A Montanha

Engenheiros do Hawaii

Compositor(a) da letra: Humberto Gessinger

Álbum da letra: MINUANO

Ano de lançamento: 1996

10 comentários

Nem tão longe que eu não possa ver
Nem tão perto que eu possa tocar
Nem tão longe que eu não possa crer que um dia chego lá
Nem tão perto que eu possa acreditar que o dia já chegou

No alto da montanha, num arranha-céu
No alto da montanha, num arranha-céu

Se eu pudesse, ao menos
Te contar o que se enxerga lá do alto
Com céu aberto, limpo e claro ou com os olhos fechados
Se eu pudesse, ao menos, te levar comigo lá

Pr’o alto da montanha, num arranha-céu
Pr’o alto da montanha, num arranha-céu
Sem final feliz ou infeliz…atores sem papel
No alto da montanha, à toa, ao léu

Nem tão longe, impossível
Nem tampouco lá… já

No alto da montanha, num arranha-céu
No alto da montanha, num arranha-céu
Sem final feliz ou infeliz…atores sem papel
No alto da montanha, num arranha-céu




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 comentários para a letra “A Montanha

  1. Theo disse:

    Sempre que ouço essa música me lembro da palavra utopia hahaha

  2. Gabriel disse:

    Parece metáfora para amor não correspondido, onde o eu lírico entende que caso o interlocutor desse oportunidade de se fazer conhecer, a situação certamente seria outra.

  3. flavio eduardo disse:

    essa musica na minha opinião vai alem depende do que vc entendi da letra,mais numa fase da minha vida em que a unica saida que eu via que ao mesmo tempo era fácil e covarde essa musica toco Nem tão longe que eu não possa ver
    Nem tão perto que eu possa tocar
    Nem tão longe que eu não possa crer que um dia chego lá
    Nem tão perto que eu possa acreditar que o dia já chegou
    Pra quem sabe ler um pingo é letra.

  4. johano disse:

    Tudo leva a crer que faz alusão ao suicídio, la de cima não é tão longe para os olhos enxergarem mas também não é perto para tocar o chão… somente conseguira após pular com olhos abertos ou fechados.

  5. Alex Nietzsche disse:

    Pra mim,essa musica falava de vc ter um objetivo e depois q vc alcança(chega no topo)percebe q nao era grande coisa!tipo vc escala uma montanha depois q chega no topo essa montanha perde a graça e vc vai querer escalar outra maior e assim sucessivamente e nunca ficara satisfeito com nada.

  6. Salomão disse:

    Essa música fala sobre um relacionamento tóxico, que terminou recentemente, onde o eu lírico é vítima das maldades de uma pessoa já compromissada (sua ex). Dessa forma, a pessoa mantém o seu atual relacionamento e ainda quer ter como “segurança” o seu ex, mas não pode ficar perto demais dele (para não tocar), nem tão longe (que não possa ver) para que quando o atual pisar na bola ela possa voltar para o ex.

  7. Luis F disse:

    No meu ver a música em questão se refere a um determinado objetivo, um sonho ou meta, que quando você o estabelece ele é praticamente impossível de alcançar, a medida em que estamos próximos a conquistá-lo, é de fato a fase em que mais estamos eufóricos com o mesmo, e ao atingi-lo percebemos que a vida segue, que agora estamos ali, e não é um final feliz, só o fim de uma jornada. Por isso ele se refere a “nem tão longe que eu não possa ver, nem tão perto que eu possa tocar” pois é a melhor fase na caminhada para se conseguir algo que queremos de fato, e ao atingir estamos “no alto da montanha, no arranha céu, à toa, ao léu” e “sem final feliz ou infeliz” pois ao atingirmos esta meta, ao conquistarmos tal objetivo, percebemos que aquilo não é o fim, a outras metas a serem atingidas, e que não conseguimos passar para os outro a alegria que sentimos em ter atingido aquele determinado objetivo “se eu pudesse ao menso te contar, o que se enxerga lá do alto”.
    Pelo menos é o que essa música significa para mim, coloquei ela como minha música de formatura na faculdade, pois foi assim exatamente que eu me senti, depois tive que fazer exame de suficiência, que passei na primeira oportunidade e por último arrumar emprego na área em que me graduei, e de fato a fase em que estava mais eufórico eram a fase de formatura, ou pré formatura, depois que passei pelo exame de suficiência, pois ao passar tenho uma conta anual para pagar (risos) e quando saiu o resultado do concurso em que passei, pois depois veio além do salário, que era almejado, uma responsabilidade maior, o julgamento de mérito por parte das outras pessoas, ou seja a melhor parte de tudo é a citada na música “nem tão longe que eu não possa ver, nem tão perto que eu possa tocar”, pois não importa qual o seu sonho, depois de realiza-lo você irá querer algo maior, e isso faz parte da vida, todos nós queremos evoluir.