Ana Carolina

Cantinho

Me levou pra um cantinho
E disse “morde”
Quando dei por mim pensei:”que sorte”
Disse tudo bem
Tudo é natural
Olhou bem nos meus olhos,
Chupou meu pau
E eu falei: “por que a gente não se esquece?”
Devia ser assim,mas nao acontece
Me ensinou a rezar uma outra prece
Ahhh, quem derá se o dinheiro desse
Prefiro sempre sempre correr o risco
Grana eu nao tenho não
Mas me divirto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>