Balança Brasil

Ah! Meu Brasil!
A cidade foi pro mar
Rio de Janeiro redentor
Braços abertos
Prá quem chegar
(Chegar!)
Eu vi o céu no azul
Dos olhos da menina
Peguei a estrada prá Vitória
Fui rever minha capixaba
(Capixaba!)…

Ah! Meu Brasil!
Salvador é logo ali
Bahia boa tem canoa
Mulher boa e a gente à tôa
(À tôa!)
Meu samba reggae
Arrasou lá no Sergipe
Em Alagoas, Pajuçara
Praia Olinda
Oh! Meu Nordeste!…

Ah! Meu Brasil!
Naquela noite em Pernambuco
Olinda, Olinda, Recife
Fazer amor na areia
De Boa Viagem
No céu, a tietagem
Em Itamaracá…

Ah! Meu Brasil!
Forrobodó na Paraíba
Meu Rio Grande, Natal
Fale arretado
Quadrilha prá todo lado
São João cai animado
No forró de lá…

Ah! Meu Brasil!
De noite é bom no Ceará
Mulher gostosa de lambar
Quem sabe a gente
Ainda se encontra
Por lá…

Agita Brasil!
Adoro te ver contente
Agita Brasil!
O sonho de tanta gente
Agita Brasil!
Sacode esse meu país
Prá gente ser feliz
(Feliz!)…

Agita meu Brasiiiil!

Ah! Meu Brasil!
São Luís do Maranhão
Cai no reggae de vez
Lá o Brasil foi prá Jamaica
(Jamaica!)…

No Piauí quase casei
Em Teresina
Tem a Jorgete, a Luzinete
A Bernadete, a Carolina
(Carolina!)…

Ah! Meu Brasil!
Chegando em Belém do Pará
Arrebentei no carimbó
No sirimbó e no merengue
(Merengue!)
No Amazonas, em Goiás
Em Mato Grosso
Fui bóia fria, fui caboclo
Vi a fauna, que colosso…

Ah! Meu Brasil!
São Paulo não é só garôa
Meu Rio Grande do Sul
Tem a bombaxa, o fandango
Tem a raça, chimarrão
Boa cachaça
Oh! Meu Paraná!…

Ah! Meu Brasil
De lá de Santa Catarina
Voei prá Minas Gerais
Mina calada
Por demais desconfiada
Mui amada
Minha doce namorada…

Ah! Meu Brasil!
Vou prá avenida com vocês
Do carnaval eu sou freguês
Acho que vou morar no Rio
De vez…

Agita Brasil!
Eu adoro te ver contente
Agita Brasil!
O sonho de tanta gente
Agita Brasil!
Sacode esse meu país
Prá gente ser feliz
(Feliz!)…

Agita Brasil!
Adoro te ver contente
Agita Brasil!
O sonho de tanta gente
Agita Brasil!
Sacode esse meu país
Prá gente ser feliz
(Feliz!)…

Vamos agitar! Vamos agitar!
Vamos agitar! Vamos agitar!
Agita! Agita meu!
Vamos agitar! Vamos agitar!
O meu Brasil! O seu Brasil!

Avisa a Vizinha

A banda que toca dobrado chegou
Chegou pra tocar
Chegou pra tocar
e o povo satisfeito cantou
cantou pra alegrar
Cantou pra alegrar

É o Ara Ketu, vixe maria
Bate na porta avisa a vizinha
Lá vem o Ara Ketu, vixe maria
Bate na porta avisa a vizinha
Pra soltar fogos festejar
Que o ara ketu vai passar

É dia de rei
Já vou me aprontar
Não perco essa festa

Avenida Emoção

Ê, coração que me engana
Faz de conta
Que ama
E me deixa na mão
Quando o amor
Se desama
É que ele em mim
Se derrama
Na minha solidão
Desencontros da vida
Dribles da ilusão
Quanto mais vivida
Mais é vivida em vão
Becos sem saída
Avenida emoção
Meu amor chorou
Oi não

Aurora

Como eu vou ficar amor
Só amanhã ela irá voltar

Oh, sacode aí
Vem ver pra crer
Vem ser o rei da folia

Meu amor, quero sim
É tão bom é demais
Teu calor satisfaz
Te deixar nunca mais

Aurora, Aurora meu amor
Agora estou feliz porque você chegou
Na hora o meu coração quer liberdade
Eu vou espalhar amor pela cidade

Vou pedir a lua pra me consolar
E aliviar a dor
Estou cego de querer
Não agüento mais sofrer
Vem logo
Que eu não vivo sem você

Aurora, Aurora…

Até de Manhã

Amor aquilo foi demais pra mim
Chorar não tava nos meus planos não
Amor porque você pirraça assim
Assim desse jeito machuca o meu peito
Eu perco a razão

Eu quero te amar pra te fazer feliz
Eu quero oferecer todo o melhor de mim
Eu quero ter você eu quero e sempre quis
Um grande amor assim

Vem cá tudo na vida passa
Batebate no batuque butantã
Vem cá correndo me abraça
Batebate no batuque butantã
Vem cá eu vou descendo a praça
Batebate no batuque butantã
Quero você nos meus braços
Até de manhã
Quero você nos meus braços
Até de manhã

Amor e Devoção

Hoje tem subida tem descida
Tem amor e devoção
Voce faz parte da minha vida
Tem amor no coração.

Faz tanto tempo
Que eu te conheço
Amor igual
Eu desconheço
é claro tua imagem não me sai da mente
Nem do coração

Venha voce
De onde for
Receba um abraço apertado
Voce é meu grande amor

Venha voce
De onde for me treceba um abraço apertado
voce é meu grande amor!

Amantes

Vou caminhando nas ruas
Pensando em você
Nesses momentos
Que a gente consegue se ver
Você me diz
Que o seu casamento vai mal
Por isso trai, já não quer mais
Mas não se vai
Eu me pergunto, afinal
O que sou pra você
Simples amante
Ou nada além de um prazer!
Você se entrega pra mim
Com hora certa do fim
Depois me diz
“Até amanhã” e vai
Eu queria ser bem mais
Que amante
Quero ter você
O tempo todo
Eu queria ser bem mais
Que amante
Quero ter você
Aqui
Eu conto as horas
Que faltam para o dia que vem
Não quero mais
Dividir esse amor com ninguém
Fico pensando
No que você possa dizer
Se já contou Se ele notou
Ou nem quis saber
Como machuca o peito
A dor de esperar
Quero te amar
Simplesmente
Poder te abraçar
Quero você só pra mim
Sem hora certa do fim
Não quero ouvir você dizer
Adeus
Eu queria ser bem mais
Que amante
Quero ter você
O tempo todo
Eu queria ser bem mais
Que amante
Quero ter você
Aqui!

Alegria na Cidade

A minha pele de ébano é
A minha alma nua
Espelhando a luz do sol
Espelhando a luz do dia

Tem a plumagem da noite
E a liberdade da rua
A minha pela é linguagem
E a leitura é toda sua
Será que você não viu ?
Não entendeu o meu toque ?
O coração da América
Eu sou jazz
Sou o rock, sou o rock
Eu sou parte de você

Mesmo que você me negue
Na beleza do afoxé
Ou no passo do reggae
Eu sou o sol da Jamaica
Sou a cor da Bahia
Eu sou você, sou você

E você não sabia
Liberdade, Curuzu
Harlem, Palmares,
Soweto, Soweto
Nosso céu é todo blue
E o mundo é um grande gueto
Apesar de tanto não e
De tanta dor que nos invade
Somos nós alegria da cidade
Apesar de tanto não
De tanta marginalidade
Somos nós a alegria da cidade

África

Que a luz do sol se espalhe
Por toda a imensidão do mundo
Araketu vem cantar pra o negro
Delirar segundo a segundo

E hoje eu abro meu peito
Porque sou feliz, porque sou feliz
Araketu se fez radiante
Quando alimentou sua raiz

Um sorriso aberto em premazia
Guardando amor no seu interior
E hoje negro é importante
Pois é oriundo da costa nagô

África, uô ô
África, ô, ô, ô, ô
Vejo luzir a cidade

E como mensagem
O Araketu a cantar
Com seus dez anos de luta
Todo o povo a festejar

Eis impermeável
Eis tão formidável
Araketu alafiá
Hoje pede licença

Pra carnaxe passar
Ó pétala do mundo negro
Sou Araketu
E abro meu peito

A Morena

Ó, Morena
Vem ver
Vou lhe mostrar
Que o samba é duro prá valer

Diz que é rainha do samba
Quem é que vai encarar ?
Êta morena assanhada
Que joga pra cima
Que joga pra lá
E que a danada do samba
Ninguém consegue parar
Essa morena assanhada
Com jeito gostoso quer me conquistar

Vem, morena
Vem vê
Vem, morena
Vem cá

Você disse que dá nela
Nela, não, você não dá
Oi, morena
Agora samba, agora samba

Ai ai ai ai
O ARA chegou
Oi oi oi oi

Cadê as palminhas
Cadê as palminhas

A Banda de Dona Vera

Avisa lá em casa
Que hoje eu não posso ir
Hoje tem Ara Ketu
E vou ficar por aqui

Daqui não saio
Daqui ninguém me tira

Nessa levada
Todo mundo pira

É bom pra quem fica
É ruim pra quem sai
Quem ouve uma vez
De ouvir não pára mais

A banda de Dona Vera chegou
Tremeu, sacudiu, balançou

Eu tô de olho no Ara
Tô paquerando no Ara
Tô namorando no Ara
Eu tô, eu Tô
Onde tem Ara Ketu
Tô colado, eu vou

Quem Te Olha Te Quer

Ó, nega, tritura de vez
Do povo, o coração
Balança a galera
Sem ter compaixão
Coloca em delírio essa multidão

Pirraça quem passa na praça
Te olha e te quer
Dá drible na ginga
Você dá olé
Com charme com graça
Da grande mulher

Olé, olé, olé
Eu sou seu homem, nega
Você minha mulher
Olé, olé, olé
Me põe no colo, nega
E faz o que quiser

Quando o Ara Passar

Toda liberdade o som da rua é nosso
Sensualidade no swing eu mostro
O meu amor tá no Ara Ketu

Pulsando esse toque me acode
A emoção me invade eu sou assim

Eu sou nego que leva o tambor
Como pretexto eu quero esse amor

E quando o Ara passar, bonito
Mostrando quanto o amor é belo, lindo
Seu jeito eterno de dançar
Pro mundo olhar

Quando Bater a Saudade

Quando bater a saudade
Pense em mim
Se quer a felicidade
Pense em mim
Amar assim de verdade
Pense em mim
Que a voz dessa cidade
Canta assim

Amar amar amar amar
Todo mundo há de ter um bem querer
Escutando a sua voz
Vou lhe dizer
Tá guardado no meu coração

“C” vê que eu te ligo até demais
Na paz que a gente dança que se faz
Amor feito de amor
Amor feito paixão
Amor que vem do coração

Amar amar amar amar
Todo mundo há de ter um bem querer
Escutando a sua voz
Vou lhe dizer
Tá guardado no meu coração

Ah! Você nasceu pra mim
Eu venho lhe dizendo
Eu venho lhe cantando
Ah! Você nasceu pra mim
Eu venho lhe dizendo
Eu venho lhe cantando

Princípio do Mundo

E
E ê ê…
O Princípio do mundo
Tiribom, tiribom, tiribom, tiribom, tiribom

Trago em tema pra você Deus é o sol,
Creio eu deus é a lua, Deus é a estrela
Deus é a natureza, Deus sou eu
Ara Ketu, tantos anos de glória
Para comunhão da raça negra
Traz ao povo seu tema de frente
Que canta em louvor a criação do mundo

Sinto Ara Ketu crescendo e o negro subindo
Ouço a negrada cantando o seu canto é lindo
Sinto Ara Ketu crescendo e o negro subindo
Ouço a negrada cantando o seu canto é lindo

Primeiro Beijo

Lembro do primeiro beijo
que voce ja esqueceu
Agente se amava
ou será que era só eu?
No peito eu já sinto a dooooor

E por te amar de mais
(hoje eu vou sofrer em vão)
Não deixa se entregar
Não se entregue à solidão
Eu sei que pra voce não será tão facil assim
Para para pensar, amor
E por favor

Procura lembrar dos melhores momentos
que agente tinha juntos
Já falávamos até em casamento
Nossas vidas, e sonhos
tudo se perdeu
e a vontade de ser mãe
voce esqueceu?
Romeu e Julieta
Princesa e Plebeu
Não importa
Sempre quem sofre sou eu

E por te amar demais
(hoje eu vou sofrer em vão)
Não deixa se entregar
Nunca se entregue à solidão
Eu sei que pra voce não será tão facil assim
Mas para pra pensar, amor
E por favoooor
Volta pra mim

Prá Levantar Poeira

É no swing do Ara Ketu
Que eu vou assim
Se quer dançar
Venha atrás de mim

E o meu coração palpita
Se te vejo na avenida
A dançar no lindo ARA.

E pra ficar de bem com a vida
Vou cantar com alegria
Pois melhor coisa não há.

Quem dançou no Ara Ketu
Balançoooooooooou

a vontade que se tem
é de não parar mais, não não não não.
Coração a bater forte
Vou curtir, dançar, pular, sorrir
O teu som é sinfonia e magia.

Tá que tá que tá gostoso
Tá que tá, tá que tá
É pra levantar poeira

Povo, Vem Ver

Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver

Que xaraga é essa que arrasta a multidão
É o Araketu a banda do povão
Que xaraga é essa que arrasta a multidão
É o Araketu a banda do povão

Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver

Vem ver a banda toca ciranda
Como se toca num coro dobrado
E a Colombina uma menina
E se escondeu num pierrô apaixonado

Tá um arerê um bafafá um empurra empurra
Ninguém se segura Ninguém se segura
Tá um arerê um bafafá um empurra empurra
Ninguém se segura Ninguém se segura

Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver

Quando o Ara passa todo mundo cai na farra
Dizendo que Oxalanga não pode parar
Quando o Ara passa todo mundo cai na farra
Dizendo que Oxalanga não pode parar

Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver

Vem ver a banda toca ciranda
Como se toca num coro dobrado
E a Colombina uma menina
E se escondeu num pierrô apaixonado

Tá um arerê um bafafá um empurra empurra
Ninguém se segura Ninguém se segura
Tá um arerê um bafafá um empurra empurra
Ninguém se segura Ninguém se segura

Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver
Ê povo vem ver

Por Favor Não Vá

Eu sei que nós não somos perfeitos
De jeitos diferentes de pensar
Você sabia desde o começo
Mesmo assim quisemos arriscar
A gente nunca vê os defeitos
Do nosso amor

Talvez porque eu nunca mudei
Você tá querendo me deixar
Com as tuas manias eu me acostumei
Eu nunca fiz você mudar
Foi assim que eu me apaixonei
Meu amor sem você não dá não

Por favor não vá teu olhar é luz do meu caminho
Como vou viver sem teu carinho não não dá não
Por favor não vá dá mais uma chance de querer
Porque o meu mundo não é nada sem você

Se vai sentir saudade de mim
Do meu jeito de te amar
Essa paixão que nunca vai ter fim
No travesseiro vai chorar
Aceitar seu coração dizer que sim
Pro nosso amor sem você não dá não

Por favor não vá teu olhar é luz do meu caminho
Como vou viver sem teu carinho não não dá não
Por favor não vá dá mais uma chance de querer
Porque o meu mundo não é nada sem você

Por Amor

Quando a gente ama
A gente sonha
Quando a gente sonha
A gente pára de pensar
Quando o coração domina a mente
A gente nem se importa muito em se machucar
No momento de felicidade
A gente não enxerga o que e bom e o que é ruim
Se enganado, jura que é verdade
Mesmo assim eu quero o seu amor pra mim
Por amor
A gente faz loucuras
Por amor
A vida é uma aventura
Por amor
A gente encontra a paz no coração
Por amor
A gente é uma criança
Por amor
A gente canta e dança
Por amor a gente vai pro mundo da ilusão

Pode Vir

Pode vir, pode vir, pode vir
Que é demais

O ara tem axé
Tem balanço eu vou atrás

Bote a mão na cabeça
Jogue o corpo pra trás

Pegue na cinturinha
No trenzinho que eu vou atrás

Chegou!
Chegou quem faltava

Alegria, alegria
O Ara é sua cara

Vai rolar namorinho
No escurinho
Leva, leva pro cantinho

Pipoca

O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta nosso amor
O fogo é fogo!
Esquenta!
Que o Ará chegou…

O Araketu
O Araketu
Quando toca
Deixa todo mundo
Pulando que nem pipoca…(2x)

O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta nosso amor
O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta que o Ara
Chegou…

O Araketu
O Araketu
Quando toca
Deixa todo mundo
Pulando que nem pipoca…(2x)

Eu vejo o povo cantar
Eu vejo o povo dançar
Na melodia da canção…(2x)

Vamos dançar no compasso
Que eu vou seguindo
O teu passo
Abra o teu coração
Vamos dançar no compasso
Que eu vou seguindo
O teu passo
A galera sai do chão!…

O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta nosso amor
O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta que o Ara
Chegou…

O Araketu
O Araketu
Quando toca
Deixa todo mundo
Pulando que nem pipoca…(2x)

O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta nosso amor
O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta que o Ara
Chegou…

O Araketu
O Araketu
Quando toca
Deixa todo mundo
Pulando que nem pipoca…(2x)

Eu vejo o povo cantar
Eu vejo o povo dançar
Na melodia da canção…(2x)

Vamos dançar no compasso
Que eu vou seguindo
O teu passo
Abra o teu coração
Vamos dançar no compasso
Que eu vou seguindo
O teu passo
A galera sai do chão!…

O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta nosso amor
O fogo é fogo!
Esquenta!
Esquenta que o Ara
Chegou…

Pipoca!!…

Periperi

Cana de canavial
Dá licença de chegar
Eu vim de Periperi

Vim pra ver como é que é
O amor que existe aqui
Será que é como é
O amor de Periperi, é

Lá, não há distinção de cor
Lá, cada amigo é um irmão
Lá, galo canta é madrugada

Caminhante fez parada
Se apaixona pelo ar

Lá, vagalume enfeita as noites de amor
Lá, violeiro faz cantiga ao luar
Lá sussurrando pela estrada

Ficou minha namorada
Uma lágrima a rolar
Eu vim de Periperi

Pergunte pro seu Coração

Meu amor
Você não tem motivos pra não ser feliz
Ninguém vai te querer do jeito que eu te quis
Você já está cansada de saber

Meu amor
Se entregue pra deixar meu coração em paz
Promete bem baixinho, não me deixe mais
Senão como é que eu faço pra viver

Pense em mim
Em tudo que eu senti se você me deixar
Eu faço qualquer coisa pra você ficar
Do jeito que eu sempre imaginei

Pense em mim
Como é que eu vou viver de novo a solidão
Você conhece bem esse meu coração
Mas nunca vai saber como eu te amei

Pergunte pro seu coração
Você vai ver que ainda me ama
Dentro do peito ele chora e diz
Nessa vida é com você que eu quero ser feliz

Perambulando Pela Noite

Vem me abraçar
Vem, vem me beijar
Eu não canso de te esperar
Razão da minha vida

Eu vo andando por aí
Fico sonhando acordado
Perambulando pela noite
Vendo você do meu lado
Eu não consigo mais dormir
Fico sonhando acordado
Perambulando pela noite
Vendo você do meu lado

Alguma coisa
Está rolando aqui
dentro de mim
Eu não sei explicar
Só acho que não
tem mais fim
Será paixão ou desejo?
Só sei que estou tão feliz
Já declarei meu
Amor num outdoor
Já cantei pro meu país

Eu vou andando por aí…

Tá chegando a hora de rever você

Já faz muito tempo
e eu sem te ver
Fico imaginando
a hora de você voltar
Nós dois na multidão
juntinhos a cantar

Vem me abraçar
Vem, vem me beijar
Eu não canso de te esperar
Razão da minha vida

Pega o Bicho

Estão dizendo
Que esse cara não é de nada
Ele anda vacilando

Estão dizendo
Que ele fica de bobeira
Quando o bicho tá pegando

Pega o bicho
Prende o bicho
Dá um pulinho e vem pra cá
Pega o bicho
Prende o bicho
Não deixa ele se soltar

Bicho do mato é bicho corredor
Quebra menina que o Ara chegou

Ole o bicho
Tá pegando
Olhe o bicho
E a menina tá quebrando

Pavê

Na rua, na rua, na rua todo mundo quer dançar
Na sua, na sua, na sua todo mundo quer ficar
Vem pro Araketu, vem pro ara to aqui te esperando
A lua, a lua, a lua vai invejar só de ver você passar

Só namorado que pode pegar (na cintura)
Só desejando que eu posso matar (a fissura)
E esse cara todo diferente (que segura)
Fica rodando no meio da gente (que loucura)

No meio do salão, ta gostoso demais
Tem morena bonita, to querendo um rapaz
Qualquer estação, clima tropical
Todo mundo juntinho pra pular carnaval

4x {É pavê, não é pá cume

Olha o Ara Ketu Aí

Olha o Ara Ketu aí
Olha, meu amor
Olha o Ara Ketu aó
Derramando os seus sonhos

Meu amor
Você me deixou em desespero
Ainda bem
Que o meu coração é rubro-negro
Nâo quero pensar em perder você
No meio do oásis da multidão
Rebusquei meu pensamento
No lume da imaginação

A lua sorriu de felicidade
O sol, rei maior, aqueceu meu ser
A terra projetou seu pranto
Só pra lhe dizer

Olha o Ara Ketu aí
Olha, meu amor
Olha o Ara Ketu aí
Derramando os seus sonhos

Tá com medo, tabaréu
As lavas que brotam
Contêm mil segredos
Tá com medo, tabaréi
Cultive o sorriso,
Não tenha receio.

Oh Meu Pai

Pedi a benção a minha mãe
Dei até logo a meu pai
E sai com a galera que da cabeça não me sai
Ela me deu um conselho
Pediu pra eu não demorar
Me atrasei, cheguei em casa
E comecei a explicar
Com a cara de preocupado o meu pai me recebeu
Filho, onde você estava?
O que foi que aconteceu?
Olha a minha cara de contente não precisa explicar
Oh, pai, oh mãe estava com a turma do Ara
Ô meu pai, eu estava no Ara meu pai
Ô meu pai, sai no Ara meu pai
Ô meu pai, eu sou do Araketu meu pai

Obrigado à Você

Lembra daquela homenagem de Bell
E a festa que nossa Ivete aprontou
Lembra a passagem do bloco Araketu
Ou aquele artista que te emocionou

Você lembra a saída dos Filhos de Gandhy
Do nosso tapete branco da paz
Da Timbalada você não esquece
E a gente não te esquece jamais

Obrigado à você
Que faz dessa festa, a melhor
Nosso povo agradece
E a gente não se sente nunca só

Lembra de tanta Harmonia nas ruas
Do nosso Ylê Ayê tradição
Lembra Olodum sacudindo o Pelô
Daniela e Durvalino, que show

Obrigado à você
Que faz dessa festa, a melhor
Nosso povo agradece
E a gente não se sente nunca só

Lembra de tanta alegria nas ruas
Margareth e Ricardo, quanta animação
Carlinhos Brown tocando o seu tambor
Luiz Caldas e Armandinho, que show

Obrigado à você
Que faz dessa festa, a melhor
Nosso povo agradece
E a gente não se sente nunca só

O Tal (O Céu de Calcutá)

Já não dá mais
Tenho que assumir
Todas as formas
Todas as faces e partir
Para um novo tempo
Um espaço qualquer
Onde o meu pensamento
Esteja voltado à mulher

Deixe que eu seja o tal
Para quando o sol, sair
Mergulhar em teu braços
E então sorrir pra ti
No sol de Itapuã
No céu de Calcutá
Banhar-me no teu corpo
E perder-me em teu olhar

E ver que o luar do sertão
Ainda existe
E a gente insiste em ser feliz
Em ver que a Bahia ensolarada
Que mexe
Não esquece
De conservar sua raiz

O Som do Ara Ketu

Quando eu ouço o Ara Ketu
Perco o sentido
Quando eu ouço o Ara Ketu
Perco o juízo amor

Sempre quando o Ara passa
A massa se agita
A gente fica assim
Co as pernas bambas
E a mente confusa
Querendo sacudir

É tão gostoso ver a massa
Cantando, dançando
E dizendo assim

Ô ô ô
o Ara Ketu chegou
A a a
Quero me balançar

Eu sinto um arrepio
Tomando o meu corpo
Que vai do pescoço
A ponta do pé
Parece caribenho
Rumba, mambo ou salsa
Mas é o Ara Ketu
Só que o povo quer

Ô ô ô
o Ara Ketu chegou
A a a
Quero me balançar

O Rodo

Onde o Ara Ketu toca
Vai passando o rodo
Onde o Ara Ketu toca
Vai passando o rodo
Onde o Ara Ketu toca
Vai passando o rodo
Vai arrastando,
Vai levando o povo todo

Vai levando a rua
Arrastando a praça
Arrasta, arrasta, arrasta
Essa energia sacode onde passa
Essa alegria levanta a massa

Explode, sacode, balança a cidade
Explode, sacode de felicidade
Explode, sacode
Tem namoro e paquera
Atrás da banda da galera

Onde o Ara Ketu toca
Vai passando o rodo…

O Luxo e o Lixo

Foi o sistema que me trouxe até aqui
Pra resolver aterro e coletar o pão
Viver nessa “ETIOPIA” sem poder sair
Sou mais um badameiro em prol dessa razão

Até os urubus se postam contra mim
Ratos gatos e cães é tanta aversão
É minha sanha oh e minha sina, sim
Ser servo do sistema que carnaxe

se diz ser progressão
Ara ê povo pede abolição
Ketu ê pai de toda nação
Balanceiro ô ô ô

Eis a sucata
Estragulada da humanidade
Miséria dor peseguicao
E nada de verdade
Araketu ô ô ô

U ciclo que nos envolve nessa porcaria
E quem irá pagar por tanta hipocrisia?

E vamos tão ingênuos nessa procissão
Pra outras “CANABRAVAS” que hão de existir

E processando o lixo, coletando o pão
Em que versão de vida eu conto a que vivi?

Nunca Vou Te Esquecer

Seu amor vem pra mim
De volta, sim
Gosto de te amar
Você bem sabe o sabor
Desse amor
Que nasceu em mim

Amor não deixe eu ficar
Muito tempo sem
Poder te abraçar
Quero de novo olhar
No seu olhar
E te pedir

Amor, por favor, não vá
Não me deixe assim
Quero pra sempre te amar
Te fazer feliz
Nunca vou te esquecer
Tudo me lembra você

Nossa Vida

Volta prá casa meu amor
Que a nossa vida começou ô ô ô
Eu sei que você me maltrata
Mas eu não vou suportar
Não posso viver tão triste
Já começo a chorar ô ô ô

Tinha muita gente falando
Da nossa vida no bar
Essa gente estava pensando
Em destruir nosso lar ô ô ô

Nossa Guerra Santa

Esse nosso amor é uma loucura
Cheio de paixão
Um vendaval no coração
Por isso é que pinta o ciúme
Por qualquer batom ou perfume
Mas eu também não fico atrás
Você me quer, te quero mais
E eu não quero te perder

Esse nosso amor é uma aventura
Cheio de ilusão
Já começou sem direção
A gente fala em ficar
Depois começa a brigar
E o nosso adeus não dura mais que um até já

Quem sai batendo a porta sempre quer voltar
Quem briga sem motivo não quer separar
Eu sei que é complicado a gente se enteder
Mas é o nosso jeito o que é que eu vou fazer?
Quem tem paixão no corpo não tem pra ninguém
Aquele amor gostoso é feito pro seu bem
No fundo as nossas brigas só excitam mais
A nossa guerra é santa sempre acaba em paz

Esse nosso amor é um desatino
Sempre foi assim
Uma paixão que não tem fim
Mas um e um não são três
A gente tem nossas leis
É relaxar, deixar rolar e aproveitar

No Swing do Ara

“Por você, amor
Minha flor, minha cor
No swing, Ara, você
Me conquistou”

Eu quero festa
Reggae sexta-feira
Balanço a massa
Com o meu cantar
E o amor não é brincadeira
Oh! não me deixe
Aqui a lhe esperar

Por você, amor
Minha flor, minha cor
No swing, Ara, você
Me conquistou

Leve, me leve, me leve
Me leve, me leve, amor

Não seria ninguém
Sem você, mulher
Meu anjo da sorte
Leste, Oeste, Sul
Meu Norte

Nirombá

Foi assim que aprendi
A cantar o meu vazá
E agora não deixo mais
De cantar meus ancestrais

Foi assim que aprendi
A cantar o meu vazá
E agora não deixo mais
De cantar meus ancestrais

Ele é o nirombá
Xacuna Onirá
Ele é o nirombá
Xacuna Onirá
Ele é o nirombá
Xacuna Onirá
Ele é o nirombá
Xacuna Onirá

Levo o balaio cheio
E muito abricó
Levo o balaio cheio
E muito abricó
Eu levo o balaio cheio
E muito abricó
Eu levo o balaio cheio
E muito abricó

Inhame mandioca
Favaca de corda
Tem fruta de sobra
Fresquinha da horta
Inhame mandioca
Favaca de corda
Tem fruta de sobra
Fresquinha da horta

Eu vou pra Brota, brotar
Vou pra brota
Eu vou pra brota, brotar
Vou pra brota
Eu vou pra Brota, brotar
Vou pra brota
Eu vou pra brota, brotar
Vou pra brota

Ê, nana, ê, nana ê, nana ê, nana ê
nana, ê, nana ê, nana ê, nana ê

Inhame mandioca
Favaca de corda
Tem fruta de sobra
Fresquinha da horta
Inhame mandioca
Favaca de corda
Tem fruta de sobra
Fresquinha da horta

Eu vou pra Brota, brotar
Vou pra brota
Eu vou pra brota, brotar
Vou pra brota
Eu vou pra Brota, brotar
Vou pra brota
Eu vou pra brota, brotar
Vou pra brota

Ele é o nirombá
Xacuna Onirá
Ele é o nirombá
Xacuna Onirá
Ele é o nirombá
Xacuna Onirá
Ele é o nirombá
Xacuna Onirá

Araketu ta com tudo
Araketo ta comigo
Araketo vai levando
Araketo ta contigo

Ê, nana, ê, nana ê, nana ê, nana ê
nana, ê, nana ê, nana ê, nana ê

Nenhuma é Igual a Você

Ninguém tem seu encanto
Ninguém eu gosto tanto
Ninguém
Eu morro de ciúmes
Seu charme, seu perfume
Seu dengo que me faz tão bem

Adoro o teu sorriso
È tudo que eu preciso
Meu coração sabe o que diz
Eu quero te encontrar
Te abraçar e te beijar
E ser feliz

Nenhuma é igual a você
Nenhuma é igual a você
Nenhuma, nenhuma
Nenhuma é igual a você
Nenhuma é igual a você
Meu bem-querer

Basta você viajar
Basta você ficar
Um tempo fora
Pra saudade bater pra valer
Pra saudade chegar e doer
Na hora

Monalisa

O que me inspira é o seu bailar
O que me alucina é o seu dançar
Sou negro gostoso
Gentil e charmoso

O que me fascina é o seu olhar
Desperta o desejo de amar
Não quero ilusão
Só amor e paixão

Calor
Ê Monalisa quê, quê, ô
Amor
Ê Monalisa quê, quê, ô

Da época da mulher tradicional
Despertava o desejo
Do bem e do mal
Da época mulher tradicional

Despertava um desejo, um anseio
Uma atração fatal.
Calor, Ê Monalisa quê, quê, ô
Amor, Ê Monalisa quê, quê, ô

Linda mulher essa brisa que me leva a você
Linda mulher sua presença é muito mais que um prazer
Seu perfume me faz enlouquecer
Linda mulher Monalisa o meu quadro é você

Nagô Dance

Eu quero ver a galera balançar
Eu quero na avenida ver o Ara
Eu quero ver
Quero na avenida ver

O Ara, o Ara
Iê, iê, iê, ia

Ara Ketu é revolução sincrética
O seu canto tem uma expressão poética
Tem liberdade, zoeira, laueira
Paixão, candomblé e capoeira

Eu quero ver a galera balançar
Eu quero na avenida ver o Ara
Eu quero ver
Quero na avenida ver

O Ara, o Ara
Iê, iê, iê, ia

Já dá pra crer que os tambores
Jamais se calarão
Que, Ara Ketu, seu canto
É uma fusão que mistura
Alegria, paixão
Sedução e harmonia

Modernidade Negra

Modernidade negra
Olha moda moderna
Olha o brilho na cor
Olha o tom, olha o toque
Olha o canto negro
Versus d’África negra
Negra, negra, negra

Que dança
Que ginga o corpo
Que lindo te ver
O mar maravilha
O céu como é linda a estrela
E o Ara Ketu de novo a volatizar
Coisas lindas da África
É nesse ledo que eu vou me levar
É nessa levada que eu vou me alegrar
É nesse balanço que eu vou balançar
O corpo pra lá e pra cá
Oi, oi, oi
Oi, oi, oi
Quê, quê, quê
Quê, quê, quê ô

Minha Razão De Viver

Como eu digo ao meu coração?
Que você não volta mais não
Como eu posso me convencer?
Que o amor virou ilusão…

Se eu sobreviver mesmo assim
No dia seguinte do fim
E no seu lugar uma dor
Quem vai tomar conta de mim?…

E quem é que vai me abraçar?
Me pedindo pra não chorar
Quando a saudade bater?…

Entende que eu não vou conseguir
Por isso você pode partir
Só que eu também vou com você…

Mas se você me deixar
O mundo pode acabar
Eu não vou mais
Acreditar em ninguém
E nunca mais vou amar
Não quero me machucar
Pra dar amor a um coração
Que não tem…

Se você me deixar
Não quero sol nem luar
Pode levar minha razão de viver
Porque de tudo que eu quis
E me entregava feliz
Era o momento de amar com você
Amar com você…

Lembra dessa nossa paixão
Pensa quantas noites virão
Todas tão vazias sem mim
Tudo vai virar solidão…

Se eu sobreviver desta dor
triste de perder teu calor
No dia seguinte do fim
Nunca mais eu morro de amor…

Se você me deixar
O mundo pode acabar
Eu não vou mais
Acreditar em ninguém
E nunca mais vou amar
Não quero me machucar
Pra dar amor a um coração
Que não tem…

Se você me deixar
Não quero sol nem luar
Pode levar minha razão de viver
Porque de tudo que eu quis
E me entregava feliz
Era o momento de amar com você
Amar com você…

E quem é que vai me abraçar?
Me pedindo pra não chorar
Quando a saudade bater?…

Entende que eu não vou conseguir
Por isso você pode partir
Só que eu também vou com você…

Mas se você me deixar
O mundo pode acabar
Eu não vou mais
Acreditar em ninguém
E nunca mais vou amar
Não quero me machucar
Pra dar amor a um coração
Que não tem…

Se você me deixar
Não quero sol nem luar
Pode levar minha razão de viver
Porque de tudo que eu quis
E me entregava feliz
Era o momento de amar com você
Amar com você…

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Amar com você!
Amar com você!…

Continue lendo