O Teatro Mágico

Sobra Tanta Falta

Falta tanta coisa na minha janela
Como uma praia
Falta tanta coisa na memória
Como o rosto dela
Falta tanto tempo no relógio
Quanto uma semana
Sobra tanta falta de paciência
Que me desespero
Sobram tantas meias-verdades
Que guardo pra mim mesmo
Sobram tantos medos
Que nem me protejo mais
Sobra tanto espaço
Dentro do abraço
Falta tanta coisa pra dizer
Que nunca consigo

Sei lá,
Se o que me deu foi dado
Sei lá,
Se o que me deu já é meu
Sei lá,
Se o que me deu foi dado ou se é seu

Sei lá… sei lá… sei lá….

Vai saber,
Se o que me deu , quem sabe?
Vai saber,
Quem souber me salve
Vai saber,
O que me deu, quem sabe?
Vai saber,
Quem souber me salve…"

0 comentário sobre “Sobra Tanta Falta

  • Davi Figueirêdo disse:

    é a vida de uma pessoa que falta muita coisa na sua vida!!!sua vida é meio que vazia!!!sobram coisas que ele guarda pra si mesmo!!!,
    tem medo de dividir com outras pessoas!!!

  • No primeiro paragrafo acredito que ele fala sobre como queria que as coisas fossem diferentes, queria mudar mais não consegue!
    No segundo fala sobre suas conquistas, que não buscou seus sonhos e sim foi ganhando o que lhe foi oferecido!
    No terceiro sobre as pessoas que lhe “deram as coisas”, que passaram pela vida dele e lhe deixaram algo, que ele precisa de ajuda para ser salvo = buscar as coisas que quer!

    Acredito que seja isso =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>