Anunciação

70 comentários

Alceu Valença

Na bruma leve das paixões
Que vêm de dentro
Tu vens chegando
Prá brincar no meu quintal
No teu cavalo
Peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando
Nossas roupas no varal…(2x)

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais…

A voz do anjo
Sussurrou no meu ouvido
Eu não duvido
Já escuto os teus sinais
Que tu virias
Numa manhã de domingo
Eu te anuncio
Nos sinos das catedrais…

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais…

Ah! ah! ah! ah! ah! ah!
Ah! ah! ah! ah! ah! ah!…

Na bruma leve das paixões
Que vem de dentro
Tu vens chegando
Prá brincar no meu quintal
No teu cavalo
Peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando
Nossas roupas no varal…

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais…

A voz do anjo
Sussurrou no meu ouvido
Eu não duvido
Já escuto os teus sinais
Que tu virias
Numa manhã de domingo
Eu te anuncio
Nos sinos das catedrais…

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais…

Ah! ah! ah! ah! ah! ah!
Ah! ah! ah! ah! ah! ah!
Ah! ah! ah! ah! ah! ah!
Ah! ah! ah! ah! ah! ah!…


70 comments on “Anunciação

  1. patricia disse:

    gostaria de receber comentário sobre a interpretação dessa letra

    • Janderson disse:

      “quando ouvi essa música – e tive capacidade de análise, sendo cristão, logicamente associei ao que canta a letra à 2ª vinda de Cristo: basta ouvir e ficar clara a intenção de divulgar o santo nome do Mestre…

      Será?

      Analisando bem, a canção foi composta em 1983, numa época onde ainda se respirava a castração imposta pela Ditadura, e um amigo de Alceu Valença, um certo Stuart Angel Jones, morto pelo regime militar, deixava claro que seu “desaparecimento” não havia sido em vão, a voz de “um anjo” lembrava antigas conversas, sobre o dia em que a liberdade voltaria e poderia-se novamente expor pensamentos.

      A liberdade de expressão: É essa a “messias” profetizada na canção.

      Triste. Gostava de crer que a música falava sobre Jesus, mas fala de um outro homem. Falemos do tal anjo:

      Stuart era filho do americano Norman Jones e de Zuleika Angel Jones, mais conhecida como Zuzu Angel, figurinista e estilista conhecida internacionalmente. Bicampeão carioca de remo pelo Clube de Regatas Flamengo na adolescência,[2] ele foi estudante de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Possuía dupla nacionalidade, brasileira e americana.

      • Henrique disse:

        Essa música ele já revelou em entrevista que fez a melodia em seu quintal, na sua casa em Olinda, e a namorada, na época, ouviu, e achou linda, lá no quintal mesmo ele viu as roupas quadrando no varal, o que foi adicionado na música e pra quem não sabe Olinda é uma cidade em existem muitas igrejas antigas, em cada esquina tem uma e de lá do quintal dele mesmo ele também viu o sino da catedral, a versão que ele fez para o filho creio que não é verdade pois o filho dele veio muitos e muitos anos depois da música, tu vens creio que que ele se refere a namorada que estava chegando no quintal quando ele fazia a música e ao ato sexual como já explicado em outros comentários!

      • Núbia Dourado disse:

        gosta da homenagem ao homem.

  2. lilica disse:

    Anunciação é o trecho da bíblia em que o anjo anuncia a Maria que ela está grávida. Daí o verso: a voz do anjo sussurou no meu ouvido… essa música fala sobre uma nova pessoa que vai chegar, um bebê.

  3. Evangelista Gaspar disse:

    Sem nenhum fanatismo religioso mas ao ouvir essa bela musica desse que na mnha opinião é um dos maiores nomes da musica nordestina, só me vem a mente um texto biblico que fala sobre a segunda vinda de Jesus a terra, é o texto que passo a descrever agora:
    E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga a peleja com justiça. Os seus olhos eram como chama de fogo; sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. Estava vestido de um manto salpicado de sangue; e o nome pelo qual se chama é o Verbo de Deus. Seguiam-no os exércitos que estão no céu, em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. Da sua boca saía uma espada afiada, para ferir com ela as nações; ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso. No manto, sobre a sua coxa tem escrito o nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores.
    E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
    Apostolo João no Livro do Apocalipse

  4. juliano disse:

    Sem querer ser o dono da verdade mas o que vejo nessa letra é alguém que está esperando para incorporar um espírito, no trecho: “Tu vens chegando
    Prá brincar no meu quintal” , quintal pode ter o sinônimo de terreiro, “no teu cavalo” , cavalo é a pessoa que recebe o espírito, acho que é isso, tá ae minha análise, se puderem comente, abraços.

  5. juliano disse:

    Obs. Comentem

  6. Túlio disse:

    Bem, apesar de ser coerente a alusão a um terreiro de umbanda ou candomblé, minha interpretação fica para uma anunciação da CHUVA no sertão, ele canta como se pressentisse a chegada da chuva ao sertão. o que acham?

    • JULIANA DA SILVA MENDES disse:

      Eu sempre achei que fosse isso!
      Sou do sertão do Ceará e lembro do meu avô dizendo : a chuva tá chegando minha filha! Escuta o som… O cheiro…

  7. Eric Simon disse:

    Eu quando escuto tenho a impressao de ele estar falando de antonio conselheiro considerado um messias por alguns povos do nordeste
    oq acham?

  8. Cipriano disse:

    Se tratando de Alceu fica evidente que a letra é de cunho religioso(candoblé)o “Maracatu e a”Embolada” e outros do universo nordestino que “bebem” direto da fonte do candomble igualmente como o cantor e compositor Nilson Chaves (Belém-PA)

  9. Jessica disse:

    Acho que essa música se refere à chegada de um filho, fazendo uma alusão também à espera de Maria por Jesus. “tu vens e eu já escuto os teus sinais”, “e eu te anuncio nos sinos das catedrais” tem muito a ver com o nascimento.

  10. Lia disse:

    Talvez ele pode estar falando da vinda do anti cristo será que não?

  11. Elielmo Moura Pimentel disse:

    Significado de BRUMA: Nevoeiro marítimo, névoa.
    Fig. Sombra, mistério. Poderia ser um sentimento confuso de paxão, amor por alguém. A pessoa (mulher)esta chegando para brincar no quintal dele. Ela cavalgando(sexo) nua com os cabelos ao vento. E as roupas dos dois quarando no varal, clareando, corando no varal. Os dois estão nus, fazendo sexo(amor) fora da casa e o vento esta agitando os cabelos da mulher que esta por cima do homem (cavalgando). Não sou maniaco sexual nao, mas vejo assim. Depois ele diz: Tu vens, tu vens
    Eu já escuto os teus sinais
    Nada mais do que ele la dentro da casa dele, escutando os passos de sua amada chegando para brincar no quintal dele de novo. Eita povo sedento de sexo. Depois ele fala ainda que a voz do anjo sussurou no ouvido dele. Que pode ser também, depois do ato consumado, eles entram , tomam um banho, deitam na cama, adormecem e ela diz no ouvido dele com aquela voz manhosa(que ele chama de anjo, assim como a gente chama nossas mulheres de meu anjo) que voltaria na manha de domingo. Ele ta la dormindo ne(como um bom nordestino tranquilo) e escuta ela chegando e lembra da promessa. E esse eu te anuncio nos sinos das catedrais pode sem uma metafora(eu acho) dele ja falando com ela antes de ver quem é , com muita felicidade e alto, deduzindo ser o anjo dele chegando para mais uma cavalgada. Fica ai minha versão ardende que tem mais a ver com o camarada ai, que canta tambem Morena Tropicana. Eita Alceu, gostava da fruta hein. Exemplo de homem e nao essa bicharada ai de hoje.

  12. Alex disse:

    tmb vejo como a segunda vinda de cristo.

    Tu vens, eu vens eu ja escuto teu sinais.

  13. Monica disse:

    essa musica foi em homenagem ao filho dele, juliano, que estava pra nascer.

    • Raissa Braga disse:

      também acredito nessa versão, rs. E compara a espera dele e da esposa á espera de maria pela vinda de Jesus, pelo nome Anunciação e “a voz do anjo sussurrou no meu ouvido”. Alceu Valença é um homem de alegorias na manga.

  14. Anunciação disse:

    Essa música me faz lembrar o Código da Vinci. O momento em que o homem mais se aproxima de Deus é durante o ato sexual. Na minha opinião, Alceu descreve um estado de espírito. Acredito que ele escreveu essa música após ato sexual ocorrido na noite de um sábado e, ele poderia imaginar como seria o amanhecer do dia seguinte. A bruma leve se refere a sensação que ele sentiria no domingo. Tu vens chegando para brincar em meu quintal se refere ao mundo dele, em seu cavalo (ele) peito nu, cabelo ao vento, acredito que também se refere ao ato sexual. As roupas quarando no varal, é o que ira ocorrer na manhã seguinte. A voz do anjo sussurrou no meu ouvido, eu te anuncio nos sinos das catedrais, ele quer mais é que todo mundo saiba, perceba a felicidade dele. Pode parecer muita viagem mas, se o homem se aproxima do senhor durante o ato sexual, lógico que ele ouvirá anjos. Que tu virias numa manhã de domingo, eu n duvido já escuto seus sinais. Claro, ele já pode sentir a sensação prazerosa desde aquele momento.
    Acho que é mais ou menos por aí. Contudo, gostaria muito de ler outros comentários.

  15. ewerton disse:

    Fala sobre o apocalipse…

  16. Clara disse:

    A música faz referência ao Rei Sebastião de Portugal. Segundo os historiadores, o Rei Sebastião morreu durante ou após a batalha de Alcácer-Quibir, juntamente com uma grande parte do exército português. Entretanto, o povo de Portugal apenas alegava que o Rei estava desaparecido e haveria de voltar para ajudar seu povo nas horas mais sombrias.
    No final do século XIX, no sertão da Bahia, camponeses acreditavam que o Rei Sebastião voltaria para ajudá-los na batalha contra a república ateia brasileira, conhecida por Guerra de Canudos.
    Obs.: Vale salientar que o Rei Sebastião assumiu seu reinado ainda menino e que antes de nascer era um herdeiro do trono muito cobiçado. Enquanto Sebastião não tinha condições de assumir o reino, o governo ficou por conta de sua avó Catarina e pelo seu tio- avô, o Cardeal Henrique.

  17. EuLírico disse:

    Esta música me remete muito ao contexto bíblico, especialmente à vinda de Lúcifer ou a do novo Profeta – eis minha dúvida.

    Na primeira estrofe, percebi a ingenuidade de alguém, provavelmente refere-se às crianças do sertão. Devido à região e a condição social, era comum desde cedo, a convivência com cavalos como meio de transporte, e quando o autor fala “Brincar no meu Quintal”, provavelmente seja alguma criança próxima, talvez seu próprio filho.
    “Cavalo Branco, peito nu cabelo ao vento”, seja apenas a descrição pura e simples do animal e do indivíduo, já que são comuns, crianças, jovens e adultos não utilizarem frequentemente a vestimenta em regiões tão áridas, ou mesmo seja pela falta de condição financeira, retratando a humildade do povo sertanejo.

    Ao final da primeira estrofe em diante, interpretei como sendo a vinda de alguma entidade. Pois ele via naquele cenário paupérrimo, a puerilidade das crianças no período matutino, como sendo alguma chegada, como se aquela situação lhe fossem sinais de algo ou alguém muito importante que já estava próximo – “Tu vens, tu vens eu já escuto os teus sinais”.

    O que mais me chamou a atenção na primeira e na segunda estrofe da letra da música foi o paralelo feito, ao mesmo tempo um tanto quanto ambíguo quanto a sua real finalidade. Pois tanto Lúcifer quanto Jesus cristo, almeja a importância da inocência humana, o problema é a forma com que cada um visa esse estado no indivíduo.

    Na terceira estrofe, o autor remete a alguma anunciação. Assim como Maria, recebeu a noticia da chega do Menino Jesus, o eu lírico recebeu a anunciação da chegada de alguém. O mais peculiar é que não se sabe ao certo quem seja, pois o mesmo mostrou o período em que o “tal” indivíduo chegaria: “Que tu virias numa manhã de domingo”.
    Ao ouvir esse último trecho (“Que tu virias numa manhã de domingo”), lembrei-me de que Lúcifer também é conhecido como “A Estrela da Manhã” por muitos, e que domingo foi o último dia da semana em que Deus havia terminado o Mundo, e o Anjo caía do paraíso.

    E como já comentaram aqui, seria um momento apocalíptico, a chegada do próprio Satã. Mas ao pesquisar um pouco mais a fundo, descobri algo muito interessante. O título dado popularmente a Lúcifer como “Estrela da Manhã”, está equivocado, pois o mesmo refere-se ao salvador Jesus Cristo. O termo mais apropriado para o Anjo caído é “A Luz da Manhã”, estabelecendo aqui uma diferença e a verdadeira dualidade da música.
    O trecho: “Eu te anuncio nos sinos das catedrais”, representa um verdadeiro colapso de idéias, pois significa uma afronta a Deus, com a chegada de Lúcifer a Terra, sendo anunciado justamente por um templo religioso sendo o mesmo a morada de Deus ou a glória, o esplendor da vinda do novo Profeta, e ainda, como uma terceira hipótese, a vinda de ambos, para o julgamento final.

    Esse foi o meu ponto de vista. Não sou adepto das opiniões românticas de 1°,2° e 3° gerações, pois nenhum autor fosse ele Romântico, Ultra-romântico ou condoreiro, conseguiu ser tão sutil em palavras que descrevessem atos sexuais a ponto do leitor não entender a situação do texto. O que não ocorre com a Música de Alceu Valença, que parte interpretações tão diversas quanto a sua letra.
    O fato histórico também não é convincente, pois a guerra não se tratava de ATEÍSMO republicano, mas sim do ANTI-CRISTIANISMO que Canudos acreditava ter sido estabelecido com o republicanismo no País, o que são coisas distintas. Além do que, o verdadeiro líder era Antônio Conselheiro, em quem os habitantes das regiões acreditavam ser o Profeta e o Salvador, não havendo qualquer ligação com Rei Sebastião.

  18. Robson disse:

    Pode haver vários significados nessa música, tanto de cunho religioso quanto à outros temas, mas acho que seja a chegada de algum bebê, agora vai saber se é um bebê comum ou alguém especial que venha para fazer diferença no mundo!

  19. Thiago Pernambucano disse:

    ESSA MÚSICA FOI LANÇADA DURANTE A DITADURA!!! A PESSOA EM CIMA DO CAVALO É A DEMOCRACIA! E O ANJO É STUART ANGEL!!! MORTO E TORTURADO DURANTE ESSE EPISODIO TRISTE NA HISTORIA BRASILEIRA!! SEUS ANIMAIS!!!!!!!

    É TRISTE AS PESSOAS NÃO SABEREM E NÃO TEREM NEM NOÇÃO DA HISTORIA DO SEU PAÍS!!!!!

  20. Gustavo disse:

    Esta música trata, de forma muito discreta, de uma relação homossexual, sobre um homem que espera ansiosamente pelo seu companheiro.
    O trecho “tu vens chegando pra brincar no meu quintal” mostra um momento íntimo, em que eles finalmente estarão juntos. “No teu cavalo, peito nu, cabelo ao vento” é como ele vê a chegada desse homem, que é sempre belo para ele.
    “E o sol quarando nossas roupas no varal” mostra que eles moram juntos. O “anjo” é o próprio companheiro que lhe avisou de sua chegada, numa manhã de domingo. “Eu te anuncio nos sinos das catedrais” mostra a alegria com que ele espera pela chegada, e por fim, a repetição constante de “eu já escuto os seus sinais” significa a expectativa e a ansiedade pela chegada.

  21. davi disse:

    isso é que é música , cada um tem a sua interpretação, o que o alceu sentiu , nunca poderemos sentir. então vale o sentido que cada um sentir. agora o verdadeiro sentido somente partindo do criador . Melhor é perguntar para o Alceu.

  22. Sarah disse:

    Vejam a resposta do proprio Alceu Valença e parem de falar besteiras!!
    http://www.painelbrasiltv.com.br/novo/Entrevistas/index.asp?Programa=18&Entrevista=813&TipoVideo=1

  23. This is a wonderful article. I desire to acquire preowned golfing clubs myself. I examine a fantastic article on Callaway Preowned Clubs

  24. Lucas Alexandre Pimentel disse:

    Que a paz esteja convosco. De fato me surpreendeu a vasta gama de interpretações aqui apresentadas, porém de fato muitas bem aquém do que é verdadeiro, não querendo com isso, que acredtem na minha colocação, afinal graças a Deus não sou o dono da verdade. Muitos, pela mística da música, pelo momento em que vivemos, pela busca incessante pelo desconhecido, por tentarem a todo custo afirmarem e comprovarem o que a ciência ainda não adimitiu, não olharam nem pesquisaram com calma e paciência sobre esta obra magnífica da nossa música. A letra trata nada mais do que a vitória de Juscelino Kubitschek ao poder, presidente este que era grande amigo de Alceu, o qual em sua homenagem escreveu esta música, ao ver seu amigo chegar ao poder de governar a nação. Na bruma leve significa os desejos de cada um, Brincar no meu quintal quer dizer estar onde gosto de estar, no teu cavalo peito nu, cabelo ao vento, significa a coragem e o sol quarando nossas roupas no varal é o tempo fazendo que tem tem que ser feito. Tu vens, tu vez, eu já escuto os teus sinais significa a torcida, a esperança na vitória do amigo, e eu te anuncio nos sinos das catedrais é por conta que, quando Juscelino ganhou a eleição, os sinos badalaram em Pernambuco.

  25. Maria disse:

    Concordo com a interpretação da chegada de um bebê, fazendo a alusão à Anunciação do Anjo Gabriel à Maria. Mas, vai saber oq ue o autor pensou?

  26. Melissa disse:

    Creio que fale sobre a 2ª vinda de Cristo à terra.

  27. BeMold disse:

    É por isso que o mundo está em confusão! Quando alguém escreve alguma coisa, não é pra ficarem depois interpretando de qualquer jeito! O Alceu deixou bem claro onde ele foi buscar inspiração para escrever esta música! Já viram aqui um monte de “asneira” que escreveram?
    Vejam aqui: http://www.painelbrasiltv.com.br/novo/Entrevistas/index.asp?Programa=18&Entrevista=813&TipoVideo=1
    …e parem de falar “asneiras”!!

  28. Medonho disse:

    Conhecer a origem ou significado da música é importante para dar a ela melhor interpretação. Em música clássica a gente procura até conhecer os costumes, cultura e instrumentos de uma época/nação. Quando se conhece uma música e seu significado cria-se uma nova consciência e até podemos incrementar seu arranjo. Muito bacana o link do BeMold com a entrevista do próprio Alceu Valença. Depois desse estudo profundo de uma composição, você pode “brincar” e trazer novas interpretações mudando seu contexto. Cunho político numa reunião partidária, religioso num templo, etc. Mas vale rever o link postado por BeMold: http://www.painelbrasiltv.com.br/novo/Entrevistas/index.asp?Programa=18&Entrevista=813&TipoVideo=1

  29. NATY disse:

    Acho simplesmente que é a chuva!!!

  30. Thiago disse:

    Gente, sou jornalista e tive a oportunidade de entrevistar Alceu há dois anos, quando ele ia fazer um show em Recife retomando O Grande Encontro que fazia com Elba.

    Ele contou que essa música tem duas inspirações. A primeira é a ditadura. A segunda é a chegada do filho dele, que estava para nascer.

  31. Vani disse:

    Pra cada uma é uma coisa. o legal é isso.
    Pra mim tem um significado religioso relacionado á são jorge. “Tu vens chegando pra brincar no meu quintal. No teu cavalo,peito nu,cabelo ao vento..”.

    Justamente por causa de um sonho q tive no dia de São Jorge,que ele vinha me visitar no meu quintal com o seu cavalo. E a partir desse dia esse é o significado pra mim.
    O que pode parecer besteira pra t gente.
    Mas o legal é isso,tocar a pessoa de alguma forma

  32. Débora disse:

    Essa música fala claramente da vinda de Jesus Cristo.

  33. Gustavo disse:

    A música fala nada mais nada menos do que sobre a tão sonhada DEMOCRACIA, Alceu tinha uma ligação forte com a política. Esta Música está para a chegada de uma criança (nascimento) quanto para a Democracia– NÃO SOU EU QUE DIGO É ELE O AUTOR, não interpretem da maneira que quer, procurem saber a real. http://www.painelbrasiltv.com.br/novo/Entrevistas/index.asp?Programa=18&Entrevista=813&TipoVideo=1

  34. Rafael disse:

    Pode ser a vinda de um bebê, mas também pode ser a anunciação poética e conformada da morte.

  35. Luiz Claudio de Souza Reis disse:

    Os comentários são excelentes, todos.Seja qual for a anunciação fala da vinda de algo, misters, mas acredito eu (não dou dono da razão) que ele fala de uma nova era, ele entendedor da politica, acredito eu,que essa nova era da Anunciação, seja um no Avatar, um salvador, do povo; ou da alma do povo. Uma nova Era que sob os cuidados do criador (criador no sentido de Deus, para quem acredita)possam caminhar sobre uma nova terra; sob os cuidados de uma verdadeira democracia, que só seria, ou será perfeita se houver mesmo uma intervenção divina. Com a chegada de um novo ser, ou como citado a volta de um grande ser como Jesus. (particularmente se ele existiu mesmo ele já veio e elevou os seus. Olha como está o mundo?) Mas vamos continuar tentando, pensando interpretando. Paz a todos.

  36. Jéssica disse:

    Ao invés do ser humano, fazer o comentário e calar a boca … Xinga os outros de animais ! aff, quanto senso de civilidade e humanidade esse ser tem pra dizer que os outros são animais ? Só um animal reconhece um outro animal, coisa ridícula …

  37. jeff.mazeika@hotmail.com disse:

    fala do filho do homem

  38. Samuel disse:

    no meu ver significa uma paixão de criança, que ele já sabia que ela viria pra ver ele :s

  39. Filipe Farias disse:

    Ele fala da morte, os sinos anunciam o velório ou enterro, o anjo avisa que o fim ta próximo.

  40. jose disse:

    sinceramente no meu ponto de vista esta poesia acho eu que se refere a ao Senhor Jesus pois a palavra de Deus na biblia fala sobre a reissureição de Jesus no terceiro dia e que este terceiro dia seria um domingo e que apos a sua reissurreição um anjo anunciava a maria madalena que cristo não mais estava ali mas que ja havia ressucitado dentre os mortos .Mas para saber de fato so perguntando ao Alceu Valença….???????????

  41. Fernando disse:

    Amigos, esta letra trata, por palavras do próprio autor, nada mais que a espera do nascimento do seu primeiro filho : Ceceu !

  42. Joana Karnusz Rocco disse:

    Algo sublime e cristão que nos emociona quando ouvimos pela serenidade dos semblantes dos músicos e a voz aveludada do Grande Alceu Valença.
    Maravilhoso!

  43. samuel santos disse:

    Basta lê a musica e pensar em uma criança que verá claramente que se trata de um filho, ele não usa muitas coisas religiosa, somente Anjo e sinos de catedrais, acho que é pela forma que ele canta que da um certa impressão que ele fala de algo bem mais profundo, mais analisando a letra, não é tão profundo assim, creio eu que seja realmente o filho.

