Nelson Sargento

Fundo azul

Borboleta esvoaçando em fundo azul
Flores desabrocham, é primavera
Brisa leve sopra do norte e pro sul
No espaço um foguete busca ‘nova era’

O vigário empunha a estola
No campo santo, alguém reza por alguém
Vinte e dois homens disputando a mesma bola
Joga no bicho eu e ela e você também

O cão ainda é fiel amigo
Crianças continuam a nascer
Uma velhice imensa e sem abrigo
Quanta gente à procura de lazer

Ninguém é de ninguém
Esta é a frase padrão
Salve-se quem puder
Neste mundo de ilusão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>