Chico Science & Nação Zumbi

Monólogo ao Pé do Ouvido

Modernizar o passado
É uma evolução musical
Cadê as notas que estavam aqui
Não preciso delas!
Basta deixar tudo soando bem aos ouvidos
O medo dá origem ao mal
O homem coletivo sente a necessidade de lutar
o orgulho, a arrogância, a glória
Enche a imaginação de domínio
São demônios, os que destroem o poder bravio da humanidade
Viva Zapata!
Viva Sandino!
Viva Zumbi!
Antônio Conselheiro!
Todos os panteras negras
Lampião, sua imagem e semelhança
Eu tenho certeza, eles também cantaram um dia.

Um comentário sobre “Monólogo ao Pé do Ouvido

  • Isabella disse:

    A música retrata fielmente o momento que a música brasileira está passando, com suas altas produções, vazias de letras e notas, produz-se somente uma base agradável aos ouvidos, joga-se uma letra repetitiva e coloca-se um corpo bonito pra cantar.

    A segunda parte fala da luta pela igualdade racial e, ao final, demonstra a certeza de que o canto dos negros da época era verdadeiro e influente, diferente do que vemos na música popular de hoje.

    6
    4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>