Borbulhas de Amor

Fagner

21 comentários

Tenho um coração
Dividido entre a esperança
E a razão
Tenho um coração
Bem melhor que não tivera…

Esse coração
Não consegue se conter
Ao ouvir tua voz
Pobre coração
Sempre escravo da ternura…

Quem dera ser um peixe
Para em teu límpido
Aquário mergulhar
Fazer borbulhas de amor
Prá te encantar
Passar a noite em claro
Dentro de ti…

Um peixe
Para enfeitar de corais
Tua cintura
Fazer silhuetas de amor
À luz da lua
Saciar esta loucura
Dentro de ti…

Canta coração
Que esta alma necessita
De ilusão
Sonha coração
Não te enchas de amargura…

Esse coração
Não consegue se conter
Ao ouvir tua voz
Pobre coração
Sempre escravo da ternura…

Quem dera ser um peixe
Para em teu límpido
Aquário mergulhar
Fazer borbulhas de amor
Prá te encantar
Passar a noite em claro
Dentro de ti…

Um peixe
Para enfeitar de corais
Tua cintura
Fazer silhuetas de amor
À luz da lua
Saciar esta loucura
Dentro de ti…

Uma noite
Para unir-nos até o fim
Cara-cara, beijo a beijo
E viver
Para sempre dentro de ti…

Quem dera ser um peixe
Para em teu límpido
Aquário mergulhar
Fazer borbulhas de amor
Prá te encantar
Passar a noite em claro
Dentro de ti…

Um peixe
Para enfeitar de corais
Tua cintura
Fazer silhuetas de amor
À luz da lua
Saciar esta loucura
Dentro de ti…(3x)

Para sempre
Dentro de ti…




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

21 comentários para a letra “Borbulhas de Amor

  1. Gregory disse:

    Por intermédio de um dos compositores da canção – o poeta Ferreira Gullar – descobri que ”Borbulhas de Amor” traz um forte apelo sexual no refrão onde estão presentes os trechos; o peixe no límpido aquário (partes íntimas do homem e da mulher durante a transa) mergulhar, fazer borbulhas de amor pra encantar, passar em noite em claro, enfeitar de corais na cintura, fazer silhuetas de amor à luz da lua e saciar esta loucura dentro dela.

  2. Ed disse:

    pois ate onde sei essa musica retrata um filho dentro da barriga da mae gravida “passar a noite em claro dentro de ti”, o bebe sem deixar a mae dormir, entre outras partes como “um peixe para em teu limpido aquario mergulhar”, o aquario seria a barriga da mae

  3. Sam disse:

    Pelo amor de Deus, Ed. Você não vê apelo sexual nesta música? Você vive em que mundo? Por acaso os versos “Fazer silhuetas de amor
    À luz da lua
    Saciar esta loucura
    Dentro de ti… Uma noite
    Para unir-nos até o fim
    Cara-cara, beijo a beijo…” remetem a quê, senão a uma cena de sexo? O aquário e o peixe dentro dele sobre o qual você fala, na verdade, significam outras coisas. rsrs

  4. adenilson disse:

    poderiamos interpretar quem compos a musica é apaixonado por mulher onde o mesmo deseja a mesma plenamente só que a mesma por razão de ser da alta sociedade não está ao seu alcance e cançao tambem m faz apologia ao sexo, por ser tambem uma mulher que é bastante desejada e por isso ser muito bela

  5. Val disse:

    Também concordo que essa letra tem um fundo de apelo sexual!

  6. Val disse:

    Também concordo que essa letra tem um fundo de apelo sexual!Porem é muito bonita e representa muito um casal apaioxanado! Particularmente acho essa musica uma das belas canções de Fagner.

  7. Vitória disse:

    Concordo com Val. A música fala de sexo, sim, e, apesar de trazer esse apelo sexual, descreve lindamente a paixão.

  8. joaquim disse:

    éssa musica é um plagio, a original e ”BURBUJAS DE AMOR”, autor JUAN LUIS GUERRA, REPUBLICA DOMINICANA

    • Jorge Gomes disse:

      Não é plágio, Joaquim. O Ferreira Gullar traduziu o poema/música de Jorge luis Guerra e Fagner gravou. Como em toda tradução de poesia o tradutor busca não as palavras exatas do original e sim o sentido. No disco do Fagner em que aparece esta música é creditada ao autor dominicano a autoria.

  9. Eliasport disse:

    São muitos os sentidos idealizados, entretanto a musica, mexe e chama a tenção, fazendo qualquer outra coisa que não seja a m o r.

  10. argeu ramiro disse:

    Essa musica ganhou um grammy com o autor Juan Luiz Guerra, nem a musica nem letra são de autoria do Fagner!Acho bem dificil ele ter essa cultura de merenque em seu conhecimento musical com certeza ficaria devendo!

  11. Gabriel disse:

    Há algumas interpretações. Essa de apelo sexual é uma delas. A Segunda, se remete a vontade de estar perto da pessoa amada, e nos verso “para semrpe, dentro de ti”, refere-se ao fato de a pessoa permanecer dentro da outra, sendo uma rande paixão, eternamente.

  12. É que o psicologo de minha irmã pôs essa música para ela ouvir, antes pos uma numa casa de reboco e outras, orem borbulhas de amor deixou a mesma preocupada, o por que? sendo ambos solteiros. p4zf

  13. laurielepires disse:

    sei não acho que é paixão.

