Fica

Chico Buarque

Compositor(a) da letra: Chico Buarque

Álbum da letra: Chico Buarque de Hollanda Vol. 2

Ano de lançamento: 1967

2 comentários

Diz que eu não sou de respeito
Diz que não dá jeito
De jeito nenhum
Diz que eu sou subversivo
Um elemento ativo
Feroz e nocivo
Ao bem-estar comum

Fale do nosso barraco
Diga que é um buraco
Que nem queiram ver
Diga que o meu samba é fraco
E que eu não largo o taco
Nem pra conversar com você
Mas fica
Mas fica ao lado meu
Você sai e não explica
Onde vai e a gente fica
Sem saber se vai voltar

Diga ao primeiro que passa
Que eu sou da cachaça
Mais do que do amor
Diga e diga de pirraça
De raiva ou de graça
No meio da praça, é favor
Mas fica
Mas fica ao lado meu
Você sai e não explica
Onde vai e a gente fica
Sem saber se vai voltar

Diz que eu ganho até folgado
Mas perco no dado
E não lhe dou vintém
Diz que é pra tomar cuidado
Sou um desajustado
E o que bem lhe agrada, meu bem
Mas fica
Mas fica, meu amor
Quem sabe um dia
Por descuido ou poesia
Você goste de ficar




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários para a letra “Fica

  1. Creio que retrata a vida de uma companheira de um malandro.

    “Diga que o meu samba é fraco
    E que eu não largo o taco
    Nem pra conversar com você”

    “Diga ao primeiro que passa
    Que eu sou da cachaça
    Mais do que do amor”

    Aqui por exemplo: A tal mulher expressa tamanha decepção ao ver que é trocada por uma bar/taco de sinuca

    “Mas fica
    Mas fica, meu amor
    Quem sabe um dia
    Por descuido ou poesia
    Você goste de ficar”

    Aqui: Ele expressa que ela deverá se adapatar ao jeito dele.

  2. Alana Lazarini disse:

    Acho que a letra se refere a ditadura e como os artistas eram tratados como:

    “Mas fica
    Mas fica ao lado meu
    Você sai e não explica
    Onde vai e a gente fica
    Sem saber se vai voltar”

    Ja que na epoca as pessoas simplesmente sumiam com os militares e simplesmente não voltavam

    No trecho:

    “Diz que eu ganho até folgado
    Mas perco no dado
    E não lhe dou vintém
    Diz que é pra tomar cuidado
    Sou um desajustado
    E o que bem lhe agrada, meu bem”

    da pra ver que e escritor queria dizer que o avisavam para tomar cuidado pelas criticas das musicas pois era considerado como um rebelde

    “Fale do nosso barraco
    Diga que é um buraco
    Que nem queiram ver
    Diga que o meu samba é fraco
    E que eu não largo o taco
    Nem pra conversar com você”

    Ja nesse trecho ele fala como as censuras eram burras e acabavam falando que as musicas só eram ruins e não transpassavam nenhuma mensagem.