Categorias
Bando da Lua

Mangueira

Não há nem pode haver, 
Como Mangueira, não há, 
O samba vem de lá, a alegria também, 
Morena faceira, só Mangueira tem. 
(bis) 
Não há nem pode haver… 

Mangueira, está sempre em primeiro lugar, 
Aonde a cadência do samba, romper, 
Deixa São Carlos, falar, 
Deixa o Salgueiro, dizer. 

Não há nem pode haver… 
(repete a 1a) 
Morena que até nem é bom se falar, 
Na qualidade ela é superior, 
É carinhosa no amar, 
Filha do samba e do amor. 

Não há nem pode haver… 
(repete a 1a)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *