Categorias
Hateen

1997

Mil novecentos e noventa e sete
Novembro ainda me lembro
Era fim de ano eu não tinha nada e você um novo emprego
Foi quando tudo aconteceu
A vida era difícil mas juntos tudo estava bem
Algumas brigas claro mas isso é tão normal quando se quer alguém
Como eu quis você

Eu quis matar todos seus amigos
Falsos e fingidos que sorriam ao me ver
E encontrava companhia num copo de bebida, um cigarro ou outra droga qualquer
Já que eu não tinha mais você

Reaprender o caminho pra casa não foi algo tão simples
Nos primeiros dias eu me perdia nos meus passos sem você, eu mal sabia o que fazer
De vez em quando a gente se encontrava nas escadas eu tentava dizer algo e você sempre dava risada, tudo vai acabar bem

Quase dez anos depois
Eu consigo entender
Que eu tinha que continuar fosse com ou sem você
Nem sei como cheguei aqui
Mas saiba que eu estou feliz
A sua falta quase me matou, hoje eu tenho tudo o que eu sempre quis

1997, ainda me lembro de tudo o que eu quero esquecer

2 respostas em “1997”

Bom, certamente essa música se trata de uma experiência amorosa em 1997, que foi um tanto desastrosa.
Na música aparecem fatos que puderam contribuir para que essa relação tenha se tornado desastrosa, como o desemprego e o ciúme para com os amigos falsos e fingidos da garota.
Essa música também fala de superação, pois depois de tudo o que aconteceu, conseguiu-se superar, mesmo que fosse “quase 10 anos depois”, porém é uma experiência que nunca conseguiu-se esquecer “ainda me lembro de tudo que eu quero esquecer”.

” Eu tentava dizer algo, você sempre dava risada. Tudo vai acabar bem.. ” Acho que a relação acabou por algum motivo de saúde de um dos dois, talvez um deles morreu e o outro teve que seguir sua vida.. Jamais esquecendo do seu amor..

1
3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *