ele por fim se conforma, e cansa de esperar por ela)

    uma forma de entender a música..haha’

  • Gabriel disse:

    Ao lermos a letra inteira, vemos que a música fala de relacionamento. Mas vamos aos poucos.

    “Te vejo errando e isso não é pecado
    Exceto quando faz outra pessoa sangrar”

    O “eu” quem fala afirma para um “alguém” que errar é inerente a todos, mas o problema é quando isso fere o outro (provavelmente este outro é o próprio “eu” quem fala).

    “Te vejo sonhando e isso dá medo
    Perdido num mundo que não dá pra entrar”

    Aqui temos algo interessante. Primeiro, a letra. Ao analisarmos toda a letra da música, podemos imbuir que este sonho do outro, nada mais é que o modo de vista dele, ou para o relacionamento, ou para com o mundo. O “eu” discorda deste ponto de vista (a palavra disfórica “perdido” reforça a tese disto). Deixando um pouco de lado a análise fria, o modo como são colocados os versos, podemos arriscar que o “eu” acusa o outro de estar vivendo uma realidade utópica.
    O ponto interessante fica para a referência que podemos linkar com as obras ‘Alice no Pais das Maravilhas’ e o ‘Mágico de OZ’ (como na referência do clipe, algo que não gosto de comparar em conjunto), sobre estar perdido em sonhos.

    “Você está saindo da minha vida
    E parece que vai demorar”

    O “eu” revela algo que prevê. A saída do outro de sua vida, ou o fim do relacionamento.

    “Se não souber voltar ao menos mande notícia
    Cê acha que eu sou louca
    Mas tudo vai se encaixar”

    O “eu” pede que, pelo menos, que mantenham um mínimo de contato. E aqui podemos entender que o outro não acredita na previsão do “eu” (“cê acha que sou louca”), que por sua vez fala que tudo fará sentido no futuro (“tudo vai se encaixar”).

    “Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia”

    Aqui temos a decisão do “eu” de experenciar ao máximo o relacionamento, antes que ele propriamente termine (“vire uma tragédia”).

    “E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu

    E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu”

    O refrão. O “eu”, como uma auto-afirmação, defende sua singularidade (afinal, somos seres únicos, certo?), que o outro não encontrará em outros. O “eu” antecipa o outro com quem fala, alertando que o amor agora não correspondido não poderá ser encontrado mais depois em outro lugar. Não como aquele.

    “Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
    Dessa vez eu já vesti minha armadura
    E mesmo que nada funcione
    Eu estarei de pé, de queixo erguido
    Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante”

    Ah, o mais interessante dos estrofes. O “eu” revela que isto (o fim do relacionamento) já aconteceu algumas vezes antes (“Você tá sempre indo e vindo, tudo bem”), mostra também, intencional ou não, a inconstância do outro (e do próprio “eu”, de certo modo, que insiste no relacionamento). Mas afirma que agora vai ser diferente (“Dessa vez eu já vesti minha armadura/ E mesmo que nada funcione/Eu estarei de pé, de queixo erguido). O “eu” está preparado agora para o fim definitivamente, até as últimas consequências, mesmo que nada do que ele planejou não funcione.

    “Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante”

    Continuando a estrofe interessante, temos a afirmação, ou protesto do “eu”, em relação ao relacionamento. Defende que não é um objeto, um brinquedo que pode ser usado pelo outro como bem entender (“Mas eu não ficaria bem na sua estante”). Não se brinca com o sentimento dos outros.

    “Só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar…”

    Apesar de ainda manter a estrutura de conversa como nas outras estrofes, nota-se um tom bem mais intimista, como se o “eu” falasse para si somente. Revela-se a necessidade que este sente pelo outro, comparado aqui como um vício, e o desejo que isto seja superado. E o desejo de se livrar disso, de se livrar da dor.

    Conclusão e muitas pitadas pessoais com pouco embasamento:

    A letra é linda, fala de algo que todos passamos ou passaremos um dia, do amor complicado, do amor não-correspondido, da falta de amor-próprio, da submissão ao egoísmo de alguém. Do fim, do desejo do fim disto tudo.
    Gosto da inconstância do “eu” da música, que é bem humano, que por hora ergue-se forte para evitar que o erro seja cometido novamente (com armadura e tudo), e que por outra pede que mantenham contato, que é um simples viciado pelo outro, que tenta em vão se livrar.
    Algo legal que tem na música e que podemos esticar em uma discussão de bar é a abstinência (aproveitando a palavra da música) que costumamos sentir quando notamos que tudo realmente terminou. Que tudo o que era lindo e maravilhoso acabou, que ficou apenas o vazio. O sentimento de falta, o buraco no estômago sentido, pode muito bem ser comparado à abstinência de algo. A abstinência de um relacionamento que acabou. O desejo de voltar para o tempo em que tudo estava bem, em que o tempo poderia ser aproveitado ao máximo se soubéssemos que acabaria em tragédia, em um fim. Por isso compreendo a fraqueza do “eu”, o desejo de se suprir do outro pode ser grande, e você fatalmente se sente um lixo. Um lixo de outro. Um lixo reciclável (aproveitando o clipe).

    Queria dizer tanto sobre esta música, mas estou com tanto sono que vou deixar minha análise assim, incompleta, imperfeita. Como a música.

  • Roberta disse:

    Linda musica as pessoas que fazem “musica” hoje em dia podiam aprender pelo menos a fazer musica boa!
    Amoo essa musica

  • Olhaa tem uma pessoa q me falou q conhece ela e essa musica eh sobre a cocaína.. Ouça a musica de novo pensando nisso que vai entender….

  • No primeiro verso acredito que você pode erra, mas quando você atinge outra pessoa com seu erro, isso sim é errado.
    Na parte dos sonhos, acredito que sejam sonhos megalomaníacos, sonhos que são impossíveis, ou quando se tem uma ideia fixa na cabeça e fica preso naquilo, sem viver, sem fazer outras coisas…fica preso em uma ideia fixa, e vira escravo disso. Ninguém consegue tirar essa ideia.
    No segundo verso, acredito que a pessoa que se gosta esta saindo da vida do apaixonado, ou seja, a pessoa que eu gosto está começando a se afastar de mim, mas esquecê-la será um longo caminho a percorrer. A pessoa está saindo da minha vida, mas ao menos quero ter notícias dela, quero saber como ela vai, o que esta fazendo. A pessoa que amo acha que sou louca, e tenho na minha cabeça que as coisas logo iram se encaixar, todos esse sentimentos iram passar e não será mais uma bagunça. Então estou aproveitando cada segundo ao lado da pessoa, porque quando ela definitivamente sair da minha vida será um caos.
    3° e 4° verso: e quando a pessoa sentir minha falta, não irá me achar em outro lugar, não irá ouvir minha vós e nem meus sorrisos. Eu estava o tempo todo ali, me prestando a quem amo e a pessoa não me enxergou como alguém que podia ser amado.
    5° verso: você não me diz que sim e nem que não, mas agora estou preparado para estas idas e vidas suas, preparada para não sofrer entre seus sim e seu não, preparada para sobreviver a suas duvidas. E mesmo que minha armadura que criei contra suas duvidas não funcione, eu vou me manter firme ali, nem que precise fingir. Depois você vai me ver envergonhada de estar segurando esse peso, e vai achar engraçado e que eu não preciso fazer isso. Mas definitivamente eu não fico bem servindo apenas para você rir de mim, eu não ficaria bem somente tendo que me expor a você. Então aproveito cada segundo, que quando você sair da minha vida, isso aqui vai virar uma tragédia.
    8° verso: Por hoje e sempre não quero te ver, por causa deste sofrimento todo que venho passando, por hoje eu não vou tiver pra evitar que minha abstinência de te ver e de te ter vai passar. Como se a pessoa amada fosse uma espécie de droga, e preciso ver a pessoa para suprir minha falta desta droga. Diversas feridas em mim sobre estes sentimentos por você, foram criadas, e eu estou cansada de chorar por feridas que não vão cicatrizar, mas uma hora essa vontade de te ter vai passar.