  44. Edson Rosas disse:

    Nada mais Cristão do que se esperar a chegada do Filho

  45. Raphael disse:

    para mim parece a chegada de alguma entidade específica para um ritual. Quando ele fala anjo, existem vários tipos de anjos.
    Quintal parece o local do ritual.
    Nossas roupas no varal parece ser as roupas de cerimonia, se não ele diria minhas, em vez de nossas.

  46. BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA disse:

    Logo na primeira estrofe ele evidencia de onde vem o personagem central da anunciação: das paixões mundanas do nosso ser… quintal significa local considerado sagrado para aquele evento… “no teu cavalo, peito nu, cabelo ao vento” descreve a imagem de uma quadro muito famoso que mostra um cavaleiro representando o anticristo sem vestimenta alguma, com os cabelos ao vento, só que montando o cavalo ao contrário, em clara alusão ao príncipe que se opõe a tudo que é correto e natural neste mundo… “o sol quarando nossas roupas no varal” descreve o momento em que o “esperado” desce no quintal, de modo brilhante como um sol e sua luz atinge as vestimentas dos presentes, que são chamados de “varal” em clara alusão aos indivíduos que recebem as entidades nas religiões afrodescendentes… a segunda estrofe não há o que interpretar… é claríssima… a terceira estrofe também é fácil de entender, ficando apenas uma nota para o anúncio que se dá em um templo religioso de modo desafiador contra aquilo que o enviado parece vir combater… é uma letra que é autoexplicativa na medida em que tem como ponto central a anunciação da vinda de uma entidade que tem por propósito revolucionar o mundo atual, seja ele espiritual ou cultural…

  47. WILLIAM MORAES CORREA disse:

    Rapaz, quanta viagem louca. KKKK Por isso é tanta gente reprovada no Enem. Que loucuraaa… Varal, anticristo baitola de peito nu e montado ao cavalo num cavalo (ou será mula manca desmamada, kkk?) religião afrodescendente, Rei Sebastião (ainda tão nisso?), Bíblia judaica (nada do Alcorão?), paixão mundana, chuva no sertão, terreiro de candomblé ou umbanda, kkkkkkkkkk. É, pois é, seu menino, cada um tem a sua versão de tudo. Ou de nada. DEUS que o diga. E quando o cara é craque em brincar com as palavras, ele sabe as múltiplas visões que as pessoas terão do seu trabalho. Só que algumas abusam do direito de ser feliz. kkkkk Por que uma paixão por uma mulher tem que ser sempre “mundana”? KKK Pelo que o próprio autor já explicou, aqui ele brinca com referências a vinda do Mestre e com o amor entre um homem e uma mulher. E ficou um trabalho de extrema qualidade. Mas, aí começam as viagens. KKKK E cada um na sua. Tudo nesse planeta resulta das diferentes visões que cada ser humano tem. Imagine continentes, povos, culturas, “religiões’. E, pra falar a verdade, cada um tem a sua própria “anunciação”, A menos, um durante toda a sua vida. Ao menos, uma. Haja paciência! Misericórdia, Senhor! O legal é ver o show da galera. Palmas para o grande mestre Alceu.

    Obs. De última hora: Apesar de que nós que temos que temos que nos elevar ao nível Dele, não Ele voltar ao pequenino planeta azul.

  48. WILLIAM MORAES CORRÊA (GRUPO FOLIÕES) disse:

    Rapaz, quanta viagem louca. KKKK Por isso é tanta gente reprovada no Enem. Que loucuraaa… Varal, anticristo baitola de peito nu ao vento e montado ao contrário em um cavalo (ou será mula manca desmamada, kkk?), religião afrodescendente, Rei Sebastião (ainda tão nisso?), Bíblia judaica (nada do Alcorão?), paixão mundana, chuva no sertão, terreiro de candomblé ou umbanda, kkkkkkkkkk… É, pois é, Seu Menino, cada um tem a sua versão de tudo. Ou de nada. DEUS que o diga. E quando o cara é craque em brincar com as palavras, ele sabe as múltiplas visões que as pessoas terão do seu trabalho. Só que algumas abusam do direito de ser feliz. kkkkk
    Por que uma paixão por uma mulher tem que ser sempre “mundana”? KKK Pelo que o próprio autor já explicou, aqui ele brinca com referências à vinda do Mestre e com o amor entre um homem e uma mulher. E ficou um trabalho de extrema qualidade. Mas, aí começam as viagens. KKKK E cada um na sua. Tudo nesse planeta resulta das diferentes visões que cada ser humano tem. Imaginem continentes, povos, culturas, “religiões”. E, pra falar a verdade, cada um tem a sua própria “anunciação”, ao menos uma durante toda a sua vida. Ao menos, uma. Haja paciência! Misericórdia, Senhor! O legal é ver o show da galera. Palmas para o grande mestre Alceu.

    Obs. De última hora: Apesar de que nós que precisamos nos elevar ao nível Dele, não Ele voltar ao pequenino planeta azul. Afinal, Ele está em toda parte.

  49. WILLIAM MORAES CORRÊA (GRUPO FOLIÕES) disse:

    Ah! rsrsrs Ele fala também do filho dele, vice? Eu havia me esquecido, vice? Beijos e queijos. Rsrsr kkkkkk

  50. Neto disse:

    Essa música é linda… A alguns meses atrás lembrei muito dela quando eu e minha esposa tivemos nosso primeiro filho. Antes mesmo de qualquer interpretação já imaginava essa música como uma linda anunciação de um filho tão esperado, ela representa muito a chegada do meu filho. Atualmente, antes do meu filho dormir canto essa música pra ele e o mais fascinante de tudo é que ele adora!

  51. Guilherme disse:

    Essa música fala do amor entre um homem e a mulher, inclusive fazendo sexo (O cavalo no quintal) ahaha

  52. gerson tumolo disse:

    caralho.
    Vim ate aqui pra ver se achava a explicação do sentido da musica e fiquei mais confuso ainda.
    xD

  53. GLÁUCYA disse:

    Na realidade, a música é uma verdadeira obra prima da música brasileira. Lembro-me um pouco da polêmica acerca de “o que será” (Chico Buarque). A questão do anticristo que foi citada por uma das pessoa não está no sentido da leitura do poema e, sim, girando a música ao contrário. Mas, a interpretação é também particular e vamos a minha: pode ser “paixão”, não digo por uma mulher, religião, mas, por qualquer coisa que seja capaz de mexer com os sentimentos humanos. Lembro-me do Filósofo Spinoza, do seu conceito de “paixão”.

  54. Fred disse:

    Li uma entrevista em que ele disse:
    “Em 1983, eu estava brincando com uma flauta no jardim da minha casa em Olinda. Lembro
    até hoje, era uma flauta simples que comprei de um hippie no Rio Grande do Sul. Foi aí que me surgiu a melodia de ‘Anunciação’. Minha namorada ouviu aquilo e falou: ‘Que música bonita essa que você está tocando…’. Mas ainda não era música nenhuma”, recorda. “Inspirado, saí tocando pelo quintal e lá estavam as roupas no varal. Fui até a rua, e ouvi o sino da catedral… isso tudo foi colocado na letra da música depois. Naquele tempo, dava para sair tranquilamente dançando pela rua. Nem autógrafo pediam, porque na época era cafona. E também não tinha telefone celular, para as pessoas ficarem tirando fotos! Graças a Deus!”, diverte-se.

  55. Glenda disse:

    Quanta abobrinha!

  56. Jenifer disse:

    Em 1983, eu estava brincando com uma flauta no jardim da minha casa em Olinda. Lembro
    até hoje, era uma flauta simples que comprei de um hippie no Rio Grande do Sul. Foi aí que me surgiu a melodia de ‘Anunciação’. Minha namorada ouviu aquilo e falou: ‘Que música bonita essa que você está tocando…’. Mas ainda não era música nenhuma”, recorda. “Inspirado, saí tocando pelo quintal e lá estavam as roupas no varal. Fui até a rua, e ouvi o sino da catedral… isso tudo foi colocado na letra da música depois. Naquele tempo, dava para sair tranquilamente dançando pela rua. Nem autógrafo pediam, porque na época era cafona. E também não tinha telefone celular, para as pessoas ficarem tirando fotos! Graças a Deus!”, diverte-se ….entrevista dada por alceu valença

  57. Aleister Crowley disse:

    Essa música fala sobre a incorporação de um demônio. Paixões de dentro (delícias da carne), brincar no quintal (terreiro), O TEU CAVALO peito nu cabelo ao vento = quem conhece umbanda sabe que somos chamados de cavalo de santo. Quando se chama a entidade, o sussurro no ouvido faz parte do chamado… Somente imbecis cristãos para acharem que essa música fala da 2ª vinda de Cristo… KKK … Patéticos. Paixões de dentro são as carnalidades e delícias dos pecados. Não sabem nada da vida e nada dos demônios. A música hipnotiza, pois foi feita pra isso mesmo!

    • Niih Passos disse:

      Não sei qual terreiro você participa. Mas no meu essa música representa a chegada dos Erês no dia deles que é domingo. E não a chegada de demônios.

  58. Dalton S disse:

    Acabei vindo parar por aqui por conta de uma “Anunciação” ocorrida no princípio desta semana, que acabou misturando a música do Alceu Valença ao conceito da Sincronicidade, de Carl Jung, que justifica a junção, aparentemente aleatória, do Consciente Individual a um imaginário Inconsciente Coletivo.

    Pela manhã postei no Facebook uma brincadeira, usando num mesmo quadro duas fotos do Neymar:

    – Uma com a camisa do Barcelona, tendo o seguinte texto ao lado:
    Adios, Adios
    Nosotros perdiemos os sinais

    – Uma com a camisa do novo clube francês e o texto:
    Alez, Alez
    Je escutê votrê sinê

    nota: Tanto o texto em Espanhol quanto o em Francês foram escritos propositalmente meio errados. Parte pelo meu pouco conhecimento de tais linguagens, parte pela necessidade das rimas.

    No mesma noite peguei na televisão, já pela metade, um filme pelo qual me apaixonei à primeira vista, pela riqueza melódica apresentada: A Luneta do Tempo, no qual, após alguns minutos, pude identificar o Alceu Valença fazendo o papel de Palhaço, que cantava a História de Lampião.

    E estudando melhor aquele filme, pude constatar que acabara de ter o meu Consciente Individual capturado pelo Inconsciente Coletivo criado pelo Alceu, num curto espaço de Sincronicidade, menos de 24 horas.

    Creio que, se ainda fosse vivo, Jung diria: – Esses são os meus garotos!

    Na bruma leve das paixões
    Que vêm de dentro

    – Qual é a Paixão que Vem de Dentro de qualquer compositor musical?
    – Mote, Inspiração…!

    Vários grandes compositores da MPB já trataram do mesmo assunto em formas próprias. Chico Buarque, por exemplo, sugeriu algo assim na música, Benvinda.

    Anos mais tarde, voltou a tocar no assunto de forma mais consistente com a música, Angélica, que dentre os significados do nome, possui um associado aos cantos litúrgicos dos marianos por ocasião do Círio Pascal. Dentre tais Angélicas cantadas por eles, a mais famosa possui o nome: Quem É Essa Mulher?
    https://www.youtube.com/watch?v=z9ZyPTjLm3E

    Verso inicial da música do Chico e repetido diversas vezes ao longo da mesma, que apresenta ainda uma outra curiosidade:

    Quem é essa mulher
    Que canta sempre o mesmo arranjo?

    Outro significado para o termo, Angélica, conta ser a fixação de certa harmonia, no Órgão, durante a execução de um canto litúrgico.

    Tu vens chegando
    Prá brincar no meu quintal
    No teu cavalo
    Peito nu, cabelo ao vento
    E o sol quarando
    Nossas roupas no varal…(2x)

    Quando o compositor musical é premiado pela Arte com o Instante Mágico da Inspiração, procura, o mais rápido possível, traduzir por palavras simplórias aquela beleza de quadro, que se lhe oferece pelo inconsciente, comparando-o com o instante social pelo qual está cercado no momento.

    Tu vens, tu vens
    Eu já escuto os teus sinais

    Embora a palavra, Sinal, à partir do Simbolismo tenha ganho corruptelas que a associaram mais às imagens do que aos sons, tal étimo nasceu justamente das Anunciações feita por Sinos. Inicialmente comuns às Catedrais ou igrejas e posteriormente às escolas e fábricas. Por exemplo:

    – Qual aluno não gosta de escutar o Sinal do Recreio ou o da Saída da escola?
    – Qual empregado não gosta de escutar ao fim da jornada o Sinal de Saída da Firma?

    É por isso que o Alceu não viu acenos, e sim escutou os Sinais.

    A voz do anjo
    Sussurrou no meu ouvido
    Eu não duvido
    Já escuto os teus sinais
    Que tu virias
    Numa manhã de domingo
    Eu te anuncio
    Nos sinos das catedrais…

    Quem é essa mulher
    Que canta como dobra um sino?

    Paulo Cesar Pinheiro e João Nogueira foram magistrais na explicação desse mesmo fenômeno na música, Poder da Criação:
    https://www.youtube.com/watch?v=WuVxU5ZW0Vk

    Não, ninguém faz samba só porque prefere
    Força nenhuma no mundo interfere
    Sobre o poder da criação
    Não, não precisa se estar nem feliz nem aflito
    Nem se refugiar em lugar mais bonito
    Em busca da inspiração
    Não, ela é uma luz que chega de repente
    Com a rapidez de uma estrela cadente
    Que acende a mente e o coração
    É faz pensar que existe uma força maior que nos guia
    Que está no ar
    Bem no meio da noite ou no claro do dia
    Chega a nos angustiar
    E o poeta se deixa levar por essa magia
    E o verso vem vindo e vem vindo uma melodia
    E o povo começa a cantar, lá laia laiá
    Lá lá laía laiá.

    Ufa! Estava meio enferrujado. Abraços.

  59. Niih Passos disse:

    Na verdade ele faz a anunciação da chegada do Orixá Ibeje/Erés que são crianças, por isso fala, tu vens brincar no meu quintal. Na parte do cavalo, representa a pessoa a quem o Erê “possuir” e peito nu cabelo ao vento, representa as crianças com sua inocência de não usar sutiã ou camisas para esconder os seios, pois são puras. Em suma é isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *