Ira!

15 anos

Quando me sinto assim
Volto a ter quinze anos
Começando tudo de novo
Vou me apanhar sorrindo

Seu amor hoje
Me alimentará amanhã
Eis o homem
Que se apanha chorando

Vivendo e não aprendendo
Eis o homem, este sou eu
Que se diz seguro
Que se diz maduro

Seu amor hoje
Me alimentará amanhã
Eis o homem
Que se apanha chorando

Vivendo e não aprendendo
Eis homem, este sou eu
Que se diz seguro
Que se diz maduro

Seu amor hoje
Me alimentará amanhã
Eis o homem

0 comentário sobre “15 anos

  • Interpretador disse:

    A letra aborda os sentimentos de um homem que se apaixonou.

    A principio ele diz que volta a ter 15 anos, em plena adolescência no qual as pessoas passam por medos e inseguranças do que virá no futuro, o que serão quando adultos, e ao mesmo tempo certa esperança de que as coisas deem certo, nesse caso que o relacionamento dê certo, ao dizer que vai se apanhar sorrindo.

    Mas a insegurança pela paixão faz com que ele perca toda sua firmeza de homem adulto, no trecho que se diz maduro e seguro. Então ele se vê refém dessa paixão e tem medo que um dia ela acabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>