Liniker e os Caramelows

Calmô

Pela manhã, quando você acorda
O teu sorriso tão ligeiro vem me despertar
Vagarosa, formosa menina

Tem calma, tem jeito, tem também
O coração tranquilo, coração de alguém
De alguém

Pela manhã, quando você acorda
O teu sorriso tão ligeiro vem me despertar
Vagarosa, formosa menina

Tem calma, tem jeito, tem também
O coração tranquilo, coração de alguém
De alguém

Na casa antiga tinha até montanhas
E nas ruas da cidade tinha gente ali
Caminhando juntas

Na casa antiga tinha até montanhas
E nas ruas da cidade tinha gente ali
Caminhando juntas

Por la mañana, cuando te despiertas
Tu sonrisa tan ligera viene a despertarme
Tranquila, bonita menina

Tem calma, tem jeito, tem também
O coração tranquilo, coração de alguém
De alguém

Na casa antiga tinha até montanhas
E nas ruas da cidade tinha gente ali
Caminhando juntas

Na casa antiga tinha até montanhas
E nas ruas da cidade tinha gente ali
Caminhando juntas

Coloca calma, carinho, tempero, zen
Uma lambida nos olhinhos é tão gostoso também
Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>