Categorias
Lenine

Eu Sou Meu Guia

Era um menino com o destino
Do mundo nas mãos
Olhos no dilúvio
E os dedos num violão…

Dançam cordilheiras
Ondeando, ofegando no ar
Roda, minha vida
Se eu quiser
Posso abrir um mar…

E eu irei
Em qualquer direção
E voltarei
Eu sou meu guia
Eu sou meu guia…

Parto com a lua
Derramada no espelho do mar
Cartas de um futuro
Tenho o mundo prá se revelar…

Era o outro lado do sol
E um perfume
De fruta e de flor
Roda, minha vida
Nas trapaças do Criador…

E eu irei
Em qualquer direção
E voltarei
Eu sou meu guia
Eu sou meu guia…

Quando o sol vem brilhar
E um resto de estrela
Da noite clareia a manhã
Terra e sol, vento e mar
O segredo que eu trago
Guardado no meu talismã…
No meu talismã!
No meu talismã!…

Era um menino
Com o destino
Do mundo nas mãos
Olhos no dilúvio
E os dedos num violão…

Era o outro lado do sol
E um perfume
De fruta e de flor
Roda, minha vida
Nas trapaças do Criador…

Fui até o outro dia
Dia! Dia! Dia!…

“Meu mal, minha mão
O que é nal e o que é não?
Meu pau, e meu pão
Santo Graal, e meu grão”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *