Categorias
Mamonas Assassinas

Bois Don’t Cry

Ser corno ou não ser,
Eis a minha indagação
Sem você vivo sofrendo
Pelos "buteco" bebendo
Arrumando confusão

Você é muito fogosa
Tão bonita e carinhosa
Do jeito que eu sempre quis

Minha coisinha gostosa
Dá aos pobres, é bondosa
Sou corno mas sou feliz

Soy un hombre conformado
Escuto a voz do coração
Sou um corno apaixonado
Sei que já fui chifrado
Mas o que vale é tesão

E na cama quando inflama
Por outro nome me chama
Mas tem fácil explicação:
O meu nome é Dejair
"facinho" de confundir
Com João do Caminhão

Vejam só como é que é
A ingratidão de uma mulher
Ela é o meu tesouro
Nós fomos feitos um pro outro

Ela é uma vaca
Eu sou um touro

E na cama quando inflama
Por outro nome me chama
Mas tem fácil explicação:
O meu nome é Dejair
"facinho" de confundir
Com João do Caminhão

Vejam só como é que é
A ingratidão de uma mulher
Ela é o meu tesouro
Nós fomos feitos um pro outro

Ela é uma vaca
Eu sou um touro

2 respostas em “Bois Don’t Cry”

Essa música e uma sátira á politica brasileira, onde sabemos as coisas erradas dos políticos, criticamos, mas quando eles fazem um agrado “Mas o que vale é tesão”, votamos nele novamente!

Esquece de dizer da critica ao povo brasileiro em relação a linguá estrangeira, onde os nossos centros de compra, lojas, bares, tudo possui nome estrangeiro. “pq é chic”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *