S.O.S.

18 comentários

Raul Seixas

Hoje é domingo
Missa e praia
Céu de anil
Tem sangue no jornal
Bandeiras na Avenida Zil…

Lá por detrás da triste
Linda zona sul
Vai tudo muito bem
Formigas que trafegam
Sem porque…

E da janela
Desses quartos de pensão
Eu como vetor
Tranqüilo eu tento
Uma transmutação…

Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
Do Disco Voador
Me leve com você
Prá onde você for
Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
Mas não me deixe aqui
Enquanto eu sei que tem
Tanta estrela por aí…

Andei rezando para
Tótens e Jesus
Jamais olhei pr’o céu
Meu Disco Voador além…

Já fui macaco
Em domingos glaciais
Atlântas colossais
Que eu não soube
Como utilizar…

E nas mensagens
Que nos chegam sem parar
Ninguém, ninguém pode notar
Estão muito ocupados
Prá pensar…

Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
Do Disco Voador
Me leve com você
Prá onde você for
Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
Mas não me deixe aqui
Enquanto eu sei que tem
Tanta estrela por aí…

Enquanto eu sei que tem
Tanta estrela por aí!
Enquanto eu sei que tem
Tanta estrela por aí!…


18 comments on “S.O.S.

  1. Renan Tavares disse:

    Pra mim uma das melhores letras de Raul…
    Na minha interpretação, ele fala que observava, das pensões que ele ficava quando passou um aperto no Rio, as pessoas que vivem a rotina sem se perguntar se aquilo é o que realmente devem fazer, se aquilo é o que as completa e sem olhar o que está aparecendo de novidade a sua volta.
    Pra mim mostra a acomodação do povo diante da rotina.

    Ele diz também que conseguiu se livrar dessa rotina e não aguenta mais viver dentro desse mundo, onde só ele é assim. E pede para que um “disco voador” leve-o para um lugar que seja diferente, pois ele imagina que em algum lugar existe algo melhor.

    Valeu?

    • Luiz Rodolfo disse:

      Quando ele cita “formigas” ele se refere as pessoas que vão e vem sem saber ao certo para onde ir, Raul seixas tinha uma forte ligação com seres extraterrestres.

  2. Gustavo Fartes disse:

    Ele descreve o mundo normal que vive, missa praia ceu de anil tudo como deveria ser. De um quarto de pensao ele tenta fazer uma transmutaçao que na linguagem mistica significar atingir outro estado de consciencia,normalmente relacionado com o divino; daí a viajem do “moço do disco voador me leve com voce pra onde voce for, mais nao me deixe aqui”, ai ele faz uma brincadeira do tipo elvis nao morreu ( “enquanto eu sei que tem tanta estrela por ai”).
    Vale notar que o disco voador dele encontra-se em outra dimensao de realidade “Jamais olhei pr’o céu
    Meu Disco Voador além…”. Ele fala que ja foi um macaco num domingo glassial e planta colossal(sem comentarios) que ele nao soube como utilizar, e vem com o papo do profeta de que as mensagens estao ai pra quem souber ouvir. O cara é um poéta

  3. jonas disse:

    o que Raul quer dizer é que todos os dias são iguais aquela mesma rotina, ele já esta saturado. E especificamente no Domingo(o dia que ele desabafa) que é sempre missa, praia, ceu azul e abrindo a primeira pagina do jornal só encontra mortes. e cansando desse mundo ele faz um apelo para que o “moço do disco voador” o leve para um lugar que seja diferente, não importa que lugar seja, ele só quer se livrar desse mundo cruel.
    Saudoso Raul

  4. victor salaroli disse:

    não é nada disso gente, rauzito assim como ze ramalho era ufólogo…
    é só assistir o documentário “eram os deuses astronautas” que vocês irão entender a letra e aquele solinho que nos leva ao espaço (Y)

  5. rosiel disse:

    S.O.S.
    Composição: Raul Seixas
    Hoje é domingo
    Missa e praia
    Céu de anil
    Tem sangue no jornal
    Bandeiras na Avenida Zil…
    Lá por detrás da triste
    Linda zona sul
    Vai tudo muito bem
    Formigas que trafegam
    Sem porque…
    Nesse trecho se fala sobre um dia normal , um domingo onde como sempre os jornais falam a morte e as pessoas acham que esta tudo muito bem, porque já estão “acostumadas” a ver todas as desgraças do mundo, outro trecho fala sobre as formigas, que obviamente são as pessoas que acham que gastam suas vidas trabalhando como escravos sem receber o que merecem e tendo a sua vida sugada por capitalistas que só se importam com o dinheiro.
    E da janela
    Desses quartos de pensão
    Eu como vetor
    Tranquilo eu tento
    Uma transmutação…
    Essa parte demorei muito para entender , eu finalmente achei uma teoria “aceitável” , Raul compara a janela dos quartos de pensão com a sua vida, mas quartos de pensão não são a melhor coisa do mundo. Vetor, nesse caso significa transmissor de algo, ou seja, Raul diz que na sua posição de cantor (transmitindo a sua música) tenta transmutar(mudar) algo nele e em nós , ele tenta evoluir sua mente e nos ajudar a evoluir também
    Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
    Do Disco Voador
    Me leve com você
    Prá onde você for
    Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
    Mas não me deixe aqui
    Enquanto eu sei que tem
    Tanta estrela por aí…
    Andei rezando para
    Tótens e Jesus
    Jamais olhei pr’o céu
    Meu Disco Voador além…
    Essa parte só confirma mais minha interpretação, Raul pede a o moço do disco voador que o leve para algum lugar melhor que aqui, já na segunda estrofe ele fala algo sobre religião, enquanto as pessoas se preocupam em pagar dízimos e usar apenas as roupas “permitidas pela igreja” esquecem que religião e Deus é algo superior a tudo isso , é evolução de si próprio de sua mente , de sua alma, afinal de contas será que Deus , o criador do céu e da Terra , e de todo o Universo se preocupa com a roupa que você veste??
    Já fui macaco
    Em domingos glaciais
    Atlântas colossais
    Que eu não soube
    Como utilizar…
    E nas mensagens
    Que nos chegam sem parar
    Ninguém, ninguém pode notar
    Estão muito ocupados
    Prá pensar…
    Enquanto as pessoas se preocupam com suas roupas, com o que os outros vão achar delas , com novelas e outras besteiras , as respostas estão aí na nossa frente basta apenas abrir os olhos e “sair da caverna”
    Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
    Do Disco Voador
    Me leve com você
    Prá onde você for
    Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
    Mas não me deixe aqui
    Enquanto eu sei que tem
    Tanta estrela por aí…
    Enquanto eu sei que tem
    Tanta estrela por aí!
    Enquanto eu sei que tem
    Tanta estrela por aí!…

