Dead Fish

Me Ensina

Preciso acordar e não me notar,
Preciso vencer sem sequer ganhar
Preciso precisar sem sequer ter
Eu quero ser e não perceber
Por te amar e não te ter
Entender sem estudar
Me ensina a tirar essas marcas e encontrar … o meu verdadeiro … me ensina.
Vou te olhar de frente então
Enfrentar a contradição
Sem minha máscara vou sorrir.
Marcas de uma educação
Ranços de uma herança que se vão
O poder de observar… observar e não ter poder
O verbo que devo calar
As palavras que você não vai ler.
Me ensina a tirar essas marcas e encontrar … o meu verdadeiro … me ensina.
E agora amor, vou poder ser feliz.
Esqueci teu nome.
Seremos eu de verdade.
Esqueci meu nome.
E aprenderemos diariamente a desaprender e a viver como realmente somos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>