Fome do Cão

2 comentários

Raimundos

A fila é circular e só acaba quando o primeiro chegar
Comedor de jaca, mão-de-cola
Pra ela me dar o endereço, é só ver de onde o vento vem
Se fizer de refém, nunca mais tô de bem
Bombom, camarão, mulher boa é violão
Bicho bom lá do sertão que caiu na minha mão
Quem sabe ele ainda dê a volta certa
Antes que dê merda e eu engula de cambota
Mas eu tô sossegado, barrunfeiro véi do rock
Pra gata pagar um bock até torei os dreadlock
Presentinho da moça, ela tira da calcinha e a gente sorri
Hoje em dia a coisa pura é novidade
E aceito de coração o camarão com catupiry
E não quero nem saber da sua idade
Pode vir, bota fé, que eu boto a roupa
Se alguém já beijou é sopa, a boca da menina é mé
E eu vou, Lexotan, solto na vida
Dono das puta parida, só pegando aquela que não der!

Fome do cão, fome do cão, fome do cão, fome do cão
O ronco da lara é da fome do cão
O ronco do bucho é da fome do cão
Fome do cão, fome do cão, fome do cão, fome do cão
O ronco da lara é da fome do cão
O ronco do bucho é da fome do cão

O fim vem logo antes do começo
E um relógio do avesso dá o sentido natural
Pros amigo que é de preza, toda noite a gente reza
E pede sempre o bem pra Ele que tem a força maioral
É lá no buco que o feeling
Se faz presente, unindo o corpo e a mente
E quando eu descer, que ela rode
Eu vou tranqüilo com a pulsação a mil
E se eu ver o que ninguém viu
Desculpa aí, moleque, não fode!
Do cerrado com a minha vara
Eu vou tocando a onça e assumo a responsa
Pra no fim do dia derrubar uma cerva
Como um amigo velho me falou:
“Dessa vida, moleque, tu só leva a vida que tu leva!”

Fome do cão, fome do cão, fome do cão, fome do cão
O ronco da lara é da fome do cão
O ronco do bucho é da fome do cão
Fome do cão, fome do cão, fome do cão, fome do cão
O ronco da lara é da fome do cão
O ronco do bucho é da fome do cão
Fome do cão, fome do cão, fome do cão, fome do cão
O ronco da lara é da fome do cão
O ronco do bucho é da fome do cão
Fome do cão, fome do cão, fome do cão, fome do cão
O ronco da lara é da fome do cão
O ronco do bucho é da fome do cão


2 comments on “Fome do Cão

  1. Ronnyê disse:

    Essa musica aborda temas polêmicos, como pedofilia (E não quero nem saber da sua idade), Drogas (E aceito de coração o camarão com catupiry, É lá no buco que o feeling Se faz presente, unindo o corpo e a mente) e também das revistas policiais (Antes que dê merda e eu engula de cambota) e tambem das leis da vida (“Dessa vida, moleque, tu só leva a vida que tu leva!”)

  2. Hannah disse:

    “Ronco da Lara, fome do cão”: Lara remete à “larica”, fome depois que se fuma maconha.
    “A fila é circular e só acaba quando o primeiro chegar”: Rodinha que fazem pra fumar maconha.
    “Pra ela me dar o endereço é só ver de onde o vento vem”: Sentir o cheiro da erva queimando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.