Categorias
Charlie Brown Jr

Quinta-Feira

Ainda me lembro bem daquela quinta-feira
Cinco malandro em volta da fogueira
Ouvi o grito de dor de um homem que falava a verdade (2x)
mas ninguém se importava
Botando pra fora tudo o que sentiu na pele
Mas ninguém lhe dava ouvidos não

Deixou a marca da fogueira que acendeu pra se livrar do frio que mata
Miséria impune, notável, sincera não acaba nunca (2x)

Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou
Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou
Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou
Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou

difícil é desviar de quem tá sempre querendo
ela mantém a porta aberta ela te faz de instrumento,
vai te dominar, se já não dominou

Ouvi o grito de dor de um homem que falava a verdade
mas ninguém se importava
Botando pra fora tudo o que sentiu na pele
Mas ninguém lhe dava ouvidos não

Deixou a marca da fogueira que acendeu pra se livrar do frio que mata
Miséria impune, notável, sincera não acaba nunca (2x)

Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou
Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou
Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou
Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou

34 respostas em “Quinta-Feira”

A musica quinta-feira reflete bem o descaso da sociedade para os viciados em drogas no nosso País. Poderiamos através de atos éticos mudar esse mundo onde vivemos, ao invés de fechar os olhos para o problema “alheios” à nossa sobrevivência. Atos de respeito aos seres humanos, e não de descaso a essa parte da sociedade que grita pedindo socorro, mas que na verdade não conseguimos ajudá-los por puro egoísmo. A verdade que ele diz é o sentimento de pessoas que usam drogas e que não conseguem se livrar desse mal e as pessoas que os veêm não acreditam que possam ser ajudados, mas na verdade o que mais querem é serem considerados como seres que fazem parte de uma sociedade e que merecem respeito e oportunidade.

6
3

A musica quinta feira creio que fala de um grupo que estavam fazendo uso de maconha,que so usam essas drogas por causa do frio que sentem(algumas tristezas)e alguma pessoa disse a eles que isso os fazeriam mal, so que ja era tarde de mais por que os malandros ja estavam viciados.

3
7

realmente fala sobre um turma e o uso da maconha e o descaso dos mesmos.

“Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou”
é o que acontece…

3
7

A música Quinta-feira trata de um homem que tinha tudo para dar certo na vida, e se viciou em cocaína. Se viciou a ponto de perder tudo e ter que ir morar na rua, passando frio, por isso fala da fogueira. Essa versão foi confirmada pelo próprio Chorão, em uma entrevista no dvd Acústico MTV Charlie Brown Jr.

12

Que maconha, o que?? Maconha dominou?? Até parece.
A música fala de cocaína, mais especificadamente do vício que ela causa. Se você prestou atenção no clipe, há gestos que insinuam isso.
Charlie Brown Jr. curte maconha e tem várias outras músicas disso.
“Cheiro na mão, brisa no olhar.”

Pelo clip pode se ver que realmente fala da cocaina…

Mas quando eu ouço essa parte eu lembro do rei dos reis…

Ouvi o grito de dor de um homem que falava a verdade (2x)
mas ninguém se importava
Botando pra fora tudo o que sentiu na pele
Mas ninguém lhe dava ouvidos não

Deixou a marca da fogueira que acendeu pra se livrar do frio que mata
Miséria impune, notável, sincera não acaba nunca

Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou

Se merchemos epoucoas palavras nessa musica poderia ate virar uma musica contando a historia do nosso senhor jesusu cristo….

essa e a versão confirmada música Quinta-feira trata de um homem que tinha tudo para dar certo na vida, e se viciou em cocaína. Se viciou a ponto de perder tudo e ter que ir morar na rua, passando frio, por isso fala da fogueira. Essa versão foi confirmada pelo próprio Chorão, em uma entrevista no dvd Acústico MTV Charlie Brown Jr.
mas da a entender as vezes q pela época q se refere a os jovens que pós fogo no índio que dormia e ficaram impunes tipo o que não sai da tanto da entrevista oficial onde ele não pode ser direto e falar ao pe da letra não falei dos moleques mesmo…

essa música parece uma profecia que atingiria o autor pela trágica morte que sofreu.é verdade Chorão
parecia inofensiva
más de dominou

Todos vcs estão viajando. Todas as letras dele falam de conflito com a ex dele, ela deixou ele por uma mina, é isso o q ele que dizer na quinta feira tbm ¬¬ aff

Muito ele tolerou e muito ele sublimou, muito ele aguentou dela… só os loucos sabem…

1
2

o sino dourado fala disso, eu não uso sapatos tbm fala da intolerancia da mina em querer “adaptar” ele em cada pequena coisa… laura tem razão… ele sofre há anos, dá pra ver nas letras dele que a mina era o cão chupando manga

tudo pro alto tbm fala da mina¬¬ é tão obvio, será q ninguem nunca se colocou no lugar dele, tipo o q me levaria a escrever cada umas das frases das musicas dele.Aquela paz, ela vai voltar… todas falam do relacionamento conturbado deles. Da não aceitação da mina com a vida que ele levava, por levar seus sonhos adiante, porque é tudo o que ele tinha na vida, os sonhos dele.Dona do meu pensamento tbm fala da mina azucrinando, e ele sempre tentando reatar tudo.

