Ana Carolina

Carvão

Surgiu como um clarão
Um raio me cortando a escuridão
E veio me puxando pela mão
Por onde não imaginei seguir
Me fez sentir tão bem, como ninguém
E eu fui me enganando sem sentir
E fui abrindo portas sem sair
Sonhando às cegas, sem dormir
Não sei quem é você

O amor em seu carvão
Foi me queimando em brasa num colchão
E me partiu em tantas pelo chão
Me colocou diante de um leão
O amor me consumiu, depois sumiu
E eu até perguntei, mas ninguém viu
E fui fechando o rosto sem sentir
E mesmo atenta, sem me distrair
Não sei quem é você

No espelho da ilusão
Se retocou pra outra traição
Tentou abrir as flores do perdão
Mas bati minha raiva no portão
E não mais me procure sem razão
Me deixa aqui e solta a minha mão
Eu fui fechando o tempo, sem chover
Fui fechando os meus olhos, pra esquecer
Quem é você?
Quem é você?
Quem é você?
Você…

0 comentário sobre “Carvão

  • Roberta disse:

    Essa Musica,è Perfeita! Relata desde inicio ate o fim de um relacionamente passageiro(assim vejo eu)

    “Surgiu como um clarão Um raio me cortando a escuridão”
    – O amor surgiu do nada,foi um Espécie de luz que clario onde antes estava escuro(escuridao)
    “E veio me puxando pela mão Por onde não imaginei seguir ”
    – O amor,a levou para lugares onde antes era desconhecidos
    “Me fez sentir tão bem, como ninguém”
    – Essa coisa(amor) que chegou do nada,a fez senti tao bem de maneira que ninguem nunca a fez se sentir assim
    “E eu fui me enganando sem sentir E fui abrindo portas sem sair Sonhando às cegas, sem dormir
    – Esse trecho,nos revela uma pessoa cega por um amor que ate entao era desconhecido,ela se envolveu de tanto que foi se enganando sem sentir,abrindo portas sem sair … O amor nao precisar de um passado para existir Ele cria como por um encanto Um passado que nos cerca,
    Ele nos dá a consciência de havermos vivido anos a fio Com alguém que a pouco era quase um estranho

  • Rosangela disse:

    Ela se apaixona! Aquela paixão ………De sentir borboletas no estomago rs ……..Ele muda tudo o que ela achava não existir mais…. Sentimentos e sentidos adormecidos……Passam a renascer ………..E ele simples mente some…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>