Ave Lúcifer

As maçãs envolvem os corpos nus
Nesse rio que corre
Em veias mansas dentro de mim
Anjos e Arcanjos não pousam neste Édem infernal
E a flecha do selvagem
matou mil aves no ar

Quieta, a serpente
se enrola nos seus pés
É Lúcifer da floresta
que tenta me abraçar

Vem amor, que um paraíso
num abraço amigo
sorrirá pra nós
sem ninguém nos ver
Prometa, seu amor macio
como uma flor cheia de mel
pra tme embriagar
Sem ninguém nos ver

Tragam uvas negras
Tragam festas e flores
Tragam corpos e dores
Tragam incensos e odores

Mas tragam Lúcifer pra mim
Em uma bandeja pra mim…

0 comentário sobre “Ave Lúcifer

  • essa musica fala sobre o anjo que desviou a humanidade de DEUS lucifer que dizer ser de luz a serpente original o mel e usado em rituais de bruxaria junto com uvas flores e incensos

    1
    9
  • Essa letra é muito provocante. Usa-se alguns eventos religiosos, claro, mas acho que estes são usados como pretexto para chegar ao desejo ardente.

  • Mariana disse:

    eu relaciono muito a letra dessa musica com o período literário simbololismo. A letra é forte e provocante sim, utiliza as figuras religiosas de maneira simbolica como os poetas do passado

  • Sempre eu? disse:

    Quem desviou quem, Dele? O anjo caído desceu a Terra para lhe informar de seus desvios. Usa-se o, idota do, livre arbítreo e pronto, a caca está feita em nome do Fel. Eu quero para mim não é o melhor uso das faculdades metais. O senhor da luz te ilumina sobre o que está por vir. Vai porque quis. Liberdade é fazer o bem para você. É da ignorância e somente da ignorância é que o homem deve se libertar. Tá escrito aí, é só ler.

  • Vejo muita gente não entendendo a música e ficando até com medo. Mas bem, a música claramente fala sobre o pecado e sexo, muito sexo. Vou tentar explicar minha visão.

    No começo da música é dito:

    “As maçãs envolvem os corpos nus
    Nesse rio que corre
    Em veias mansas dentro de mim”

    A maça que Eva comeu, aí seria o pecado. Em envolvem, eu interpreto que seria o pecado envolvendo o corpo humano, e com corpos nus tentaram deixar implícito uma subversão.

    Quando falam da suposta flecha do selvagem em:

    “E a flecha do selvagem
    matou mil aves no ar”

    Acredito que seja a luta do Arcanjo Miguel com Satanás, dando a entender o “culpado” por essa impureza no mundo

    Agora, acredito eu que todos notaram o que quiseram dizer nesse pedaço, né? Bem, é:

    “Quieta, a serpente
    se enrola nos seus pés
    É Lúcifer da floresta
    que tenta me abraçar”

    O pecado chega quieto, sem você nem perceber e tenta te “abraçar”. Com Lúcifer falam novamente o nome do culpado por isso tudo.

    Nessa próxima parte eu estou em dúvida, favor deixar a opinião de vocês ai. Bom, é essa parte:

    “Vem amor, que um paraíso
    num abraço amigo
    sorrirá pra nós
    sem ninguém nos ver”

    Acredito que seja algo como se mesmo sendo corrompidos e subvertidos, ainda temos esperança num paraíso. É exatamente assim que somos, não?

    Um trecho da letra foi censurado na época, justamente o trecho que deixava explicito o contexto sexual, era:

    “Vou abrir meu amor macio
    Como uma flor cheia de mel”

    Que foi substituído por:

    “Prometa, seu amor macio
    como uma flor cheia de mel”

    Isso deixa claro o contexto sexual de subversão.

    Logo após isso vem:
    “pra te embriagar
    Sem ninguém nos ver”

    A palavra embriagar nessa parte está num sentido de enlevar, se deixar levar a aquilo, resumindo: TE DEIXAR COM A PIKA NA TESTA!

    Agora esse pedaço eu estou sem entender direito ainda, é:

    “Tragam uvas negras
    Tragam festas e flores
    Tragam corpos e dores
    Tragam incensos e odores”

    Acredito que seja o pecado, pra pecar mais, trazer mais pecado. Bom, o pecado é gostoso, não?

    A ultima parte eu peço ajuda de vocês que tiveram paciência de ler isso, pois estou quase sem palpites. É:

    “Mas tragam Lúcifer pra mim
    Em uma bandeja pra mim…”

    Acredito que seja como um endeusamento pro criador disso tudo, como um ser corrompido pedindo pelo corrompedor, mas não sei kk.

    Resumindo tudo isso, acho que a música foi feita pra dizer que Lúcifer e o pecado separaram o mundo de Deus. Estamos distantes de Deus, não é? Pecados, subversão, ganancia e muito mais, estamos cercados disso tudo, isso tudo nos envolveu.

    Agradeço por ler!

    13
  • “As maçãs envolvem os corpos nus
    Nesse rio que corre
    Em veias mansas dentro de mim.”

    Nessa parte acho que se refere ao momento em que eva e adão (os corpos nús)comem a fruta descrita na musica como maçã, que seria o “inicio” do pecado na terra e seria passado de geração em geração pelas veias mansas (mostrando que voce
    está “ligado” direta e indiretamente com o pecado, e que o pecado vive em voce mesmo voce não demonstrando).

    “Anjos e Arcanjos não pousam neste Édem infernal”.

    nessa parte acho que pode se referir ao éden como algo já não mais santo pois um pecado foi cometido lá dentro ou também pode ser que o éden seja a terra (metaforicamente falando) que a terra já está tomada de pecados.

    “E a flecha do selvagem
    matou mil aves no ar”.

    a unica coisa que me vem a cabeça nesse trecho seria a luta do Arcanjo Miguel com lúcifer.

    “Quieta, a serpente
    se enrola nos seus pés
    É Lúcifer da floresta
    que tenta me abraçar”.

    aqui mostra na minha concepção mostra como o pecado entra e se torna parte da sua vida, vem de uma forma mansa e gentil.

    “Vem amor, que um paraíso
    num abraço amigo
    sorrirá pra nós
    sem ninguém nos ver
    Prometa, seu amor macio
    como uma flor cheia de mel
    pra te embriagar
    Sem ninguém nos ver”.

    sobre essa parte em questão não sei se minha opinião estará tão correta mas talvez possa significar lúcifer usando o pecado como artificio para sedução e mostra que o paraiso não é só o reino dos céus mas também o sentimento carnal que voce aqui, também mostra de forma implicita uma relação sexual envolvente e misteriosa que ira te fazer ser mais e mais dependente (tu isso de uma forma “anonima” como se ninguem te julgará ou verá).

    “Tragam uvas negras
    Tragam festas e flores
    Tragam corpos e dores
    Tragam incensos e odores”.

    mostra algum tipo de ritual usandos uvas negras que pode se ser comparada a algo: com sabor sedutor, tem um tom elegante e imcomparavel.
    tambem se assemelha a magia ou bruxaria das flores um ritual para mostrar o contato com a natureza.
    outra coisa corpos, dores e edores podem ser uma das formas de sacrificio usadas para atrair lucifer.

    “Mas tragam Lúcifer pra mim
    Em uma bandeja pra mim”.

    mostra uma tentativa incessante de conseguir seu objetivo.
    chegou a parte mais duvidosa da minha parte pede para trazer ele em uma bandeja geralmente apenas sacrificios de animais assim ocorrem, como nas religioes afro-brasileiras, utilizando de animais de consumo humano como galinhas e bodes ou cordeiros, mas o cordeiro na biblia significa o proprio jesus cristo, indicado como salvador da humanidade apos ter sido sacrificado pelo fim do pecado original.
    (ainda me restam muitas duvidas)

  • LUIZ FERNANDO LAUX GUIMARAES MARQUES disse:

    Lúcifer, Ser de Luz. Nos primórdios era Cernunos, o rei da floresta da antiga arte, da bruxaria, do paganismo, das religiões da natureza. A igreja católica pra combater as religiões predominantes que acreditavam nos seres da natureza como elfos, fadas, duendes, curas por ervas e pensamento positivo vem após pintar o ser de chifres, o Deus da Floresta como mau.
    Talvez seja a Igreja quem quer a cabeça de Lúcifer, e outro personagem que poderia ser uma fada com seu lado de admiração, amor sexo que simboliza o fecundar da terra nos rituais sabáticos que festejam o início das estações, soltícios, equinócios e relembrando a época de lançar a semente, colheita, recolhimento. Os rituais pagãos envolvem frutas, e alguns há sexo.

  • A letra fala claramente do primeiro pecado. Curioso que a parte “Mas tragam Lúcifer pra mim, Em uma bandeja pra mim” deixa claro que o criador quer a cabeça da criatura que pôs o paraíso em perdição.
    Se ouvirem bem, na gravação, logo após “É Lúcifer, na floresta, que tenta me abraçar” existe uma voz que claramente fala algo gravado ao contrário, que ainda não descobri o que é falado. Quando descobrir, posto aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>