Dias de luta, dias de gloria é uma declaração de amor sublime!! que pena que ela fosse egoísta e n compreendesse a cabeça dele. perdemos um genio da caneta e da voz e da guita e do mundo, por amor não correspondido.

Qualé que é o teu problema mané? Quem tem boca fala o que quer, só não pode ser mané. Isso dá um caô da porra!

Essa com certeza foi pro cu de galo do MArcelo Camelo, pedófilo protegido pelo status quo…

só vale lembrar que só enquanto ele for útil, depois matam ele igual que Joplin, Hendrix, Morrison, Seixas, Winehouse, Houston, Cobain, e Chorão!!!

Nessa música, Chorão fala da DROGA, talvez maconha ou cocaína,

‘parecia inofensiva mas te dominou’ = vício pela droga,

‘ela mantem a porta aberta ela te faz de instrumento’ é bem claro que ele esta falando de drogas e não de mulher

na musica quinta feira da pra perceber que ele ta falando da cocaina pelo gesto que ele faz com a mão no video oficial.

entre os cinco que estavam na fogueira um deles estava passando a esperiência que teve, que o uso da cocaína derruba qualquer rei de seu trono. no começo é só uma vez e assim vai, quando vai ver ja ”dominou”. quando entendemos o mundo, o país que vivemos sem impunidade e miséria muitos acabam se afundando mais e mais por ver a realidade.

Tem nego que viaja mesmo em…
Nos extras do DVD acústico MTV ele explica que a música conta a história de um cara que se viciou em cocaína e foi morar na rua, passando frio e tal…

É perfeitamente claro que quinta feira fala de pó. Aliás, se vocês repararem a grande maioria das músicas dele, repito, uma enorme parte das músicas fala sobre a Eterna batalha que ele travava para se livrar do vício da cocaína e ficar bem com sua mulher. Porque ele se dividia entre as duas paixões, e isso ela não aceitava com toda razão.
Coca é veneno. Te mata aos poucos, o você para a tempo, ou ela te busca na porta de casa, e ai ela não vem pra conversar, vem pra te cobrar.
Tive uma chance de re escrever minha historia depois de uma over a alguns dias. Sei o que estou dizendo.

CHORÃO, banda Charle Brown Jr, para todo o sempre~.°ʹ “…Seremos donos do nosso amanhã se testivermos unidos, em sintonia com o nosso sonhos mesmo se não formos iguais, pois não somos iguais…’

Quinta Feira:
Hoje é uma musica que retrata a morte do Chorão, ele se praticamente da mesma forma, a diferença que a miseria dele foi o termino do casamento.
A letra fala se um homem que se deixa levar pela cocaina, esse homem contava como ele tinha chegado ao ponto de ter que acender uma fogueira pra não morrer, mas que quem estava em volta não ligava, quem estava de fora não o levava a serio como se o que ele falava era balela.
“Deixou a marca da fogueira que acendeu pra se livra do frio que mata”, nesse momento é como se esse homem tivesse morrido, o que restou da historia dele foi apenas os rastro da fogueira e nada mais que isso.
O refrão refere-se a cocaina.
Logo depois do refçao ele fala que é dificil recusar a oferta de que já está dominado pela droga, que mesmo sendo um ex-viciado ele está propicio a se render a vicio novamente e fazendo você puxar quem está de fora pra usar também.
Hoje seria algo mais ou menos assim:
“Ouvia um canto de um homem(Chorão)que falava a verdade.
Todo mundo gostava,
Cantando pra fora, tudo o que sentiu na pele,
suportando a dor no seu coração.

Deixou a “A BANCA” que aprendeu
cantando o que gostava.

Ficou solteiro, acabado com a solidão que não acaba nunca.

Parecia inofensiva, mas ela o levou, o levou, o levou, e o levou.
Parecia inofensiva, mas ela o levou, o levou, o levou, e o levou.
Parecia inofensiva, mas ela o levou, o levou, o levou, e o levou.
Parecia inofensiva, mas ela o levou, o levou, o levou, e o levou.

O dificil é acreditar que quem tá sempre dizendo que:
-Ela te domina e te faz de instrumento.
sem pensar, ela o dominou.”

a letra retrata basicamente a relação
usuário x sociedade, onde o usuário é marginalizado e estereotipado pela sociedade, que não vê o dependente como alguém doente e “tira” ele da sociedade.
Considerando o contexto de vida do chorão que compôs a letra acredito que fale exclusivamente da cocaina pelo fato de se enquadrar mais na realidade do artista. No entanto pode se encaixar em qualquer tipo de substância ( mostrando a visão e talento do compositor).
A letra na minha opinião é uma das melhores da banda e que é revolucionária, expondo um problema social gigante no brasil que não é discutido.

Essa música é sobre o vício, acredito que em cocaína (pela história do chorão).
E o fato de vir gente aqui dizer que é sobre mulher primeiro me assustou, mas depois eu percebi que essa confusão de significados é um retrato da genialidade dessa música.

Pra mim, é a melhor música do Charlie Brown. Essa música tem uma sinceridade que chega a doer.

Essa música se refere a cocaína, em a maioria do começo de quem usa, escultamos o grito de dor, mas o começo dela é só felicidade, ninguém da ouvidos, parece inofensiva, e quando tu acha que tem o controle, infelizmente ela já te dominou, daí vem toda luta e dor,e o consumo dela é tão grande ainda mais no nosso círculo de amizade que é difícil desviar, e domínio dela te faz difícil de recusar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *