Una Vez Mas

Natiruts

0 comentários

Mais uma vez
Prisioneiro da solidão
E ela está chorando
Mas eu não sei
Os segredos do girassol
Nem a cor do vento
Se eu voltar
Terei medo de prosseguir e sobrevoar o rio inteiro
Graças a Deus os meus olhos podem se abrir
Perceber a cor do seus
Diz que não merece nem abrir seus olhos para ver o sol
E nem andar pelas pedras seguindo a vista do mar
Mas a tristeza que tinha em seu peito já foi embora




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *