Tango

Foi difícil entender,
impossível de acreditar,
uma vida devotada
embasada em sobreviver.

Mais que qualquer ideal
sobressai o teu amor,
não há ruas, partidos e regras para te deter.
Mais que uma instituição feita para deformar,
liberdade e emoção me permitiram sonhar.

Tu és a vida real,
e sempre esteve de pé,
nunca reclamou da batalha que é criar.

Sociedade e discriminação,
cabeça erguidaa enfrentar,
nenhum patriarcado ou família te fizeram calar.

Não há nada a provar,
eu já posso entender.
O que pode ser mais rebelde depois de você?

Forte, viva e a sorrir
sua vitória deve insultar a todos que preferem te ver a chorar.
Acredite aprendide mais,
seu silêncio constrangedor.
Liberdade é muito mais que palavras a dizer.

Gostaria de agradecer,
espero um dia retribuir,
coração do meu céu, por favor, seja feliz!

Agora vem a tua vez!
Usufrua do teu amor,
sua prole sobreviveu
e só resta agradecer…

São Marias, Heloisas, Severinas,
Bernadetes, Rosas, Marisas, Izauras,
Valescas, Elianas e Martas,
Mulheres Fortes
Que sobreviveram

Um comentário sobre “Tango

  • Hugo Sales disse:

    Uma das músicas mais lindas do Dead Fish. Acho que la madre merecia essa homenagem, bem como todas as mães que sofrem na “batalha que é criar”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>