Engenheiros do Hawaii

A onda

Força não há capaz de enfrentar
Uma idéia cujo tempo tenha chegado
A força não é capaz de salvar
Uma idéia cujo tempo tenha passado

Força não há capaz de enfrentar
Uma idéia cujo tempo tenha chegado
É impossível domar a força do mar
Pra pegar a onda tem que estar
Na hora certa num certo lugar
Pra pegar a onda, deixa estar:
Deixa a onda te pegar

Pra pegar a onda tem que estar
Na hora certa num certo lugar
Pra pegar a onda, deixa estar:
Deixa a onda te pegar

0 comentário sobre “A onda

  • Na musica, Humberto chama a atenção para a questão da moda(onda), a qual influencia a todos na sociedade comtemporânea.

  • Não acredito que seja apenas moda mas, sim, toda uma forma de conceber a vida em sociedade e a “distribuição” de poderes que permeiam nossa vida. No fim, uma reconfiguração de posições entre os que mandam e os que seguem.

  • Dverson Rebouças disse:

    Na verdade a letra refere-se a questão da hora e da força de fazermos algo seja um projeto simples a uma mudança radical.quando a hora chega(TEMPO NA LETRA)não há força que pode travar (ENFRENTAR) isso, mais tbm não podemos deixar o TEMPO passar pois não haverá força capaz de salvar uma oportunidade perdida. A ONDA não se refere a MODA e sim a hora certa de fazer as coisas pegar a onda,deixar a onda da boa ideia te levar.
    VIVA ENGENHEIROS DO HAWAII.

    3
    1
  • Ana Paula disse:

    Resume-se em uma frase: Nenhuma força é capaz de destruir um sonho, basta correr atrás e se deixar levar por ele (o sonho). DEMAIS!!

  • Hugo Costacurta disse:

    É uma ideia reacionária…
    Se você não fazer parte do sistema, remar contra a corrente só pra exercitar, como cita Cazuza, tentar domar a força do mar, vai acabar se afogando…
    Vão te chamar de Otário, como na letra de Dom Quixote

  • Jonathan disse:

    Pra mim a letra está bem clara. Pra pegar a onda tem que estar no lugar certo e na hora certa. Porque depois que ela passou, não há força no braço que seja capaz de recuperá-la.

    A onda aí é um momento especial. Quem já não perdeu um momento especial e depois percebeu que é tarde demais para voltar atrás?

    ”A força não é capaz de salvar
    Uma idéia cujo tempo tenha passado”

    Se naquele momento você só deixasse a onda te pegar, talvez você estaria bem melhor agora. Muitos não a pegam por medo, talvez ela fosse muito grande.

  • Marcos Lupp disse:

    A letra fala de ideologia, dos grandes pensamentos coletivos da humanidade. De tempos em tempos a humanidade passa a acreditar em certas coisas e desacreditar outras. Depois vem uma analogia do poder das ideias/ideais/ideologias com o poder do mar. Nós na nossa individualidade podemos sobreviver ao mar mas não enfrentá-lo. Nesse contexto nos cabe entrar na onda.

    Mas enfim se é mesmo impossível domar a força do mar e se não queremos entrar na onda, espero que seja possível ao menos não fazer nem um nem o outro e ficar na margem mesmo

  • Concordo com o último comentário. A música fala sobre ideias. Em certos períodos algumas ideias tomam conta da sociedade e não tem como para-las. Por outro lado ideias retrogradas são superadas e não há força que as recupere.

    PS: Estou há alguns dias da eleição de 2018 e os 3 candidatos mais cotados são Bolsonaro, Haddad e Ciro Gomes. Se vc veio do futuro responda ai qual ideia sobreviveu e qual morreu.

  • Acredito que faça mais sentido crer que essa música se refere ás oportunidades que a vida nos dá; que tem o momento certo para algo acontecer e que temos que estar preparados e abertos para as mudanças e agarrar as oportunidades porque depois que elas passam não há nada que seja capaz de fazer aquela chance retornar. Creio que deixar a onda te levar significa saber viver e ir remando ou surfando na mare´ da vida, enfrentando as tempestades sem jamais desistir de seus objetivos ou ideais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>