Orgulho, Hipocrisia (Quem Espera Sempre Alcança)

Orgulho, hipocrisia, vaidade e nada maissão três coisas que em menos de um segundo se desfazo mundo é mesmo assim, cheio de ilusãoa arte de convencer meu coração a vida mal vivida é ilusãovaidade nunca fez bem a ninguémé tudo hipocrisia, orgulho e nada maisa vida que passou não volta atrás

Felicidade

Para que tanta ambição, tanta vaidade?Procurar uma estrela perdidaQuase sempre o que nos dá felicidadeSão as coisas mais simples da vida Felicidade é uma casinha simplesinhaCom gerânios, em flor na janelaUma rede de malha branquinhaE nós dois a sonhar dentro dela (Ai, ai, ai, isto é tão pouco, minha nega)Ai, ai, ai, mas pra mim […]

Hino do Cruzeiro Esporte Clube

Existe um grande clube na cidadeQue mora dentro do meu coraçãoE eu vivo cheio de vaidadePois na realidade é um grande campeão Nos gramados de Minas GeraisTemos páginas heroicas e imortaisCruzeiro, Cruzeiro queridoTão combatido, jamais vencido! Existe um grande clube na cidadeQue mora dentro do meu coraçãoE eu vivo cheio de vaidadePois na realidade é […]

Adeus do mineiro

Adeus amigos companheiros de violaSei que é chegada a hora de eu partir pra eternidadeMeu coração, chora pranto de cascataPor deixar a serenata bem na flor da mocidade.Adeus viola dedicada companheiraJunto a minha cabeceira és a sombra da saudadeDe um pobre artista sem platéia delirandoQue vê cair o pano de um drama de verdade. De […]

Caboclo na cidade

Seu moço eu já fui roceiroNo triângulo mineiroOnde eu tinha o meu ranchinhoEu tinha uma vida boaCom a Isabel minha patroaE quatro barrigudinhosEu tinha dois bois carreirosMuito porco no chiqueiroE um cavalo bom arreadoEspingarda cartucheiraQuatorze vacas leiteirasE um arrozal no banhado Na cidade eu só iaA cada quinze ou vinte diasPra vender queijo na feiraE […]

Quando eu me chamar saudade

Sei que amanhãQuando eu morrerOs meus amigos vão dizerQue eu tinha um bom coraçãoAlguns até hão de chorarE querer me homenagearFazendo de ouro um violãoMas depois que o tempo passarSei que ninguém vai se lembrarQue eu fui emboraPor isso é que eu penso assimSe alguém quiser fazer por mimQue faça agora. Me dê as flores […]

Shimbalaiê

Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o marShimbalaiê, toda vez que ele vai repousarShimbalaiê, quando vejo o sol beijando o marShimbalaiê, toda vez que ele vai repousar Natureza, deusa do viverA beleza pura do nascerUma flor brilhando à luz do solPescador entre o mar e o anzol Pensamento tão livre quanto o céuImagino um barco […]

Perfeição

Vamos celebrar a estupidez humana A estupidez de todas as nações O meu país e sua corja de assassinos Covardes, estupradores e ladrões Vamos celebrar a estupidez do povo Nossa polícia e televisão Vamos celebrar nosso governo E nosso Estado, que não é nação Celebrar a juventude sem escola As crianças mortas Celebrar nossa desunião […]

Voltaste (Pro Subúrbio)

Voltaste novamente pro subúrbio Vai haver muito distúrbio Vai fechar o botequim Voltaste E o despeito te acompanha E te guia na campanha Que tu fazes contra mim O guarda que apitava ressonando Anda alerta envergando O seu capote de lã Voltaste Para fabricar defunto Para fornecer assunto Aos diários da manhã Voltaste Novamente sem […]

Nádegas a Declarar

Ordem e progresso Sua bunda é um sucesso Nádegas a declarar! Nádegas a declarar! Ordem e progresso Sua bunda é um sucesso Nádegas a declarar! Nádegas a declarar? Claro que não! Eu tenho opinião Nesse papo de bundão E vou dizer Mas primeiro você Fernanda! Primeiro as damas O que que cê manda? Aí, Gabriel! […]

Autodestruição

Em nome da ambição e da vaidade e da vontade de passar por cima de quem você bem entender fruto de um deslumbramento totalmente equivocado atitudes que só vão fazer acontecer a sua autodestruição se meter com gente burra sabendo que ela é burra porém bem mais poderosa que você auto-destruição(4x) pior ainda é sua […]

Propaganda

Comprando o que parece ser Procurando o que parece ser O melhor pra você Proteja-se do que você Proteja-se do que você vai querer Para as poses, lentes, espelhos, retrovisores Vendo tudo reluzente Como pingente da vaidade Enchendo a vista, ardendo os olhos O poder ainda viciando cofres Revirando bolsos Rendendo paraísos nada artificiais Agitando […]