Roberto Carlos e Erasmo Carlos

Pelas Esquinas da Nossa Casa

Abro a porta sem cuidado, como todo apaixonado
Vou correndo pra você
E no nosso encontro eu passo dos limites nesse abraço
Deixo tudo acontecer
A aceleração é louca quando beijo a sua boca
Me dispara o coração
Nosso corpo se resvala sem controle pela sala
Que loucura, que paixão

Com você
Nesse trânsito eu vou mais
Nas esquinas dessa casa
Não tem leis e nem sinais

Vamos nós nesse carinho, mas paramos no caminho
Dessa vez no corredor
Mãos e abraços que doçura, mais abaixo ou na cintura
Tudo é sempre sedutor

Tantos beijos e carícias, tantas curvas e delícias
Mais palavras, mais calor
E chegamos ofegantes ao destino dos amantes
Nosso quarto, nosso amor

Com você
Nesse trânsito eu vou mais
Nas esquinas dessa casa
Não tem leis e nem sinais

Com você
Nesse trânsito eu vou mais
Nas esquinas dessa casa
Não tem leis e nem sinais

Com você
Nesse trânsito eu vou mais
Nas esquinas dessa casa
Não . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>