  6. Gustavo disse:

    Mais uma versão de raul para uma musica estrangeira , raul fez muito isso, fazia versões de musica de bandas estrangeiras pouco acessíveis aqui na época, procurem The Byrds – Mr Spaceman.

  7. Lucas Fernando disse:

    Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
    Do Disco Voador
    Me leve com você
    Prá onde você for
    Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
    Mas não me deixe aqui
    Enquanto eu sei que tem
    Tanta estrela por aí…

    Acho que o que ele quis dizer ao haver tanta estrela por ai, seria pela ditadura militar, generais e etc.

  8. Camila disse:

    Qdo ele fala: “E nas mensagens
    Que nos chegam sem parar
    Ninguém, ninguém pode notar
    Estão muito ocupados
    Prá pensar…”

    Não se refere apenas a tudo que aceitamos e não questionamentos, isto é tudo que o sistema nos manipula a fazer e fazemos por sermos obrigados a fazer para sobreviver.

    Refere-se também a Bíblia que é um conhecimento que a toda a população aceita, mas não questiona.

    Porque todos estão iludidos demais por essa vida material: Luxo, artifícios, posto ( um acha ou quer ser melhor do que o outros); enfim todos iludidos e ocupados demais com estas coisas pra pode para e pensar em Tudo que nos é imposto e nem se quer questionamos.

  9. Ney disse:

    Ele fala de uma forma de telespectador que consegue desvendar a maioria das coisas comuns que nós seres normais(Formigas) ainda não consegue ver,
    para atingir este nível de concepção é muito difícil
    acredito que quem está lendo os comentários está
    tentando.
    Na frase Andei rezando para
    Tótens e Jesus
    Jamais olhei pr’o céu. Não existe mais quando cantada aparentemente existe um ponto final
    depois de Tótens.

  10. Wilson disse:

    “The answer my friend is blowing in the wind.”

  11. João Pacheco disse:

    Honestamente,ouvindo essa música hoje me veio uma teoria na cabeça,nessa,a “As formigas que trafegam sem porque” seriam o povo,Raul seria um homem inconformado pela sua condição social”Nas janelas desse quarto de pensão…” pedindo para o “Moço do disco voador”,que pode ser visto como alguém de alto poder aquisitivo,o qual,tem um estilo de vida totalmente estranho para Raul,sendo assim,parece até que esse “Moço” é de outro planeta.

  12. Lucio disse:

    Raul ser refere um Dia de domingo, ele ser refere que todos os domingo são iguais sempre tem morte nos jornais.. Que as pessoas sempre faz a mesma coisa.. Na parte que ele fala já fui macacos em domingos clacias, ele tá se referindo que as pessoas fica sempre casa assistindo TV etc .. Do Que sair da sua casa pra ser evoluir procura aprende coisas interessantes.

  13. max disse:

    primeiro ele apresenta uma contradiçao social,a violencia dos jornais e a calmaria da linda porem triste zona sul,que parece desconhecer essa realidade

    Eu como vetor
    Tranqüilo eu tento
    Uma transmutação(drogas com certeza)

    a ideia desse moço pra mim é alguem que foge desse modo de pensar banal,ele é de fora,mas nao acho que seja uma metafora de algo concreto,pode ser um et mesmo.esse é o foco da musica,mediocridade x alienigenas

  14. marcio disse:

    o raul seixas e genial ,pra mim ele fala que as epocas boas ja passaram e agora so sobrou resto de gentes no mundo,e viciadas em rede social e internet,e não prestam atenção em mais nada,no amor e nas coisas boas e interessantes e faz um apelo para sair deste mundo cheio de rotina que todos os dias são iguais.

  15. Site disse:

    que lindo, fico toda arrepiada só de ouvir esse cara, adoro todas as músicas dele inclusive esta

  16. Site disse:

    muito lindo fico arrepiada só de ouvir essa letra

  17. Como não escutar essa música centenas de vezes por dia? O cara é uma lenda , simplesmente é sensacional !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *