Categorias
Carlos Galhardo

Teus olhos

Acorda, minha querida
E vem ver o luar
Vem ver a lua que brilha no céu refletindo no mar
Vem que eu quero também os teu olhos olhar
E matar a saudade que vive a me atormentar.
Acorda, minha querida
E vem ver o luar
Vem ver a lua que brilha no céu refletindo no mar
Vem que eu quero também os teu olhos olhar
E matar a saudade que vive a me atormentar.
Não há nada mais belo que o teu olhar
Nem o céu, nem o mar
Se não fossem os teus olhos
Eu vivia na treva a vagar.
Acorda, minha querida
E vem ver o luar
Vem ver a lua que brilha no céu refletindo no mar
Vem que eu quero também os teu olhos olhar
E matar a saudade que vive a me atormentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *