Aquela Coisa

8 comentários

Raul Seixas

Meu sofrimento é fruto do que me ensinaram a ser
Sendo obrigado a fazer tudo mesmo sem querer
Quando o passado morreu e você não enterrou
O sofrimento do vazio e da dor
Ficam ciúmes, preconceitos de amor

E então, e então

É preciso você tentar
Mas é preciso você tentar
Talvez alguma coisa muito nova possa lhe acontecer (bis)

Minha cabeça só pensa aquilo que ela aprendeu
Por isso mesmo, eu não confio nela eu sou mais eu
Sim… pra ser feliz e olhar as coisas como elas são
Sem permitir da gente uma falsa conclusão
Seguir somente a voz do seu coração

E então, e então

E aquela coisa que eu sempre tanto procurei
É o verdadeiro sentido da vida
Abandonar o que aprendi parar de sofrer
Viver é ser feliz e nada mais

Mas é preciso… (2x)


8 comments on “Aquela Coisa

  1. Rafael Andrade disse:

    Bem, vamos lá! Imaginem que muitas das coisas que você aprendeu na vida, está errado! Você acredita nas leis de ação e reação do universo? Se sim, as colocaria em prática ou seguiria tudo o que aprendeu de errado? Pois é isso que Raul diz, e de forma clara: coloque a força de seu subconsciente pra funcionar! Esse é o segredo da vida, é um Dom que Deus deu a todos os seus filhos. Pense no bem, no bom, no amor, e será isso que colherá em sua vida!

  2. Gustavo Fartes disse:

    Para os misticos o ego é o gerador de todo o sofrimento humano é o que nos prende no mundo do samsara(Budismo) ou dos jogos (timoty). Tudo que nosso ego quer é sobreviver, para isso nossa mente cria uma versao da realidade para tentar controla-la para medir e prever os acontecimentos futuros, desde pequenos somos ensinados a sermos responsaveis e comedidos. Dai “Minha cabeça só pensa aquilo que ela aprendeu”.
    Muitos nao compreendem a ideia do dualismo entre “a minha cabeça”e “eu sou mais eu”. O dualismo existe enquanto existir a cabeça e o eu aparece no momento que deixamos de ser o ego e passamos a ser a mente universal ou deus se assim quiser, dai a ideia de nirvana (budismo)e do fim do sofrimento.

  3. marcia lima disse:

    Devemos nos livrar de tudo qoue foi nos ensinado,aquela coisa mecânica,já pronta.a gente sofre porque,não é fácil formular conceitos novos(principalmente para aquela época de Raul)Ou deve estar falando da ditadura”por isso não confio nela,eu sou mais eu”

    • “Minha cabeça só pensa aquilo que ela aprendeu
      Por isso mesmo, eu não confio nela eu sou mais eu.
      Sim… pra ser feliz e olhar as coisas como elas são
      Sem permitir da gente uma falsa conclusão
      Seguir somente a voz do seu coração”
      Querem entender direitinho isso aqui, leiam o livro, “O Poder do Agora”.

  4. ariany disse:

    significa ter uma cabeca aberta para novas coisas e n fik preso no passado deixar de sofrer e viver uma coisa diferente

  5. Weslley Geremias disse:

    Se escutarmos essa música e a música “Quando você crescer” da pra enxergar uma conexão entre as duas. Na música “Quando você crescer”, Raul fala da vida cotidiana a qual a maioria das pessoas “sonham”, eu coloco a palavra sonham entre aspas, pois é um sonho que não é da pessoa e sim um sonho do seus pais, talvez, um sonho que está lá na prateleira pronto pra alguém ir lá e pegar, enfim um sonho terceirizado. Já nessa música Raul fala pra nós esquecermos os pensamentos, idéias, sonhos, que não são nossos e sim terceirizados, esquecendo esses ideais terceirizados passamos a viver realmente, pois transcenderemos uma barreira importante na nossa vida, seremos felizes, mas a felicidade será sincera e não uma felicidade artificial.

  6. chris disse:

    raul fala aqui que aprendemos oque foi dado pela nossa criação/cultura, em outro ponto de vista…vivenciamos e temos que engolir…tudo mesmo sem querer…e podemos sim tentar olhar por outro lado e ver tentar coisas caminhos diferentes, e não seguir oque o mundo capitalista nos mostra…
    abandonar que aprendi e parar de sofrer….mas é preciso vc tentar..

  7. saiba mais disse:

    adoro essa música me lembra coisas boas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.