Raimundos

El Mariachi

Quantos motivos estão escondidos
Olha que a vida ainda nem começou
Quantas histórias nessa trajetória pequena que o tempo levou
O velho abrigo, não está destruído
Nem digo onde vou
Nem toda derrota precede a vitória
Quem foi quem perdeu, quem ganhou?

Quando as gotas de lágrimas caem
São pelas mesmas palavras dos lábios que saem
Sinceridade nem sempre faz bem
E se a verdade não vai libertar

Ontem eu vi você sorrir pra mim
Como num sonho distorcido
E sem final feliz

Quando as gotas de lágrimas caem
São pelas mesmas palavras dos lábios que saem
Sinceridade nem sempre faz bem
E se a verdade não vai libertar
Quando as gotas de lágrimas caem
São pelas mesmas palavras dos lábios que saem
Sinceridade nem sempre faz bem
E se a verdade não vai libertar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>