Categorias
Chico Buarque

Meu Caro Amigo

Meu caro amigo me perdoe, por favor
Se eu não lhe faço uma visita
Mas como agora apareceu um portador
Mando notícias nessa fita

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n'roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol

Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

Muita mutreta pra levar a situação
Que a gente vai levando de teimoso e de pirraça
E a gente vai tomando e também sem a cachaça
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo eu não pretendo provocar
Nem atiçar suas saudades
Mas acontece que não posso me furtar
A lhe contar as novidades

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n'roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol

Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

É pirueta pra cavar o ganha-pão
Que a gente vai cavando só de birra, só de sarro
E a gente vai fumando que, também, sem um cigarro
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo eu quis até telefonar
Mas a tarifa não tem graça
Eu ando aflito pra fazer você ficar
A par de tudo que se passa

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n'roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol

Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

Muita careta pra engolir a transação
E a gente tá engolindo cada sapo no caminho
E a gente vai se amando que, também, sem um carinho
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo eu bem queria lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se me permitem, vou tentar lhe remeter
Notícias frescas nesse disco

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n'roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol

Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

A Marieta manda um beijo para os seus
Um beijo na família, na Cecília e nas crianças
O Francis aproveita pra também mandar lembranças
A todo o pessoal
Adeus

34 respostas em “Meu Caro Amigo”

O amigo exilado em outro país deveria saber notícia do Brasil, mas as correspodencias eram violadas portanto deveria ser cuidadoso com o que se escrevia e talvez uma gravação em fita fosse mais segura, desde que levada por um portador de confiança. Ele aproveita para criticar a paixão desmedida do povo brasileiro pelo futebol e pelo carnaval que o cega para os problemas reais. Tem dias que são bons e outros ruins, muito dificil o custo de vida, muita mutreta, muita maracutaia que o povo tem que engolir. A embratel tinha tarifas exobitantes para inibir a comunicação entre rebeldes, além da vigilância dos grampos. “A gente vai tomando” esse tomando pode significar as porradas que eram distribuidas gratuitamente…

14
2

O amigo exilado em outro país deveria saber notícia do Brasil, mas as correspodencias eram violadas portanto deveria ser cuidadoso com o que se escrevia e talvez uma gravação em fita fosse mais segura, desde que levada por um portador de confiança. Ele aproveita para criticar a paixão desmedida do povo brasileiro pelo futebol e pelo carnaval que o cega para os problemas reais. Tem dias que são bons e outros ruins, muito dificil o custo de vida, muita mutreta, muita maracutaia que o povo tem que engolir. A embratel tinha tarifas exobitantes para inibir a comunicação entre rebeldes, além da vigilância dos grampos. “A gente vai tomando” esse tomando pode significar as porradas que eram distribuidas gratuitamente…

5
1

Pode ser que seja uma interpretação ingênua, é óbvio que a música tem suas alfinetadas politicas. Mas nada demais é dito ali, nenhuma novidade, a vida do pobre sempre foi dureza.
Tenho cá pra mim que o “amigo” estava um pouco mais longe.
Por ser um choro, pela participação acentuada da flauta, com virtuosidade, apelo “aqui na terra…”
vejo essa canção como uma homenagem a Pixinguinha,
a quem todos tinham imensa admiração. Homenagem, ainda que recheada de desabafos.

6
4

A letra da musica na realidade é uma carta escrita a um amigo que esta exilado em lisboa por causa da ditadura militar no brasil na epoca de 1976.
como os autores e escritores não podiam falar abertamente o que se passava no brasil na epoca (pois se analisarem o tempo da ditadura quando eram feita musicas haviam militares incumbidos de fazer as revisões para que nada fosse divulgado concernete ao tempo de horror que estava-se vivendo no brasil ,chico buarque escreve esta canção -carta para informar ao amigo,que no brasil as coisas estavãm iguais a quando o mesmo teve que fugir para lisboa, porque era contra o regime militar.
a estrofe que que se refere a Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock’n’roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol
chico buarque usa de ironia (contrário)
para dizer ao amigo que nada mudou ;quando o mesmo refere que para aguentar a situação e necessario viver de aparencia idealizar uma falsa alegria que se consuegue com cachaça ,cigarro,carinho.

É necessário sempre que desejar interpretar uma musica se fazer saber em que época foi escrita.

Só quero te dizer que isso, tecnicamente, não é irônico… é pretensioso. Ironia se classifica quando você diz uma coisa e todo contexto diz outra, deixando claro que aquilo que você disse não verdade é o contrário…

A letra é um recado para o amigo Augusto Boal que se encontrava asilado.
Tudo que dizia respeito ao Chico era censurado, então a forma encontrada de “falar” e homenagear o amigo foi a letra de meu caro amigo, em parceria com Francis Hime.
A mensagem em si., é que a coisa aqui ta preta, e ninguém faz porra nenhuma no sentido de melhorar., então a saida é o cigarrinho, uma cachaça ., pra segurar o rojão.
Por acaso hoje é diferente ?… continua tudo igual, exceto a repressão e censura…. ou seja mudamos muito pouco
É uma pena., este País tinha tudo pra ser o melhor lugar do mundo.., com o imposto que se paga.. daria pra colocar tapete vermelho pra qualquer brasileiro que recorresse a qualquer serviço público.

4
1

Além de uma letra bem escrita temos também um ritmo descontraído e, cuja determinadas passagens, eleva-se a uma categoria de tristeza e saudade.

Augusto Boal disse que a carta cantada por Chico Buarque traz a mensagem: ‘não volte para o Brasil, não é a hora ainda’. Chico pede desculpas ao amigo dele pela sua mensagem que porta a dor com as más notícias: ‘ a coisa aqui ‘tá preta’. ‘Portador’ e ‘porta a dor’ são homófonas. Chico não podia enviar cartas pelo correio ou telefonar por que havia censura. Havia também espiões da Polícia Militar por toda a parte no Brasil. Muitas pessoas foram presas, exiladas e/ou mortas. Muitas delas desapareceram. Os espiões e a censura faziam do correio e do telefone um risco. ‘Risco’ se parece com a palavra ‘arisco’, que quer dizer ‘desconfiado’. ‘Sambar’ significa ‘ser preso’, ‘choro’ pode representar um gênero musical ou também lágrimas e tristeza por causa da tortura. Há mais palavras de duplo sentido: ‘birra’ significa ‘teimosia/resistência inútil’, mas pode querer dizer também ‘cerveja’ ou até mesmo ‘maconha’. ‘Cachaça’ pode sinalizar também ‘teimosia’. Futebol, samba e carnaval foram símbolos da identidade nacional brasileira, que o Governo propagandeou para unir o País. Rock’n’Roll pode remeter à cultura Hippie ou ao consumo de drogas nos anos 60.

Discordo da interpretação de vocês , porem ressalto que em uma mesma letra existem muitas possíveis.

O texto inicialmente pode levar a crer que se trata de uma mensagem escondida mas isso não pode ser verdade pois o mesmo é muito mais visado , por se tratar de uma música , do que uma simples carta ou um telefonema.

Quando o personagem diz que quer mandar uma mensagem para o amigo na verdade ele esta mandando uma mensagem para o ouvinte : “a coisa aqui ta preta ” , alem de duras críticas sobre serviços prestados pelo Estado como telefonia , correios ; e usa da ironia dizendo que não pretende provocar saudades no “amigo”

Para finalizar , o emprego de ” ninguém segura esse rojão’ ´ é um trocadilho com ” ninguém segura esse país” , propaganda utilizada pelo governo militar

Abraços

1
2

Essa música eh uma espécie de carta ao Augusto Boal, exilado na Itália:

“Meu caro amigo me perdoe, por favor
Se eu não lhe faço uma visita
Mas como agora apareceu um portador
Mando notícias nessa fita”

Chico conta como vão as coisas aqui destacando “acontecimentos” referentes a ditadura:

“Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock’n’roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol

Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta”

“Meu caro amigo eu quis até telefonar
Mas a tarifa não tem graça”

“Meu caro amigo eu bem queria lhe escrever
Mas o correio andou arisco”

Ao final da letra, Chico registra um beijo de Marieta Severo, sua esposa na época, para Cecília, esposa de Boal, dramaturgo que implantou o teatro de arena no Brasi. Francis certamente era Francis Hime, autor da melodia. E encerra a música como uma carta mesmo:

“Adeus”

Enfim, a letra é uma crítira a ditadura, mais especificamente ao exilio, censura, etc. Retratada com a genialidade e talento único de Chico Buarque de Hollanda.

´´Meu caro amigo eu bem queria lhe escrever
Mas o correio andou arisco´´
Ao ouvir essa parte,tive a impressão de que o Chico queria falar assim: Mas o correio andou a escon….(der).Se voces ouvirem essa parte, poderão reparar que a sonoridade usada por ele para dizer ´´arisco´´ é muito semelhante à expressão imcompleta de ´´ a escon…´´.Essa expressão seria ´´a esconder´´, ou seja, o correio andava escondendo as cartas.E isso faz todo sentido,pois na época, em função da censura imposta pela ditadura, o correio escondia de fato as cartas que pareciam suspeitas.Nao sei se voces concordam com essa colocação, mas é bem interessante.Ouçam essa parte e tentem achar alguma semelhança.

gente essa música é muito clara, é para um amigo exilado na época da ditadura, e quando ele fala que o correio anda arisco ele quer dizer que na época os militares anizavan tudo que era mandado para o correio, e atavés dessa canção ele tenta deixa-lo a par de tudo que se passa na medida do posível.

esse texto permite nos descobrir muita coisa sobre o locutor/ emissor . caracterize o a parti do que o texto nos fornece.

O modo como o emissor se dirige ao receptor revela o tipo de relacionamento que eles tem?Evidencie essa relação, explicando-a.

Grande Chico, o único dos artistas que não se vendeu ao poder midiático. Porisso, sempre que ouço falar em ídolo, quase que sem querer, me vem seu nome à cabeça. E, a prova literal de que a censura explícita daquela época ainda existe, de forma velada nos tempos atuais, está na própria mídia, seja falada ou televisa, que o ignora, e o coloca no mais surdo esquecimento. Pra quem não sabe, Chico Buarque, ganhou os mais importantes prêmios da literatura no Brasil e Internacional, e como sempre, a nossa famigerada mídia fez de conta que não viu. Imaginem o carnaval que fariam se o premiado fosse, por exemplo, o multimidia Caetano…(Com todo respeito que me merece).
Nessa canção,onde ele diz “Eu ando aflito pra fazer voce ficar a par de tudo o que se passa” é mais ou menos o que sinto nesse momento em que tento passar a quem ainda reluta acreditar no que ora digo.

Essa foi uma das canções que Chico Buarque fez na ditadura. Ela é uma carta em forma de música e foi composta para o seu amigo Augusto Boal e sua esposa Cecília, um dos maiores dramaturgos brasileiros, quando esse estava exilado em Lisboa, Portugal. Nela, Chico retrata a situação em que se encontrava o Brasil, sob a pressão da ditadura militar. A canção foi lançada originalmente num disco de título quase igual, chamado Meus Caros Amigos, do ano de 1976.

A Música na época da ditadura era uma das poucas expressões utilizadas por artistas para exprimir a revolta com a ditadura que imperava em nosso país.A análise que faço da letra desta música é que ele (Chico Buarque) descrevia para seu amigo exílado fora do Brasil ,a atual situação do nosso país e naquela época a maneira mais segura de enviar notícias entre rebeldes eram através de contrabandistas que lvavam cartas,fitas e outros meios de comunicação para transmitir notícias.Por fim quando Chico refere que o correio “Andou arisco” ele refre-se a violação das correspondências.Quanto ao Telefonemas eram grampeados e as pessoas “tratas como subversivéis” eram torturas até mortas.

Chico faz essa música para comunicar-se com seu amigo Tom Jobim. Na época ele anda era casado com a atriz Marieta Severo e ele inclusive menciona na música que ela manda lembranças e tal… Claro, assim como outras músicas do Chico, essa também foi feita para burlar a censura.

A música Meu Caro Amigo, é uma carta-cassete que Chico Buarque e Francis Hime mandaram para seu amigo Augusto Boal que estava exilado em Lisboa e queria receber notícias do Brasil, mas como as cartas eram violadas era difícil mandar notícias sobre a ditadura e talvez uma fita cassete fosse mais segura. Na música ele critica a economia brasileira e a insastifação do povo brasileiro. No final ele fala: A Marieta manda um beijo para os seus Um beijo na família, na Cecília e nas crianças
O Francis aproveita pra também mandar lembranças
A todo o pessoal
Adeus. Cecília era a esposa de Augusto as crianças eram os filhos de Augusto Francis é o homem que ajudou Chico Buarque a fazer a música e a todo o pessoal eram os outros homens e mulheres que estavam exilados junto com Augusto esperando notícias. Bjs!! epero que tenha ajudado, estou fazendo um trabalho de História e temos que cantar uma música da Ditadura e depois explicá-la e eu escolhi essa. Falam se minha explicação esta boa, pelo menos para uma menina de 14 anos 😀 obrigada.

gostaria que dissessem o que significa ” é pirueta pra cavar o ganha-pao, que a gente vai cavando só de birra e de pirraça” ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *