Heróis da Resistência

Só pro meu prazer

Não fala nada deixa tudo assim por mim
Eu não me importo se nós não somos bem assim
É tudo real nas minhas mentiras
E assim não faz mal E assim não me faz mal não


Noite e dia se completam o nosso amor e ódio eterno
Eu te imagino, eu te conserto eu faço a cena que eu quiser
Eu tiro a roupa pra você minha maior ficção de amor
Eu te recriei, só pro meu prazer

Só pro meu prazer


Não venha agora com essas insinuações
Dos seus defeitos ou de algum medo normal
Será que você, não é nada que eu penso
Também se não for não faz mal Não me faz mal não


Noite e dia se completam o nosso amor e ódio eterno
Eu te imagino, eu te conserto eu faço a cena que eu quiser
Eu tiro a roupa pra você minha maior ficção de amor
Eu te recriei, só pro meu prazer

Só pro meu prazer

Noite e dia se completam o nosso amor e ódio eterno
Eu te imagino, eu te conserto eu faço a cena que eu quiser
Eu tiro a roupa pra você minha maior ficção de amor
Eu te recriei, só pro meu prazer

Um comentário sobre “Só pro meu prazer

  • Sandra Vaz disse:

    Essa música é simplesmente maravilhosa, de uma sensibilidade ímpar, de uma sutiliza marcante e lúdica. Provavelmente foi composta em um daqueles momentos típicos em que os “anjos” dizem amém e transferem a beleza da alma em forma de canção e poesia. Felizmente existem pessoas que conseguem alcançar uma visão de beleza sublime e compor essa joia da MBP. Para mim a cação retrata alguém tão apaixonado e embebido de emoção que não está se importando com os altos e baixos do relacionamento e se entrega de corpo e alma ao amor. Entendi, Leoni e Fabiana?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>