Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!
A


B


C


D


E


F


G


H


I


J


K


L


M


N


O


P


Q


R


S


T


U


V


W


X


Y


Z


Últimos comentários

Bom, "Pai e mãe, ouro de mina"; ao comparar os pais com "ouro de mina", é perceptível que o ouro de mina não é um ouro qualquer e sim um ouro pura; diferente do ouro de joias que é uma liga metálica. "Coração, desejo e sina". Sina é o mesmo que destino, ao compará-las, o autor demonstra frustração amorosa, pois relata que é o desejo pela amada é, apesar de tudo,impossível de se escapar. "Tudo mais, pura rotina, jazz (jás)". Ele compara o amor fraterno e para com sua amada com todo o resto que se resume a apenas rotina. No proximo verso o autor se dirige diretamente a amada e logo faz uma série de metáforas comparando-a com a natureza, que é pura; dizendo também que ela é tudo, assim como a própria. A próxima estrofe apresenta uma descrição de como seria ter esse amor verdadeiro, junto com o prazer que ela traria. Metáfora utilizada é a "luz", porém mais explicitamente o "grito" para denominar o prazer. Na última estrofe, o autor faz a retomada de sina (destino), trazendo a tona os elementos da natureza como aqueles que regem sua vida e imagina um dia - na verdade, anseia. Ao utilizar quiça que significa "quem sabe" como aquele tom de desejo - que o luar, o sol e dom (dádiva) irá a partir do seu "front", que é a frente de batalha da natureza, tornar realidade o sonho que enfim gerará o som (antes como grito) que significa o prazer de viver esse amor. Enfim, o último verso é uma homenagem a Caetano Veloso, que é um brilhante compositor e sabe transpor tanta paixão para suas canções amorosas, que é "o que há de bom".
Esclarecido no filme do Paulo Coelho, Pedro, letra do Paulo se referia ao seu pai que o julgava, lhe por em tratamento de chok e expulsava de casa. Assunto resolvido.
analise da musica acorde levante e lute
Essa música foi escrita na época da ditadura e o Renato Russo fala sobre o abuso de autoridade das policias. "e não vai ter problema eu sei estou do lado da lei", que eles podiam fazer qualquer coisa que não importava pois estavam do "lado da lei". Este sim é um grande poeta.
Claramente, Cazuza, fala sobre uma paixão exagerada, onde o destino os uniu. Ele é capaz de tudo por ela, até morrer, e Faz de tudo para ter o perdão de seu amor. Apesar de tudo, ele ainda sofre, porém, de tanto amor que ele sente por ela.
iraddddddooo
iraddo
Corrigindo o raciocínio, o apanhador, acredito fazer menção ao livro "O apanhador no campo de Centeio". Então é aquele que absorve as impurezas, ou mesmo apanhar pra vida, ser lesado, "roubado".
essa musica traduz toda a historia do nosso pais e nos temos que dar graças a deus que essa epoca passou
As promessas que foram todas compradas que o tornaram pedras sãos as "coisas do mundo" (Kierkegaard), 'morrer pro mundo". O apanhador segue as lutas apanhando, pois sua espada(sua razão) é sua arma, mas sua glória é o coração(sentimentos) que a propósito procura acreditar no que é bom. quando ele aceita o combate da vida pelo o que é bom os seus Deuses o guiam até talvez Granadinas (parece o paraíso). que seja eterno o que é bom pois o que é certo é o que fica. O que se parte não faz parte de nada.
Faz muito sentido, o seu comentário, Erika. Eu, também, sempre tive essa mesma imaginação.
obrigado bruno e esse duda
olha me ajuda dissendo a analise
seria que todos tem sangue crioulo cabelo duro dentro de ti tem......
Segue a interpetação de Raul Seixas feita em 1974 dessa música. Acho justo o autor poder defender uma música tão bonita, mesmo depois de morto. https://www.youtube.com/watch?v=PILsE-6eSHk