Os melhores dias de minha vida

Os melhores dias de minha vida
Eu passei contigo, querida
Porém o tempo que tudo destrói
E destruir nosso grande amor
Fiquei chorando quando fosse embora
(Quem sente saudade é quem chora)

Quando eu chegava juntinho de ti
E te beijava com todo carinho
Era tão bom, o meu viver
E hoje eu vivo sozinho

Teus olhos

Acorda, minha querida
E vem ver o luar
Vem ver a lua que brilha no céu refletindo no mar
Vem que eu quero também os teu olhos olhar
E matar a saudade que vive a me atormentar.
Acorda, minha querida
E vem ver o luar
Vem ver a lua que brilha no céu refletindo no mar
Vem que eu quero também os teu olhos olhar
E matar a saudade que vive a me atormentar.
Não há nada mais belo que o teu olhar
Nem o céu, nem o mar
Se não fossem os teus olhos
Eu vivia na treva a vagar.
Acorda, minha querida
E vem ver o luar
Vem ver a lua que brilha no céu refletindo no mar
Vem que eu quero também os teu olhos olhar
E matar a saudade que vive a me atormentar.

Quando se vai um amor

A vida é triste, seu moço
Cheia de dissabores
Caminho cheio de espinhos
Coberto às vezes de flores

Há tanta gente que chora
Quando um amor vai deixar, ai
Por um amor eu não choro
Prefiro sempre cantar

(Quando se vai um amor
Desses que a gente quer bem
A gente espera seu moço
Até que um dia ele vem)

Mãezinha querida

Minha Mãezinha Querida
Mãezinha Do Coração
Te Adorarei Toda Vida
Com Grande Devoção

É Tua Esta Valsinha
Foste a Inspiração
Canto Querida Mãezinha
A Tua Canção

Alegria, Um Prazer
Uma Grande Emoção
Neste Dia Te Dizer
Com Muito Amor e Afeição

Ó Minha Mãe, Minha Santa Querida
és Um Tesouro Que Eu Tenho na Vida
Eu Te Ofereço Esta Linda Canção
Mãezinha Do Coração

Boas festas

Anoiteceu, o Sino Gemeu
A Gente Ficou Feliz a Rezar
Papai Noel Vê Se Você Tem
A Felicidade Pra Você Me Dar

Eu Pensei Que Todo Mundo
Fosse Filho De Papai Noel
Bem Assim Felicidade
Eu Pensei Que Fosse Uma
Brincadeira De Papel

Já Faz Tempo Que Pedi
Mas o Meu Papai Noel Não Vem
Com Certeza Já Morreu
Ou Então Felicidade
É Brinquedo Que Não Tem

Cadê Zazá

Cadê Zazá ?… Cadê Zazá ?…

Saiu dizendo, vou alí, já volto já,
Mas não voltou porque, porque será ?
Cadê Zazá, zá, zá, zá, zá ?

(Bis)

Sem ela vou vender meu bangalô,
Que tem tudo, mas não tem o seu amor,
Sem ela pra que serve geladeira,
Pra que ventilador ?
Pergunto e ninguém diz onde ela está,
Cadê Zazá, zá, zá, zá, zá ?

Alá-Lá-Ô

Allah-la-ô, ô ô ô ô ô ô
Mas que calor, ô ô ô ô ô ô
Atravessamos o deserto do Saara
O Sol estava quente, queimou a nossa cara
Allah-la-ô, ô ô ô ô ô ô
Mas que calor, ô ô ô ô ô ô

Viemos do Egito
E muitas vezes nós tivemos que rezar
Allah, Allah, Allah, meu bom Allah
Mande água prá Iôiô
Mande água prá Iáiá
Allah, meu bom Allah

Rosa de maio

Rosa de Maio 
É meu desejo
Mandar-te um beijo

Nesta canção… 
Rosa de Maio…
Deste poema

Tu és o tema 
E a inspiração
Rosa de Maio…

Já não consigo 
Guardar comigo
Tanta paixão!
Rosa de Maio
Por qualquer preço
Eu te ofereço
Meu coração!

Bodas de prata

Beijando teus lindos cabelos
Que a neve do tempo marcou
Eu tenho nos olhos molhados
A imagem que nada mudou 
Estavas vestida de noiva
Sorrindo e querendo chorar
Feliz, assim, olhando para mim
Que nunca deixei de te amar

Vinte e cinco anos vamos festejar de união
E a felicidade continua em meu coração
Vai crescendo sempre mais o meu amor por ti
Eu também fiquei mais velho e quase não senti

Vinte e cinco anos de veneração e prazer
Pois até nos momentos de dor
O teu coração me faz compreender
Que a vida é bem pequena para tanto amor

Estavas vestida de noiva
Sorrindo e querendo chorar
Feliz, assim, olhando para mim
Que nunca deixei de te amar