  14. Tataio disse:

    Pra quem tem alguma duvida sobre o altíssimo conteúdo erótico dessa musica, basta ouvir e ver o videoclip da versão original do cantor caribenho Juan Luis Guerra (que ganhou inclusive um Grammy latino com essa musica). Detalhe: a “Comissão da Decência” de Porto Rico (uma espécie de Censura Federal daquele pais) chegou a proibir a exibição do vídeo na TV estatal … aqui o original http://youtu.be/WcYZInhIBmg

  15. Maria de Fátima Ataujo disse:

    Claro que nesta música tem um apelo srxual muito delicado com muita poedia como aliás deveria ser uma ” cantada”! Com elegância Juan Luís seu verdadeiro compositor , fala de seu desejo pela mulhet amada! Belíssima!!

  16. Cassiano Aquino disse:

    Quem dera que meu pinto, para em tua límpida Xana mergulhar.
    Fazer borbulhas do meu gozo para te encantar.
    Passar a noite em claro, dentro de ti, meu pinto.

    Para agarrar-te por trás pela cintura.

    Fazer silhuetas de amor À luz da lua

    Saciar esta loucura. Dentro de ti…Meu pinto.

  17. Osvaldo disse:

    Complexo de Édipo mal resolvido. Busca pela mãe que acorrentou o filho. Escravo da ternura.

  18. Claudio disse:

    Ferreira Gullar, o autor, já disse por várias vezes que o “peixe ” é o órgão masculino humano é o “aquário ” o feminino. Não há o que se discutir com relação à isso.
    O restante da letra se apega num relacionamento ” homem e mulher” , simplesmente heterossexual, porém qualquer pessoa, de qualquer direcionamento, pode e deve perceber a bela poesia das frases.

  19. Anna Laura disse:

    “Tenho um coração
    Dividido entre a esperança
    E a razão
    Tenho um coração
    Bem melhor que não tivera…”
    Nesta estrofe se refere a paixão, a esperança seria o amor correspondido e a razão a possibilidade de não haver reciprocidade, por este motivo “bem melhor que não tivera [um coração, no sentido figurado]”, pois assim evitaria decepções.

    “Esse coração
    Não consegue se conter
    Ao ouvir tua voz
    Pobre coração
    Sempre escravo da ternura…”
    O “eu” está realmente muito apaixonado pela outra pessoa. O simples momento em que ele ouve a voz da pessoa amada, se derrete por dentro. O coração é retratado como o “armário” dos sentimentos e está cheio dessa paixão por isso:”Pobre coração
    Sempre escravo da ternura…”.

    “Quem dera ser um peixe
    Para em teu límpido
    Aquário mergulhar
    Fazer borbulhas de amor
    Prá te encantar
    Passar a noite em claro
    Dentro de ti…”
    O “eu” descreve, poeticamente, uma cena de sexo: que dera se ele pudesse demonstrar essa paixão fisicamente e a maneira (pelo menos na poesia) mais correta de se demonstrar o amor\paixão é durante o sexo, o “fazer amor”. É muito vívido a conotação sexual “Passar a noite em claro, Dentro de ti…” ele quer “amar” a pessoa a noite inteira.

    “Um peixe
    Para enfeitar de corais
    Tua cintura
    Fazer silhuetas de amor
    À luz da lua
    Saciar esta loucura
    Dentro de ti…”
    Esta estrofe tem a mesma descrição que a anterior. Enfeitar de coirais tua cintura, possivelmente se refere a beijos que o “eu” dará no corpo da amada(o) antes de chegar a um possível sexo oral. Saciar a loucura seria satisfazer a amada(o), não apenas ele teria prazer, mas a parceira(o) também; a loucura seria, depois de tantos beijos e preliminares; o saciar seria o gozo de ambos.

    “Canta coração
    Que esta alma necessita
    De ilusão
    Sonha coração
    Não te enchas de amargura…”
    O “eu” está imerso em sua paixão de tal modo que está se deixando ser guiado pela emoção; ilusão e sonha, seria a imaginação e o quanto ele espera se deitar com a pessoa amada, esta esperança (inclusive dita no inicio da canção) impossibilita que seu coração se amargure, pois ele sonha e espera que irá “amar” essa pessoa.

    “Uma noite
    Para unir-nos até o fim
    Cara-cara, beijo a beijo
    E viver
    Para sempre dentro de ti…”
    Levando em conta sua paixão por esta pessoa para ele seria possível que se deitasse com ela por uma noite, isso ficaria para sempre guardado (lembrança), pois seria um momento especial. Cara-cara, beijo a beijo, entre os flertes e os beijos partiriam para (“e viver”) sexo. Uma segunda interpretação dessa estrofe é que depois de tanto sonhar com a pessoa amada ele se casa com ela e por isso uma noite (a cerimonia de casamento) os uniria ate o fim (objetivo de quem casa amando\apaixonado é estarem juntos “até que a morte os separe”); então depois de casados eles estariam cara-cara e teriam a possibilidade de estarem sempre juntos (na vida e no sexo) sem se esconderem.

    Bom, essa é uma visão que sempre tive dessa música, gosto muito dela, inclusive (da música e da interpretação).