  • Luca Dias disse:

    esta musica fala do problema com drogas que a pitty teve, com a cocaina, fala muitos termos de Narcoticos Anonimos como so por hoje , no comeco que ela fala tudo vai se encaixar significa que ela vai reorganizar sua vida , mais nao adianta a pitty é muito inteligente ela fez essa musica para os companheiros de NA , so quem ja teve o problema vai reconhecer do que realmente ela esta falando na musica, a pitty é a mulher a droga é o homen de lata, quando fala agora ja coloquei minha armadura, aparece aquele 3 personagem no clipe o homen que fica do lado dele para a droga(homen de lata) nao pegar ela primeiro

  • Alessandra disse:

    Essa musica retrata quando amamos mt uma pessoa e ela de repente sai da nossa vida por mais q ela demore mt pra voltar ficamos esperando notícias da pessoa , msm sabendo q ela n nos ama de verdade ,so pra fik perto de quem amamos aceitamos suas dúvidas, mas q no fim a pessoa cansa de tudo isso …
    RESUMO: Na vida amamos tanto alguém q ela nem percebe q existimos, so enxerga cmo segunda opção; chega uma hr q cansamos de ser feita de boba a dor e a decepção e tao grande q não conseguimos seguir a vida , começamos a fazer algo pra esquecer a dor como drogas álcool etc …

  • Alessandra disse:

    Na vida amamos tanto alguém q ela nem percebe q existimos; apenas ver como um objeto , mas por amamos tanto acabamos aceitamos ate msm as suas dúvidas, mas no fim de tudo isso cansamos de ser feita de boba e de sofrer, a dor e tanta que mt vezes recorremos pra um caminho sem volta,como as drogas ,álcool etc ,Enfim so queremos esquecer a dor!

  • “te vejo errando e isso não é pecado
    exceto quando faz outra pessoa sangrar”
    Ela quer dizer que mesmo eles tendo uma grande amizade, ele está com outra e e a segunda parte é que ela está sofrendo e/ou se cortando de tanto sofrer por amor, pois ela o ama muito

    “Te vejo sonhando e isso dá medo
    Perdido num mundo que não dá pra entrar”
    Ele está fazendo planos para o futuro e ela não está incluída nestes planos, por isso ela está com medo e diz que não há como entrar nesse mundo de sonhos que ele cria

    “Você está saindo da minha vida
    e parece que vai demorar”
    Ele está concretizando os planos que ele estava sonhando, só que isso levaria um tempo, por isso a demora

    “Se não souber voltar ao menos mande notícia
    cê acha que eu sou louca mas tudo vai se encaixar”
    na primeiro verso ela diz isso a ele “se não souber voltar ao menos mande notícia” pois os planos estão quase concretizados, ou seja ele já está quase indo embora da vida dela, então ele responde algo do tipo “você é louca”, pois ele não percebe o que ela está passando e o que vai acontecer entre eles, já ela lhe diz que tudo vai se encaixar pq ela conseguiu entender o que vai acontecer entre eles.

    “Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia”
    Ela está aproveitando os últimos segundos ao lado dele, antes que… A “tragédia” aconteça, a tragédia é/são a(s) consequência(s) de quando ele for embora, como se algo muito ruim fosse fosse acontecer após ele a deixar, como ela sofrer, entrar em depressão, etc. Mas ela não sabe exatamente quais serão as consequências por isso as chama de “tragédia”

    E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu

    Ou seja, depois que ele foi embora, ele começou a sentir falta dela e percebeu que a amava e que havia cometido um erro e ela diz responde isso à ele:
    “E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu”
    Essa parte é o refrão, creio eu, que mesmo ela sofrendo na música toda, nessa parte ela “da a volta por cima”

    “Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
    Dessa vez eu já vesti minha armadura
    E mesmo que nada funcione
    Eu estarei de pé, de queixo erguido
    Depois você me vê vermelha e acha graça
    Mas eu não ficaria bem na sua estante”
    Ele está sempre passando por ela e que ela o vê todo dia, deviam ser vizinhos e/ou estudavam na mesma escola, e com a “armadura” ela diz estar preparada para vê-lo distante (emocionalmente dela) ou contra garota, como assim? Tipo quando você vê seu/sua crush e por ele não sentir por você o mesmo que você sente por ele/ela, você fica triste, magoado, etc.
    E mesmo se a “armadura” não funcionar ela estará “de pé de queijo erguido” ou seja não vai deixar deixar desanima-lá, entristece-lá, etc. Mas mesmo ela dizendo isso, ela fica vermelha (tipo aquelas pessoas bem brancas que quando ficam com vergonha ou timidez ficam com a bochecha vermelinha) e ele ri da cara dela. Quando essa situação acontece ela responde mentalmente pra ele “mas eu não ficaria bem na sua estante” ou ela se recorda dessa cena em uma discussão futura à cena com ele e da essa resposta. Essa resposta (mas eu não ficaria bem na sua estante, significa que ela gostava dele, mas não queria ficar na segunda opção, não queria ficar la juntando pó na estante até o que dia que ele quisesse “usá-la” pois ela conclui que se ele a amasse ele estaria sempre com ela, não só quando ele precisasse de uma melhor amiga ou uma segunda opção).

    “Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia”
    Mesmo ela tentando negar com todas as forças que o ama, ela ainda sabe o que sente por ele, e por isso continua igual trouxa aproveitando os segundos ao lado dele, ainda que ela esteja tentando se preparar mentalmente para parar com isso e fracassando.

    “Só por hoje não quero mais te ver
    Só por hoje não vou tomar minha dose de você
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar…”
    Ela compara ele à uma droga, que ela se viciou, e que os efeitos dessa “droga” criam feridas por dentro que doem e não se fecham, não se curam, que a fazem sofrer cada vez mais, por isso ela está tentando se afastar dele e enfrentar a crise de abstinência, do que continuar sofrendo sem saber se um dia ele ele tomaria jeito e as feridas acabariam (é horrível essa crise, só quem já passou por isso, sabe como é, eu por exemplo já passei por isso com computador e com um verdadeiro amor, a do amor foi muito pior que a do computador)

  • maraoliveira disse:

    Eu amo muito um rapaz, não fiz nada de proposito só aconteceu, mas ele me ver como um pedaço de carne, só pra sexo, tem horas que parece gostar muito de mim e tem horas que fala que sou doida e tenho reações ruins, mas nada disso é porque quando ficamos passa uns dias ele me ignora totalmente . Depois vem dizer que eu que sou estranha, então decidi deixar pra la, e essa musica retrata exatamente o que estou sentindo agora, pois estou indo embora pra esquece-lo e não ter mais contato nenhum pois ele ama me pisar por saber que gosto dele…cansa, não quero ser mais um enfeite na estante dele.***Adeus Laecio.

  • Na minha opinião essa música descreve um relacionamento com um sociopata.
    Se analisar bem frase por frase oque ele faz com ela e exatamente oque um sociopata faz com suas vítimas. E no final ele a coloca na sua coleção. Experiência própria.

  • Wilma Ramos dos Anjos disse:

    Na Sua Estante – Pitty

    Para mim, tanto a letra quanto o videoclipe retratam a vida de um codependente-emocional. Essas pessoas se entregam tanto ao outro a ponto de se prejudicarem, como aconteceu com o homem de lata que virou bicicleta e teve o coração posto numa estante sem a menor consideração.
    A obsessão dele estava em todas as paredes do quarto, tal qual acontece com um codependente, que vive e respira o mesmo ar de outra pessoa. Quer saber onde esteve, o que pensa, se está comendo direito, se tomou a decisão certa, leva no médico, prepara as refeições, resolve problemas que dizem respeito somente ao outro e não a si próprio.
    Ele [o codepente homem de lata] não era visto pela mulher amada. Na verdade ele não era visto por ninguém, nem por ele mesmo. Ele não via que a pessoa mais importante da vida dele era ele mesmo! Ele não enxergava isso, por isso encheu a cara e desistiu de lutar no final do clipe. Notem que em nenhum momento a mulher falou ou menção de falar com ele. Tudo existiu só na cabeça dele. É literalmente uma relaçao unilateral, onde só um lado doa pelos dois e depois reivindica a parte que o outro nunca prometeu.

    “Te vejo errando e isso não é pecado, exceto quando faz outra pessoa sangrar” – O codependente-emocional sabe que a pessoa de quem ele é dependente (geralmente um ser humano auto destrutivo, como um adicto ou alcoólatra) está passando dos limites, mas ele [o codependente] tem uma espécie de ‘amarra’ mental-emocional que tolera atitudes que normalmente pessoas de relacionamentos mais saudios não aceitariam.

    “Te vejo sonhando e isso dá medo, perdido num mundo que não dá pra entrar” – o codependente é tão obsecado por seu dependente que tenta a todo custo fazer parte de todos os momentos de sua vida. Não controlar os pensamentos do dependente é um pesadelo para um codependente. Gera uma assombrosa insegurança e sua percepção distorcida de mundo fantasiará tudo que há de pior, como por exemplo que ele será abandonado a qualquer momento por seu dependente – a pior coisa que poderia acontecer, acredita.

    “Você está saindo da minha vida e parece que vai demorar” – um dependente químico e/ou um alcoólatra tem uma vida marcada pela instabilidade. Ora sóbrio, ora doidão, eles não se estabilizam em nada. Seus pensamentos são confusos e nunca sabem se vão ou se ficam. Essa entrada e saída feito uma porta giratória se transforma numa rotina doentia nessa relação de codependência. Em um momento o codependente acredita que o dependente químico/alcoólatra de sua vida foi embora de vez, nunca mais voltará, pela demora que faz contato. Mas nem sempre é assim. Como a relação é doentia, um nutre a codependência do outro e a qualquer momento o dependente pode voltar. Ou não! Por isso o verbo é “parece” e não somente “vai” demorar.

    “Se não souber voltar ao menos mande notícias, ‘cê acha que eu sou louca mas tudo vai se encaixar”. – o codependente tem dificuldade de abrir mão do controle. No verso acima ele disse que achava que o dependente saiu da vida dele, mas logo abaixo ele pede que notícias sejam mandadas. Esse padrão de comportamento de querer controlar a vida do outro, de achar que as decisões do outro estão erradas e somente as suas estão certas faz o codependente entrar num labirinto de ilusões. Com a realidade distorcida, ele acha mesmo que veio para salvar o dependente, por isso protesta que não é louco, que seu excesso de cuidado fará todo o sentido um dia para o dependente. Isso nunca acontecerá!

    “Tô aproveitando cada segundo antes que isso aqui vire uma tragédia” – esse é o momento que, ocasionado pela distância física, o codependente começa a despertar para o seu padrão negativo de comportamento. Ele aproveita a ausência do dependente de sua casa para cuidar de si próprio, se amar mais. Mas ele tem receio que a qualquer momento o dependente voltará para casa e trará toda a tragédia de volta. Ele não consegue resistir o retorno do depentede em sua vida.

    “E não adianta nem me procurar em outros timbres, outros risos. Eu estava aqui o tempo todo só você não viu” – adictos e alcoólatras são extremamente sedutores, porque tudo que querem é mais um trago, e por isso são mentirosos, dissimulados e manipuladores, com outros timbres de voz, outras abordagens mais carinhosas. Como o codependente se vê como vítima, ele não percebe que tem escolhas e tem muita dificuldade de sair dessa relação-problema. Nesse trecho da música o codependente tenta desesperadamente erguer um muro de distância emocional entre ele e o dependente. Mas são só palavras, porque nem o codependente quer isso de verdade, nem o dependente desistirá de suas investidas. O codependente de fato não faz nada para se proteger do dependente. São só promessas vazias, porque, por mais estranho que pareça para pessoas sadias, o codependente se sente mais familiar nessa relação tóxica que tem vínculo.

    “Você tá sempre indo e vindo, tudo bem. Dessa vez eu já vesti minha armadura” – o codependente jura que buscou todos os meios para não recair nessa relação. Pode ser verdade, mas para isso é necessário um esforço diário para não se entregar à facilidade de retornar à situação “familiar” para ele. Um inferno, sem dúvida, mas “pelo menos” é seguro permanecer onde “se sabe” o que está acontecendo. O codependente sequer tem uma referência do que seria um relacionamento saudável para jugar que está seguro.

    “E mesmo que nada funcione. Eu estarei de pé, de queixo erguido” – o codependente reconhece o risco de recair e voltar ao relacionamento. Porém dessa vez ele já trouxe à consciência que tem um problema sério e perceberá mais rapidamente se está repetindo o mesmo padrão doentio de antigamente.

    “Depois você me vê vermelha e acha graça. Mas eu não ficaria bem na sua estante”. – O dependente tenta minimizar a barreira erguida pelo codependente, fazendo piadinha do momento. Mas o codependente avisa que não vai ceder a mais uma bateria de abusos. Não colocará seu coração em uma estante.

    “Só por hoje não quero mais te ver. Só por hoje não vou tomar minha dose de você” – o codependente é de fato viciado na vida do outro, a ponto de esquecer de sua própria vida. De colocá-la em um cabide para viver a vida do dependente, achando que conseguirá salvá-lo de alguma coisa. A relação é assim mesmo, de dependência. Como se fosse uma droga. Aqui o codependente está lutando contra sua adicção, que é em uma pessoa e não numa substância química propriamente dita. Um dia de cada vez, só por hoje, ele [o codependente] não tomará a dose de seu dependente, que é a sua droga.

    “Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam (não). E essa abstinência uma hora vai passar”. – O laço foi cortado de alguma maneira. Ainda é recente, ainda há abstinência. Não chorar feridas que não se curam é aceitar que não é possível mudar o outro. Tentar fazer isso é enlouquecedor para qualquer um, homem ou mulher. O codependente-emocional agora está disposto a aprender a ter relacionamentos mais saudáveis. Um dia de cada vez para aprender essa lição que é para o resto de sua vida. Um deslize, e ele recai no mesmo padrão obsessivo de relacionamento.

  • fala sobre drogas, na clinica dizemos só por hoje estou bem, so por hoje estou limpo, so por hoje não vou tomar minha dose de você, um dia de cada vez para o adicto.

  • Só quem viveu experiência de se ralacionar com um depedente químico consegue compreender. Faço cover dessa musica com ele desde muito tempo sem entende la, porem depois de tudo o que aconteceu, só agora percebir a dor do SO POR HOJE e que como espero que ESTA ABSTINÊNCIA UMA OUTRA HORA VAI PASSAR.

  • Ingrid Derner Dias disse:

    Acredito que a música, na verdade, seja sobre depressão e suicídio.
    Ela na posição de uma pessoa com depressão falando com uma amiga como despedida, ou conversando consigo mesma.
    “Te vejo errando e isso não é pecado
    Exceto quando faz outra pessoa sangrar” (significa: tudo bem cometer erros, não precisa ficar sofrendo por isso. Apenas não se corte)
    “Te vejo sonhando e isso dá medo
    Perdido num mundo que não dá pra entrar” (fantasiar com a ideia de um mundo melhor sem a existência dela. E Pessoas com depressão, geralmente, são fechadas para conversar)
    Cê acha que eu sou louca
    Mas tudo vai se encaixar (tudo vai se encaixar, como se ela fosse resolver o problema da “loucura” sumindo”
    Tô aproveitando cada segundo
    Antes que isso aqui vire uma tragédia (a tragédia seria o fim da vida)
    E não adianta nem me procurar
    Em outros timbres, outros risos
    Eu estava aqui o tempo todo
    Só você não viu (Ela morreu, e ninguém será como ela, ela não estará mais em algum lugar, só acabou. Seria ela falando a si mesma que ela não enxerga seu próprio valor)
    Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
    E essa abstinência uma hora vai passar… (apesar de cortar os braços e as feridas cicatrizarem, as feridas que ela refere são as emocionais que não se curam. A Abstinência seria a falta da vida)
    O homem de lata (da obra o mágico de Oz) é uma alusão a alguém que caminha em direção a vida, a ter um coração, a amar. assim como na canção, a moça se convencendo a não se matar
    Acho que a moça do clipe é uma metáfora para a Vida, ou a Felicidade que, para o personagem, sempre o esqueceu, deixou de lado. Como se a vida tivesse ignorado ele ou a Felicidade não quisesse vê-lo.
    Ele tinha uma obsessão por estar com ela, de senti-la, mas ela sempre parecia estar mais favorável a outra pessoa
    E o clipe tem essa intenção de ser confuso e ambíguo pois por mais que tentemos compreender os motivos de um suicídio ou uma depressão, nunca saberemos o real motivo e tentaremos atribuir outros significados como amores não correspondidos, drogas e solidão, que não são tanto a causa, mas consequência de uma mente que sofre

  • Antônio Pimenta de Andrade disse:

    Na sua estante é uma música que fala da dificuldade que se tem de terminar um relacionamento, quando ainda existe amor. Especialmente quando se humaniza o pecado do outro, reconhecendo a fragilidade através do perdão. No entanto, os desejos e pensamentos da pessoa amada passam a tratar de um mundo que não se admite participar. Enquanto superficialmente há necessidade de afastamento, lá no fundo o amor ainda elabora vínculos. Muitas vezes o afastamento é necessário, especialmente quando mesmo estando presente, o outro se torna invisível. Não é somente a dependência química que faz com que o ser tenha recaídas. O amor faz criar dependências e, mesmo que as outras pessoas não possam perceber, mantém o amante de joelhos, pronto para reincidir. É preciso, antes de tudo, avaliar os benefícios e também os danos para a possível cura.

  • ValentinaP disse:

    Temática relacionamento tóxico.
    A música Na Sua Estante pode ser interpretada de várias formas, de acordo com o que cada um traz de informação na sua vida, achei interessante as pessoas que a interpretaram como se ela estivesse falando de suicídio e depressão, embora seja trágico, é uma reflexão bastante considerável. Também percebi nos comentarios pessoas falando de amor não correspondido e de como essa pessoa vai conseguir superar essa dependência emocional, esse vício pelo outro, após ter sido deixado. Mas não acho válido ficar romantizando, as pessoas tem que perder essa mania de achar que amor tem que ter sofrimento e que se meu amor não é correspondido vou me matar, o amor não precisa ser trágico como em Romeu e Juieta, aprendam a lidar com suas perdas e frustrações.

    Pois bem, vou lhes contar o que senti quando li a letra dessa música, vocês já ouviram falar em relacionamento tóxico? Alguém aqui já se relacionou ou se relaciona com uma pessoa com comportamento narcisista? Pois bem, eu já, essas pessoas são extremamente egoístas e procuram por pessoas inteligentes e bonitas só pra colocá-las nas suas estantes, como verdadeiros troféus, mas na verdade não as amam de verdade. Então elas não percebem o que elas tem de verdade, e por mais que vc esteja ali o tempo todo ele/ela nunca verá você e não dará valor a coisas simples e únicas que só você tem, como o seu riso e o seu timbre de sua voz.

    No início da musica temos: Te vejo errando e isso não é pecado, exceto quando faz o outro sangrar. Te vejo sonhando e isso dá medo, perdido num mundo que não dá pra entrar.
    Errar não é pecado, todo mundo tem direito de errar. Mas um narcisista geralmente não sente empatia, não se coloca no lugar do outro, então ele não se importa que o erro dele machuque os outros. Também são pessoas que vivem num mundo que é só deles, onde eles são perfeitos, especiais e extremamente inteligentes, o centro das atenções, mas você nunca conseguirá entrar nesse mundo, porque você vê as coisas de forma diferente, e esse mundo que ele cria e te convence que é verdade, realmente dá medo, pois ele vai dizer que você não é bonita/o, não é inteligente e que não vai encontrar ninguém no mundo que goste de você como ele gosta, porque é o único que está disposto a ama-lo/la. Então o gatilho da insegurança está instalado.

    De repente você percebe que esse amor está te fazendo mal e que tem algo de errado, com um pouco de sorte você descobre a tempo que está num relacionamento tóxico e tenta sair disso, aí vem as frases: você está saindo da minha vida e parece que vai demorar. Você acha que estou louca, mas tudo vai se encaixar. Você está sempre indo e vindo, mas dessa vez eu já vesti minha armadura…
    Nesse ponto é bastante difícil, as pessoas vão dizer que você está louca/o por tentar deixar uma pessoa tão perfeita como seu parceiro. E esse afastamento demora, porque o manipulador não quer perder sua vítima, então ele fica indo e vindo. Mas você tem que ser forte, manter sua cabeça erguida e continuar tentando. Depois que você entendeu os gatilhos instalados você veste sua armadura e luta contra eles.

    Porém de forma inconsciente a vítima está viciada nesse tipo de relacionamento, a dor é viciante. A única forma de tratar isso é a abstinência, só por hoje não quero mais te ver, só por hoje não vou tomar minha dose de você, cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam…. Acredite, é um processo bastante doloroso, mas isso tudo uma hora vai passar.

    E por último quero falar das frases: estou aproveitando cada segundo antes que isso aqui vire uma tragédia… Nessa parte fica o alerta para a luta contra a depressão e a possível tentativa de suicídio, que é onde a vítima vai chegar se não perceber logo que está vivendo um relacionamento tóxico. E também pode remeter a possibilidade que seu parceiro tente algo contra você já que ele não aceita te perder (olha a agressão e o feminicídio aí minha gente). Se você sente que corre risco com o rompimento dessa relação procure ajuda, não dê sinais ao seu agressor que você o está deixando, se estruture antes com seus amigos e familiares pra evitar uma tragédia. Planeje, vai dar certo, seja forte. Você é uma pessoa maravilhosa, única e capaz de superar isso. Vai ficar tudo bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>