O casaco da mulata

Bahiano

Compositor(a) da letra: Luis Nunes Sampaio ''Careca''

Álbum da letra: 78 RPM

Ano de lançamento: 1924

1 comentários

Ó mulata feiticeira

Seu perfume de alecrim

Que perfuma a terra inteira

Eu te quero só pra mim

Tu tens graça, tu encantas

A dor mal de um coração

Tu pareces quando canta

A juriti lá do sertão

Coro

Vem cá mulata

Ela

Não vou lá não

Vou já vestir

O meu casaco à prestação

(bis)

A toada que inebria

Tuas formas nos faz mal

Tu és a nossa alegria

Ó mulata divinal

Ó mulata tem xodó

Tens um porte majestoso

Quero ser o teu coió

Toda vida e bem ditoso

Vem cá mulata…

Vem ouvir o meu cantar

Vem saber o meu amor

Ouve agora o verbo amar

Dos lábios do seu cantor

Nunca deixe de me ver

Nunca queira ser ingrata

No mundo não pode haver

Outra como tu, mulata

Vem cá mulata…




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário para a letra “O casaco da mulata

  1. valmir Pardini disse:

    MARAVILHOSO! PARABÉNS A TODO STAFE!