Categorias
Capital Inicial

Natasha

Tem Dezessete anos
E fugiu de casa
Às sete horas na manhã
Do dia errado
Levou na bolsa
Umas mentiras prá contar
Deixou prá trás
Os pais e o namorado…

Um passo sem pensar
Um outro dia
Um outro lugar
Pelo caminho
Garrafas e cigarros
Sem amanhã
Por diversão
Roubava carros
Era Ana Paula
Agora é Natasha
Usa salto quinze
E saia de borracha…

Um passo sem pensar
Um outro dia
Um outro lugar…

O mundo vai acabar
E ela só quer dançar
O mundo vai acabar
E ela só quer
Dançar, dançar, dançar…

Pneus de carros cantam…

Tchuru, Tchuru, Tchuru
Tchuru, Tchuru, Tchuru…(3x)

Tem sete vidas
Mas ninguém sabe de nada
Carteira falsa
Com idade adulterada
O vento sopra
Enquanto ela morde
Desaparece antes
Que alguém acorde…

Um passo sem pensar
Um outro dia
Um outro lugar
Cabelo verde
Tatuagem no pescoço
Um rosto novo
Corpo feito pro pecado
A vida é bela
O paraíso é um comprimido
Qualquer balaco
Ilegal ou proibido…

Um passo sem pensar
Um outro dia
Um outro lugar…

O mundo vai acabar
E ela só quer dançar
O mundo vai acabar
E ela só quer
Dançar, dançar, dançar…(2x)

Pneus de carros cantam…

Tchuru, Tchuru, Tchuru
Tchuru, Tchuru, Tchuru…

31 respostas em “Natasha”

natasha,retrata um alerta,para as mas companias,natasha largou a familia e o namorado,para seguir no mundo das drogas e do crime,e como consequencia por ter largado sua familia ,teve que se prostituir para sustentar o vicio

4
4

No geral a letra me parece uma crítca àqueles que tomam atitudes sem pensar, só pensando no momento imediato, no seu prazer de agora e ponto final sem ligar em respeitar os próximos. Fica mais claro na passagem:
“Um passo sem pensar
Um outro dia
Um outro lugar
Pelo caminho
Garrafas e cigarros
Sem amanhã
Por diversão
Roubava carros”…

Vejo a letra como um drama que inicia na adolescência,falta de atenção,drogas..levam-na a sair de casa em má companhia para o submundo de crime,prostituição e drogas e que ela acha que está curtindo,mas talvez saiba que tudo vai acabar mal e já não tenha mais como sair disso…pq se tornou outra pessoa de Ana Paula à Natasha…

Pneus de carros cantam…

Tchuru, Tchuru, Tchuru
Tchuru, Tchuru, Tchuru…(3x)
——————————-
Essa parte da música fala que o carro furou o pneu = acidente de carro

“Era na paula agora é na tacha”
Usa salto 15 saia de borracha
Baseado, era fumado na paula, e agoraé só tacha
Saia de borracha, celulose

eu adoro essa musica era ana paula agora e natasha justamante eu tenho uma amiga increviel mente e o nome dela e natasha

Tchuru, Tchuru, Tchuru
Tchuru, Tchuru, Tchuru…(3x)
____________________________
Essa parte é que ela sai dando arrancada = fugindo, correndo, não acidente de carro ¬¬

Corrigindo :
Corrijindo…

“A vida é bela
O paraíso é um comprimido” Bala.. êxtase, drogas. Não anticoncepcional ^^

vai corrigir errando? ¬.¬ é: corriGindo não corriJindo.

Nesta letra mostra uma garota inconsequente (sem amanhã) que quer a liberdade das drogas e acabava envolvendo-se com a vida fácil do crime.
“Era Ana Paula agora é Natasha” e “Sete Vidas” fica claro que ela mudava a identidade o tempo todo para não ser descoberta. No trecho “A vida é bela o paraíso um comprimido” ou seja comprimir no sentido que reprimi, oprime, tanto é que ele complementa qualquer balada ilegal ou proibido.

“Tem Dezessete anos
E fugiu de casa
Às sete horas na manhã
Do dia errado
Levou na bolsa
Umas mentiras prá contar
Deixou prá trás
Os pais e o namorado…”

Me parece que a Ana Paula/Natasha era uma daquelas jovens que é toda certinha com os pais, tem um bom namorado e vive uma vida normal. Mas, no fundo, ela quer mesmo é curtir a vida. E, no começo, ela está um pouco insegura com seus planos, e acaba até por fugir no dia errado.

“Um passo sem pensar
Um outro dia
Um outro lugar
Pelo caminho
Garrafas e cigarros
Sem amanhã
Por diversão
Roubava carros
Era Ana Paula
Agora é Natasha
Usa salto quinze
E saia de borracha…”

É claro que, para ela, fugir de casa foi um passo sem pensar. Talvez ela estivesse farta da vida chata que levava e, por causa de um surto adolescente, fugiu. Ao fugir, ela passa a viver um dia em cada lugar, beber, fumar e roubar. Ela também muda seu nome e jeito de se vestir para não ser encontrada.

“O mundo vai acabar
E ela só quer dançar
O mundo vai acabar
E ela só quer
Dançar, dançar, dançar…

Pneus de carros cantam…”

Mais uma vez o que eu disse: ela só quer curtir. O mundo pode acabar mas, desde que ela esteja dançando e se divertindo, ela está bem.

“Tem sete vidas
Mas ninguém sabe de nada
Carteira falsa
Com idade adulterada
O vento sopra
Enquanto ela morde
Desaparece antes
Que alguém acorde…”

Ao longo da música, percebemos que ela continua mudando sua personalidade para não ser encontrada, e não deixa pista nenhuma de quem é. A carteira falsa seria usada para entrar em boates e comprar bebidas, é claro. A parte sobre morder, eu acho que quer dizer que o vento sopra enquanto ela dorme com alguém ou algo do tipo, e acaba desaparecendo antes que a pessoa acorde, já que não quer que a reconheçam e não quer envolver-se com ninguém.

“Cabelo verde
Tatuagem no pescoço
Um rosto novo
Corpo feito pro pecado
A vida é bela
O paraíso é um comprimido
Qualquer balaco
Ilegal ou proibido…”

O começo da estrófe fala, mais uma vez, sobre suas mudanças. E, com a fuga e a toda a diversão que encontrou, ela percebeu que a vida é bela e o paraíso é um comprimido, que seria como uma droga, tipo MDMA.

Acho que a musica fala duma menina que fugiu de casa, para conhecer o mundo por N razoes e acabou se envolvendo com alcool, drogas e prostituicao. alias foi uma garota de programa que por concidencias da vida se chamava Ana Paula com quem eu saia que disse uma vez quando estavamos andando de carro e tocou essa musica no radio “nossa, essa musica é minha! é de mim que ele fala na musica!”

Eu intendo que é tudo de ruim em uma musica boa que uma garota pode conhecer antes de se envolver!

Já presenciei essa vida e sei bem como é!

Me diz então o que você não fez? o que você não fez?

pra não se arrepende…

Uma garota rebelde que fugiu de casa abandonando tudo para viver livre fazendo todo o tipo de loucura. Parece se envolver em roubo de carros,prostituição porém apesar das ilegalidades aparenta gostar dessa vida.

Essa música fala da experiência da nossa mente quando tomamos doce, lsd, ou alguma outra substância. Ana Paula eh a mente ‘ careta’ e a natasha eh sobre o efeito. O refrão fala, o mundo vai acabar, mas a mente esta fixada na diversão.

Não acho que se trata de uma música apenas sobre drogas e rebeldia. A Ana Paula, ou Natasha da música, é uma personagem simbólica, que poderia ser eu ou você. A música fala sobre impulso “um passo sem pensar…” que alude principalmente ao princípio animalesco, representado na psicanálise como Id. A personagem da música sofre demasiadas consequências geradas pelas suas atitudes. Não acho que o Dinho pensou nisso para escrever essa música, acho que o pensamento era fazer uma música interessante que fizesse sucesso, deu certo! Dessa forma, o maior impulso tomado foi na hora de escrever a letra. Uma observação a esse favor: repare que ele não dá um final a personagem Ana Paula. Eu até costumo dizer que se a música fosse do Legião Urbana, Ana Paula sofreria um acidente de carro rsrs (fazendo alusão que Renato Russo sempre pensava em um fim para os seus personagens, e para ele, o fim era algo ruim, basta analisar as músicas do Legião)e, se fosse do Paralamas do Sucesso, Ana Paula se arrependeria e choraria (o tom das letras do Paralamas tem esse apelo mais dramático, ao contrário do Legião que nos faz visualizar a tragédia, o Paralamas a deixa implícita, dessa forma se caracteriza triste e sensível), mas em se tratando do Capital Inicial, apesar de ser uma letra interessante, o objetivo não era chamar a atenção através dela. Já reparou os absurdos que você canta com um sorriso no rosto nessa música (alguns até balançando a cabeça rs). O objetivo era fazer sucesso, o Capital tem músicas com letras melhores, mas essas, por sua vez são ignoradas. Enfim, esta é a minha opinião sobre a música. =)
OBS: Sou um grandissíssimo fã da banda.

Ana Paula/Natasha, era uma garota sonhadora, e que vivia a base de impulsos, o pequeno mundo que ela vivia ficou pequeno então foi embora. Na minha opinião toda pessoa já quis ser um pouco de Natasha, sair, deixar tudo para trás e ir curtir a vida. o refrão “Pneus de carros cantam…Tchuru, Tchuru, Tchuru, Tchuru, Tchuru, Tchuru” significa as festas e ela fugindo e se afastando da sua antiga vida. E ela vive a flor da pele aquele ditado “viva cada dia como se fosse o último”. Essa música é baseada na adolescência e na liberdade, de ‘fazer tudo o que quer’.

Nos shows antes de cantar essa música o Dinho fala que é uma musica pras meninas que gostam de enfiar o pé na Jaca, curtir… acho que fala sobre isso mesmo, Liberdade, não seguir os padroes da sociedade

Não acredito que “más companhias” a levaram para o mundo do crime e prostituição. O que acontece na história, ao meu ver, é uma garota que tem uma vida comum, certinha e está cansada disso, quer agito, quer extravasar, quer viver intensamente a vida. Até porque foi uma decisão única e exclusiva dela. Não acredito que o termo “prostituição” se empregue aqui. Para se prostituir é necessário que haja pagamento. Qual a razão dela “Desaparecer antes que alguém acorde”? Ela não cobrou por sexo, ela se relaciona sexualmente com um cara e desaparece antes que ele acorde, por não querer se envolver, não querer compromisso. Em “A vida é bela e o paraíso um comprimido não tem nada a ver com anticoncepcional (como mencionaram), no caso são drogas mesmo, até porque vem acompanhado do termo “qualquer balaco, ilegal ou proibido”. Para mim é uma música que fala de uma garota que cansou de seguir padrões e parte para “a vida” no estilo sexo, drogas e rock’n roll, apenas por diversão.

Tem sete vidas
Mas ninguém sabe de nada
Carteira falsa
Com idade adulterada
O vento sopra
Enquanto ela morde
Desaparece antes
Que alguém acorde…

A letra nao diz que ela se prostitui, a parte que diz ‘o vento sopra enquanto ela morde’ significa que ela sai com caras pra sexo sem compromisso que e a parte do vento soprar, e some antes que o cara acorde, provavelmente carregando algumas coisas da casa do inocente sonolento, essa e a parte de morder. Na verdade quem e criminoso nao se rebaixa se vendendo, ele toma a força as coisas que quer, se protituir e se render ao sistema, aceitar o jogo capitalista e so pensar no dinheiro, capitalismo nao liga pra decencia e atitude, so pra grana. E o comprimido e extase, pra dançar a noite toda.

Ao analisarmos as letras da música.
Percebemos que o plano de natasha ,já estava sendo planejado.
Algo na vida dela não fazia sentido.
Causando um incômodo.
O que a leva ,a tomar uma atitude inconsequente, deixar para trás tudo.

Mesmo que ela tenha se arrependido.
Decidi não voltar atrás e sem escolha a única que lhe restou foi seguir firme no que ela determinou.

Onde lhe surge muitas opções sem destino certo
E ela não vê outra opção se não aceitar as propostas.

Para que ninguém tome conhecimento de quem ela é .
Prefere adotar uma nova identidade
Que passa uma idéia de alguém já totalmente desprendida da sua realidade

O que a leva ,a se distrair com alguma coisa ,que cause uma leveza e não lhe pese tanto a consciência.

Por isso pra ela sua vida tanto faz.
O que resta é fazer do que sobrou
Alguma coisa que lhe gere uma satisfação nem que seja momentânea .

E por último mostra uma versão de “natasha ” , vulgo “Ana Paula”
Totalmente já condizente com as escolhas que ela fez naquele momento inconsequente.

“Tem 17 anos e fugiu de casa…”
Percebe-se que esse música do Capital Inicial tenta impor um preconceito, um estereótipo negativo contra a adolescência. Por que a garota tem 17 anos? Justamente na adolescência? Por que os compositores dessa música não escolheu outra idade , como 30,40 ou 50 anos?!
Está música “Natasha” serve apenas para colocar o jovem,principalmente o adolescente como uma coisa ruim, um mal a ser combatido pela sociedade!
A adolescência não induz as pessoas a fazerem atrocidades,a roubar, a se drogar, a fugir de casa etc. Quem faz esse tipo de coisa é bandido, marginal e isso vai muito da índole da pessoa é o meio que ela vive.
A idade, o ser adolescente não gera esse tipo de comportamento ruim. Pensar assim é puro preconceito, ignorância!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *