Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!

Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo…

Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder…

Nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo
E tão sério
E Selvagem! Selvagem!
Selvagem!…

Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos…

Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo…

Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora
O que foi escondido
É o que se escondeu
E o que foi prometido
Ninguém prometeu
Nem foi tempo perdido
Somos tão jovens…

Tão Jovens! Tão Jovens!…



Qual é a sua interpretação?





*



73 Comentários

Nos 2 primeiros versos, ele diz que a gente tem que aproveitar a vida ao maximo e não deixar nada pra depois porque a gente nunca sabe quanto tempo a gente ainda tem! No terceiro verso diz que nada acontece se a gente não der duro pra conseguir! No quarto verso diz que até na escuridão ainda existe uma luz, e na parte “a tempestade que chega é da cor dos seus olhos” ele se refere a uma pessoa chorando! No quinto verso diz que ele e mais alguem fugiram ou pretendem fugir de alguma situação pois eles tem seu proprio tempo! E na ultima parte, fala sobre mentiras ou segredos, e quando fala “deixe as luzes acesas agora” e alguem pedindo para contar a verdade. Mas mesmo assim, oque foi escondido não importa mais e oque foi prometido não valeu de nada. “Nem foi tempo perdido, somos tao jovens…” não importa oque aconteceu porque temos a vida enteira pela frente! Bom… essa é minha teoria!!!

Creio que alguns pegam nos comentários por falta de conhecimento, pois as letras refletem as fases da vida de Renato. Dizer que Tempo Perdido tem algo a ver com a doença que tirou sua vida é mentira devido a época da sua composição. Nos primeiros discos da legião predominava, assim como muitos artistas da época, uma grande crítica aquele quadro político. Após o “As quatro estações” as canções passaram a falar mais de amor em um momento que Renato dizia estar buscando paz de espirito.

não entendi nada que o meu professor disse e queria uma explicação de vocês

O homem caminha para a evolução espiritual, mas ainda estão presos as buscas materiais, que tanto causa sofrimento uma vez que estas buscas sejam feitas de forma inconsciente.Então fica o alerta para o auto conhecimento e fazer reflexões interiores para se melhorar e progredir espiritualmente, pois o progresso espiritual implica diretamente nas ações perante o convívio social.

essa musica é td de bom.

Caramba, quantas “viúvas” da ditadura. Parece que a vida de vocês parou nos anos 70. Policia de hoje é violenta…culpa da Ditadura (mesmo que seja a policia do Tarso Genro no RS)…cachorro fez xixi no poste…porque foi amestrado na ditadura, Renato Russo faz letra….tava falando da ditadura. VTNC!!!!

a melhor musica do mundo do rock

Depois da Interpretação de Ciro, Tempo Perdido virou a minha canção preferida (e eu já gostava dela). A de Ciro faz mais sentido, e para mim, é a mais correta.

O que eu quis dizer é que a música provavelmente possui o mesmo tema de Ainda é Cedo, mas também quer dizer que os jovens ainda tem muita vida pela frente. O primeiro verso foi tirado de um poema de Clarisse Lispector (todos os dias quando acordo).

A música provavelmente possui a mesma temática. A letra Tempo Perdido fala sobre um casal que brigou e que ainda há tempo para conciliarem-se. Mas também pode passar uma mensagem para os jovens de que eles ainda poder alcançar os seus objetivos pois ainda eram muito jovens e o que passou não foi tempo perdido. É isso aí!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

quem joga combat arms aeeeeeeeeeeeeeee????

tempo perdido e primeiros erros tem uma sintonia muito forte seria por acaso já que os caras se conheçiam muito bem

Acho que esta música é simplesmente um lindo poema sobre o tempo :)

Essa música fala de um sentimento da classe trabalhadora contra o capitalismo. Período pós ditadura. ; )

Resumo: Nunca é tarde para recomeçar e fazer o que é certo.

Fala da Raça Humana e o seu processo de aprendizado e erros.

Temos todo o tempo do mundo para um dia acertar.

Não temos tempo a perder, pois temos que sempre buscar evoluir como ser humano.

E selvagem, é todo esse erro instalado na sociedade, onde prevalece a força e poder ao invés da simplicidade.

Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos… -> aqui, estávamos indo no caminho certo, mas chegou uma “tempestade” (voltamos a errar).

Então me abraça forte (me conforte, pois estávamos no caminho)
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo (O homem voltou a errar e regrediu, mas estava no caminho…)
Temos nosso próprio tempo (Vamos aprendendo. Pode demorar, mas a gente chega lá)

Não tenho medo do escuro(Sei que temos que melhorar)
Mas deixe as luzes
Acesas agora (Porém, a partir de agora, temos que reagir e não permitir coisas erradas no mundo. É ficarmos atentos agora, logo, sem demora)

O que foi escondido
É o que se escondeu
E o que foi prometido
Ninguém prometeu (Todos os erros que o homem comete, são considerados normais para a sociedade, não há culpados. A arrogância é normal no mundo)
Nem foi tempo perdido(Tudo o que a gente tentou, mesmo tendo evoluções e regredindo, não deve se considerar tempo perdido. Estamos aprendendo, vamos conseguir)

Somos tão jovens… (A raça humana está aprendendo. Somos jovens, temos muito o que aprender ainda na civilização humana.)

Esse é o significado, segundo Renato Russo.

Cara,eu não sei da onde esses caras tiram a ideia de levar tudo pro lado religioso e também da onde tiram essa convicção em dizer “É sobre isso que ele fala!”

eu acho que ah sei la

Na minha opinião ele fala sobre as drogas tambem e sobre ele esta com HIV Que é o virus da AIDS, e ele tem medo na Parte que ele fala que nao tem medo do escuro mais deixe as luzes acessa e que deve ser o tratamento , ai ele fala que é jovem porque ta com medo de morrer talvez seja isso !

Essa letra fala basicamente sobre um relacionamento mal resolvido, onde o tempo perdido é por estar separados. Embora o importante é viver o agora da melhor forma possível.

Sei lá, quem tem que saber é voocês . Oook ?.
Então vão se ferrar, né primo . Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk .

ass: VM e JC do ELENCO .

É uma música feita no período de pós ditadura, que resume os dias sofridos que devem ser esquecidos, dando prioridade ao momento presente e futuro, o qual deve ser diferente dos momentos de medo e angústia sofridos durante a ditadura militar.

lembro de uma amigo…qe ja se foi…a gent adora essa musica.

Tenho que concordar com Élder, a música me parece ter um sentido muito mais político que religioso. Mesmo sendo essa apenas uma das muitas interpretações possíveis.

Pura verdade: o tempo que passou é um tempo que não volta mais. Daí a importância de vivermos bem, para não termos arrependimento amanhã cedo.

Essa música fala sobre revolução, devido a visão esquerdista de Renato Russo. Mas a música também abre margem para outras interpretações como o amor, pois essa é uma marca das músicas do Legião Urbana.

Quanto ao trecho: Nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo – Aqui Renato tenta mostrar a superioridade do intelectual gramsciano, por se tratar de labuta, e não derramamento de sangue como a luta armada. NÃO TEM NADA A VER COM ATEÍSMO!

Pessoal, esta musica fala sobre a vida a dois. Só isso.

Esta é a canção que eu mais gosto da Legião e pra mim é muito fácil falar dela, na minha concepção ela é uma música atemporal e é o hino da juventude não só dos anos 80 quando ela foi criada, mas de toda juventude que busca o seu lugar ao sol e vive com dúvidas, anseios, carências, contradições e com vontade de desistir, mas que ainda tem esperanças.

O Renato dá um estímulo para que ninguém desista dos seus sonhos, não existe tempo perdido quando quando se é jovem:
“Temos nosso próprio tempo”…
ou seja fazemos o nosso tempo e é o agora!

“Não tenho medo do escuro, mas deixe as luzes acessas, agora…”.
Remete as contradições e a rebeldia dos jovens.

na verdade essa letrata uma vida cotidiana de renato perdido em seus pensamentos

Tenho 39 anos, vivi esta ėpoca com propriedade. Esta letra ė. uma das letras do Renato em que não há comparação, em que a maioria das pessoas escuta a melodia mas não para para interprertar. Com certeza ele estava (ainda bem) sob efeito de algum alucinógico quando compôs. Perfeita. Sob a luz da pisicanálise e da da juventude. Atemporal. Sob a luz da humanidade. Atual. Sob a luz de todos. Incomparavél. Sob a luz de quem acredita no rock brasileiro.

Assistam o filme o Homem do futuro com o Wagner Moura!

Acho que essa musica faz parte de cada um de nos. diz que a vida e curta e que devemos viver cada dia como se fosse o ultimo mesmo que tivessemos feito algo que nos arrependemos, poque na vida não temos tempo a perde tudo e passageiro e o tempo e curto d mais. quen e que nunca fez algo que se arrependesse e ficou lamentando deixando a vida passar, perdendo tempo preciosos pensando no passado e esquecendo de viver o presente sem esperança no futuro

Acredito que fala sobre a angustia de estar sempre com a sensação de sentir atrasado, em relação á sua própria vida , a maioria das musicas me lembram bastante a juventude, o lado confuso e contraditório nessa época, o medo de perder tempo, a sensação de qualquer escolha faz com que nós perdemos tempo.
Quando a angustia vai embora, e paramos para pensar, vemos que ainda temops tempo…

(Acho que não tem nada a ver com ditadura, sociedade e pora nenhuma, acho que tem ver com os pensamentos dele)

O cometnario de Camilo Guimarães Lima até faria sentido, mas ele se apegou em apenas 2 trechos da letra, o que desaprova sua teoria sobre o autor estar falando sobre religião. A interpretação de João Paulo é bem mais consistente. E a de josé valério não faz o menor sentido.

Entao… eu acho q ele e no mínimo mt critico.Na frase”nosso suor sagrado e bem mais belo q esse sangue amargo”; ele claramente declara sua dúvida em relação á existencia de Deus.Tanto q em mts outras músicas há uma certa alfinetada á Deus.Mais alem d tudo era mt racional em suas letras e composições,um dos melhores artistas brasileiro sem dúvida! twitter : @mateusantosm7

na musici tempos perdidos diz que vc ñ pode guarda as horas é ter no procimo dia que nos devemos usar a cada segundo da nossa vida e a msica e bem bonita!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!…………………………………………………………………………………………………………………………………….

“Nosso suor sagrado é bem mais belo que este sangue amargo”

Pra mim, esta é uma das melhores frases do Renato Russo.

Segundo um estudo Americano sobre o Brasil (não me recordo o nome agora), nós somos uma sociedade que pode ser explicada pela frase:

– “Você sabe com quem você está falando?”
Quem tem poder esta acima da lei.

Então eu li esta frase e o sentido que entendi dela é que não importa quem nós pensamos que somos, se possuimos “sangue azul”, se temos um grande poder. O que interessa é o nosso suor, nosso trabalho.O quanto nós nos doamos pra fazer daqui um lugar melhor? O quanto nós fazemos para nos melhorar?

E também concorda com o racicionio do Espiritismo,
que somos seres em evolução, e o que importa para esta vida, é o nosso trabalho, e o nosso “sangue amargo” é somente o meio, não o final.

Renato Russo nunca se declarou ateu, Ele era no mínimo um agnóstico. E também o mesmo não tinha a menor ciência da doença que ele descobriria ter muitos anos depois(AIDS).
Na frase “Nosso suor sagrado é bem mais belo que esse sangue amargo” Ele compara suor com trabalho e sangue com lutas. A música não tem conotação religiosa; basta ver o videoclipe dela e verá slides em uma televisão de pessoas que foram ídolos da juventude (Janis Joplin, James Dean, Jimmy Hendrix…) Ela fala apenas de juventude e da maneira como os próprios jovens tratam disso e dos jovens que desperdiçam a própria juventude…

Existem duas estrofes nesta música que coloca em evidência o motivo do poeta ao escrever esta letra.

Os primeiros versos são “Nosso suor sagrado É bem mais belo que esse sangue amargo”. Nestes versos, ele apenas chama atenção para o fato de que o nosso suor oriundo do nosso trabalho é mais real e sagrado que o sangue que foi derramado por Cristo na cruz.

Outros versos que confirmam o caráter crítico e religioso são “O que foi escondido é o que se escondeu, E o que foi prometido, ninguem prometeu”. O que foi escondido foi a verdade, pois somos cegos guiando cegos, não sabemos de nada e o que sabemos é que temos que acreditar em algo que nunca vimos. O que foi prometido foi a Terra Prometida para a Abraão e a sua descendência por Deus, mas Deus não existe (Renato Russo era ateu), então, o que foi prometido ninguém prometeu, pois Deus não existe.

Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo…

Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder…

Nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo
E tão sério
E Selvagem! Selvagem!
Selvagem!…

Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos…

Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo…

Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora
O que foi escondido
É o que se escondeu
E o que foi prometido
Ninguém prometeu
Nem foi tempo perdido
Somos tão jovens…

Tão Jovens! Tão Jovens!…

gente!! hj e minha prima q vai fazer o trabalho tumara q nao aconteça a mesma coisa com ela
fazer e rsgar a folha kkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!! e se vcs axam esses meus comentarios besta podem me dizer por outros comentaris kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

eu acabei de copiar essa musica todinha pra fazer um trabalho pra escola eu coipiei ela e ficou fei rasguei a folha e fiz tudo de novo e eu adoro legião urbana ee faroeste caboclo e estatuas e cofres axo q e assim o nome dela kkkkkkkk!!!!!!

eu acho q a musica fala da doença q renato russo teve (aids)ele diz na musica:”temos nosso próprio tempo”
o grande renato russo não era somente mais um cantor mas sim um poeta
eu não sei muita coisa sobre ele pois naci depois que ele partiu mas a musica dele influenciou muitas bandas de hoje
agora uma coisa,todo mundo sabe tocar as musicas que ele escrevia mas um porem alguem compoe como ele compunha
só posso diser valeu renato!!!!!!!!!!!!!!!muito obrigado por tudo

Se pudessemos resumir essa música em uma palavra,seria: SAUDADE.saudade dos tempos que se foram,que sempre achamos que temos muito tempo,e deixamos as coisas pro amanhã,até eu,com 13 ANOS adimito que faço isso.´´somos tão jovens´´ é ironia do nosso poeta preferido!em que sempre achamos que somos jovens pra fazer as coisas mas a vida é curta,minha gente!não tenho certeza se esse é o propósito da música mas tenho a certeza que amo a legião,e choro qnd lembro que Renato Russo n está entre nós : ( pq não levam o restart e nos deixam ele? mas enfim,fãs de música boa me add no msn! bruhkrauspenhar@hotmail.com preciso de gente pra conversar sobre música,já que o pessoal da minha idade prefere o Justin Bieber : /

Acho que a musica fala sobre as pessoas e suas relações num mundo em que não tempo pro amor, pois o capitalismo modificou o tempo, afinal muitas pessoas, para acompanhar o seu trabalho prejudicam-se, como ir dormir muito tarde e acordar muito tempo , e deixando de lado as coisas que são mais importante.

Todos os dias quando acordo / Não tenho mais
O tempo que passou / Mas tenho muito tempo / Temos todo o tempo do mundo…
Logo no início da música o poeta colaca em pauta o assunto principal de sua poesia: “o tempo”. Nestas primeiras palavras ele destaca o passagem incondicional e inexorável do tempo, e sua representação em nossas vidas. Perdemos muitos tempo, mas vivemos como se tivessemos muito tempo ainda por viver, isto está destacado no último verso, com tom de ironia do escritor, pois achamos e sentimos que temos todo tempo do mundo, indiferentes a morte.

Todos os dias / Antes de dormir / Lembro e esqueço / Como foi o dia / Sempre em frente / Não temos tempo a perder…

Esta segunda estrofe discorre sobre a aceleração da vida em nossos dias. Vivemos sem questionar a própria vida, lotados de trabalhos, em busca de ser alguém na vida, mas esquecemos de viver. Não podemos parar e pensar, devemos apenas seguir o lema: Sempre em frente, pois tempo é dinheiro e eu isto não posso perder.

Nosso suor sagrado / É bem mais belo / Que esse sangue amargo / E tão sério / E Selvagem! Selvagem! / Selvagem!…

Esta estrofe, particularmente, é a que mais gosto. Ela faz alusão ao trabalho e a integridade moral. O poeta faz um contraponto entre a palavra suor, que representa o trabalho e a luta correta, e o sangue, que representa o roubo e a corrosão dos valores. O hábito dos valores é muito mais díficil, sério e selvagem do que querer ganhar a vida do jeito fácil.

Veja o sol / Dessa manhã tão cinza / A tempestade que chega / É da cor dos teus olhos Castanhos… / Então me abraça forte / E diz mais uma vez / Que já estamos Distantes de tudo / Temos nosso próprio tempo / Temos nosso próprio tempo / Temos nosso próprio tempo…

Vamos compor o seguinte quadro: dois jovens apaixonados, se pegando dentro de um quarto com a janela aberta e lá fora uma grande tempestade. Agora, estamos prontos para interpretar esta parte. Nesta Estrofe destaca-se a interioridade da felicidade. O mundo é o espelho daquilo que somos, pois para os jovens pouco importava a tempestade, o mais valioso era o sol que existia dentro deles, e o Sol de um, era o outro. No abraço forte eles conseguiam se distanciar de tudo, a ponto de criarem o próprio tempo.

Não tenho medo do escuro / Mas deixe as luzes / Acesas agora / O que foi escondido / É o que se escondeu / E o que foi prometido / Ninguém prometeu / Nem foi tempo perdido / Somos tão jovens…

Esta última estrofe é a mais difícil de se interpretar, todavia acredito como todo fim que representa, fim da música, também representa o fim de um relacionamento, que aos poucos foi se desgastando e ao final foi tudo foi revelado, que se acendam as luzes para que se mostre o que muitas vezes temos medo de falar. Aquele futuro que muitas vezes planejamos como verdade, nunca foi prometido e não irá acontecer. Mas o importante é que foi bom enquanto durou, logo, não foi tempo perdido, vamos seguir em frente porque somos tão jovens.

Tão Jovens! Tão Jovens!…

TEMPO PERDIDO

Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou

- Ditadura Militar no Brasil

Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo…

Após o governo autoritário. Regime Democrático-(Tempo de mudanças).

Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia

A supressão da liberdade individual, repressão, etc… Época que não traz saudades a ninguém.

Sempre em frente
Não temos tempo a perder…

Como ficamos muito tempo no ócio-(21 anos), vamos recomeçar já.

Nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo
E tão sério
E Selvagem! Selvagem!
Selvagem!…

O Cidadão comum honesto, dedicado ao trabalho em contraponto com as perseguições, as torturas e os homicídios que a policia militar promoveu nos anos de chumbo.

Veja o sol
Dessa manhã tão cinza

Vislumbre um dia melhor, apesar do caos instaurado por anos de turbulências.

A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos…

Como passamos pelo pior, estamos preparados para todas as dificuldades que se apresentarem. A melhor receita para elas é o amor.

Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo

Nos unindo, jamais aquele tempo voltará.

Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo…

Somos partes do todo, assim, somos também responsáveis pelo que está por vir.

Não tenho medo do escuro

Agora o pesadelo-(a ditadura) não é real.

Mas deixe as luzes
Acesas agora

Porém, é bem melhor o sonho da democracia.

O que foi escondido
É o que se escondeu

Todas as atrocidades cometidas durante o regime militar que somente foram descobertas anos depois

E o que foi prometido
Ninguém prometeu

O movimento militar era falso, como eram falsas as alegações para o golpe e as acusações de subversões contra os movimentos de resistência.

Nem foi tempo perdido.

As tristes lembranças ficaram para trás e devem ser esquecidas.

Somos tão jovens…
Tão Jovens! Tão Jovens!…

Clamor: O Brasil ainda é um país novo. A mudança deve vir pelos jovens.

Esta é a minha opinião sobra a musica tempo perdido.

Longe de achar que esta interpretação da letra é a correta.

A certeza que tenho é que Renato Russo era genial, extraordinário e de outro planeta. Para lá voltou, pena que cedo demais.

Uma música antiga da geração da minha mãe, mas que continua a tocar a juventude de hoje e assim será com a de amanhã. Isso porque ela trata de assunto que sempre será atual: a vontade de voltar no tempo e fazer o que não foi feito ou refazer o que se fez de errado.
Mas a letra nos aconselha: Não temos a autoridade de controlar o passado mas temos todo direito de escrever nosso presente. Ao deitar é comum pensarmos em como foi o dia, em pesar os momentos bons e ruins e se arrepender por termos deixado passar quem sabe a oportunidade da nossa vida, de ter dito um EU TE AMO ou um EU NÃO QUERO MAIS. Também, ao deitar, analisamos como será o dia de amanhã. O nosso olhar deve ser sempre em frente. Se hoje eu não disse EU TE AMO, esse dia que nasce me dá o tempo suficiente pra dizê-lo. Afinal, SOMOS TÃO JOVENS! Você pode pensar que não é, mas engana-se. É sim e sempre será, por que vocÊ tem ao alcance da mão celular, internet para entrar em contato com seu pai, sua mãe, seu filho, seu filha, irmão, irmã, amiga, amigo, namorado, ex-namorado, futuro namorado pra dizer qualquer coisa que está entalada dentro de você, para marcar um encontro ou para apenas ouvir a voz dessa pessoa tão especial pra vocÊ, e talvez nem saiba disso.

Fazer isso é prioridade, pois quando a tempestade chega você pode contar com todos para um abraço forte seja no sentido literal ou sentir-se abraçado por alguém que já não está aqui.

Então, “Nem foi tempo perdido”!

Abraços e entrem, por favor, no meu blogdamarichaves.blogspot.com

Poxa, por incrível que pareça, a história da música é bem simples, mas muito emocionante.
Eles fez a música para um ex-integrante da banda. A mulher dele estava grávida, e era uma gravidez de alto-risco. Logo no começo, os médicos sugeriram um aborto, pois era grande o risco de morte da criança, ou da mãe, ou de ambos.
Eles resolveram assumir o risco. No parto a mãe morreu, e o filho, um menino, sobreviveu. A música narra a história do começo ao fim. Desde a gravidez, o anuncio do risco, a morte da mãe, e a continuidade da vida de pai e filho (somos tão jovens).
“o que foi prometido, ninguem prometeu”… havia risco na gravidez, podia dar certo, mas ninguem prometeu que daria…
“o que foi escondido, é o que SE escondeu”… eles nao se permitiram pensar no pior, em nenhum momento, escondendo de sí mesmos, o medo do erro que acabou acontecendo…

de resto, ouçam a música sobre essa ótica, e sentiram em cada frase, uma lógica…

Eu li essa reportagem, dada pelo produtor da banda, num recorde de um jornal velho, do ano do lançamento do disco.

então devemos aproveitar a vida em quanto podemos é essa a minha interpretação e visitem o blog canto esportivo o endereço é esse http://lucas-cantoesportivo.blogspot.com

“Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo…”

A primeira estrofe da letra demonstra a angústia do Autor sobre o tempo, ao transmitir ao leitor, a sensação de improdutividade do tempo já ocorrido. Entretanto, o autor procura afastar este sentimento, com uma alusão de uma vida longa que há por vir, talvez com dias melhores.

“Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder…”

A segunda estrofe repete a idéia da primeira, quando ressurge a idéia de um dia ruim e mal aproveitado que deve ser esquecido. Contudo, o Autor entra em contradição com a primeira estrofe, em relação questão da disponibilidade do tempo. Talvez, por ter já envelhecido ou percebido a necessidade de alguma mudança.

“Nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo
E tão sério
E Selvagem! Selvagem!
Selvagem!…”

Acredito, que o desvendamento desta estrofe seria entender um pouco da intenção e o sentimento do autor ao escrever a presente letra.

O autor inicia pronunciando a comparação de suor sagrado com sangue amargo, adjetivando ao primeiro as características de ser belo, sério e selvagem. E neste, momento utiliza o pronome “nosso” emergindo a idéia de não esta só.

Tenho a impressão que o suor sagrado seria o esforço que nós seres humanos fazemos para não voltarmos a ser, aquele homem primitivo no começo dos tempos, movido apenas por instinto primitivo. Condiz, com essa idéia a expressão sangue amargo. O autor atribui que o ser humano é destrutivo desde a sua origem. Por tal razão, o esforço que ser humano faz para não ser destrutivo é louvável segundo entendimento do autor.

“Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos…”

Percebe-se com a estrofe a cima, a necessidade de a letra ter um pouco de romantismo.

Conforme dito, a estrofe anterior o Autor já deu a entender que não estava sozinho e agora ratifica tal impressão. Ele tenta, no momento, mostrar a outra pessoa que ainda há esperança de evitarmos que estes nosso instintos destrutivos destrua o nosso dia ou vida, indicando a existência da esperança, que seria o sol, emergido num total caos, que seria a manha cinza e a tempestade.

“Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo…”

Apesar do Autor enumeras vezes assinalar a importância da esperança num momento vivido de caos, o autor, apresenta-se medroso com o caos. E deposita na outra pessoa amada, a segurança que ele espera sentir no futuro. Relação esta, que seria um refúgio do caos.
É tão notório que o Autor esta amedrontado, que solicita a outra pessoa, que confirme que quando eles tiverem juntado o caos não vai o atingir-lo.

“Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora
O que foi escondido
É o que se escondeu
E o que foi prometido
Ninguém prometeu
Nem foi tempo perdido
Somos tão jovens…
Tão Jovens! Tão Jovens!…”

Agora passado o medo, o Autor demonstra-se desconfiado.
E sobre, o caos que o autor pairou de medo, o autor transparece a idéia de que aqueles que fizeram surgir o caos, escusam-se de sua responsablidade.

Então, o autor se fortalece novamente, dizendo que somos jovens, tendo disponibilidade de tempo para fazermos que os dias sejam melhores.

Este foi a interpretação literal, feita por parte, da letra da música. Como, a presente analise tem como intuito entender a letra, acredito pelo o momento vivido na época pelo autor quando escreveu o texto, acredito que o CAOS, seria a ditadura militar instalada no pais na época.

E o texto, se envolve na esperança que o Autor depositava no jovens a possibilidade de mudança, apesar do medos que iam surgir ao longo dessa batalha, tinha-se que acreditar na mudança para um tempo melhor.

COMENTEM … SUPLICO!!

Todas as vezes que ouço esta música, lagrimas surgem.
Passamos tanto tempo acreditando em mentiras de um sitema falho criado por nós mesmos, seres humanos falhos.Nossa juventude é sugada por toda essa corrupção da verdadeira liberdade.E eu sei que isso vai piorar cada vez mais pois, a “ordem” que nos impõe, não condiz com a educação que nos empurram goela abaixo.
Aprendemos sim, a construir as coisas para destrui-las em seguida.
Isso é tempo perdido, todo esse tempo que perdemos tentando nos enganar buscando uma felicidade artificial para fazer um sorriso amarelado ao ver que estamos gastando nossas vidas destruindo a do outro.
Não há exceção. Seguiremos assim até não sobrar mais nada.
Minha definição de tempo perdido: gerar um ser e deixar que este se torne tão fraco quanto a geração passada, deixando que este ser não sofra por seus erros, não permitindo o entendimento que TODOS andam, respiram e sentem como ele.
Criar verdadeiros reis de lugar nenhum.

VOCÊS tentam analisar letras sem saber o que é fazer analise so falam besteiras,O RENATO RUSSO é um compositor e poeta indiscultivelmente.

DESCULPEM O EQUIVOCO, POIS A LETRA É DE 1977 E NAO 1985 COMO TINHA FALADO. APENAS CONFUNDI COM A MUSICA SERÁ… O ANO DE LANÇAMENTO FOI 1986 APOS A DITADURA.

OS CARAS QUE COMENTARAM ESTAO TOTALMENTE SEM NOÇAO QUANDO DIZEM QUE PELO FATO DE ESTAR COM AIDS INFLUENCIOU A LETRA DA MUSICA… POR FAVOR,NAO FALEM BESTEIRAS ESSA MUSICA É DE 1985 E RENATO PEGOU AIDS EM 1989. VCS PRECISAM SABER UM POUCO MAIS SOBRE A VIDA DE RENATO RUSSO PARA DEPOIS TENTAREM FAZER UMA ANALISE DAS MUSICAS… EU VI RENATO RUSSO COMECAR A CARREIRA EM BRASILIA, EU ACOMPANHO A LEGIAO DESDE O TEMPO DO ABORTO ELETRICO. PAREM DE FALAR BOBAGENS E VAO CURTIR RESTART/ CPM 22/PITY/MAMONAS/SANDY E JR/CALYPSO…ETC ETC ETC…

Musica existencialista. Análises truncadas da percepção de nossas vidas… do que passou, vivendo o agora, que no outro dia já é passado. mostra também como nos convencemos que há ainda muito tempo pra viver, mas logo será passado. O escuro que seria a morte, nao é temido, porém “agora” quer a luz.

essa música foi feita por renato que por ser tão inteligente ja imaginava que a música brasileira iria ficar essa porcaria que é hoje.As músicas mais ouvidas são as que agradam o sistema.
No nordeste as bandas de forro valorizam a prostituição e os carros de som coisas que o capitalismo esta adorando que creçam.Renato onde que que esteja esta disendo para nós recupérar-mos esse tempo perdido e melhorar nossas músicas vamos criticar o sistema até torná-lo melhor para a sociedade que luta, pois nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo. FORA RESTART!!!!

Se ele disse numa entrevista que se refere a época da ditadura…ponto final.
No entanto todos podemos fazer aplicações naquilo que achamos válido pra nossas vidas.As letras de Renato eram assim falavam de sua vida e de seu país.Logo nos identificamos pois muitos sofrem do que ele sofreu e ,óbvio vivemos no Brasil o país de Renato (e até qdo o país do futuro ???)enfim….Saudades Legião ,vcs falariam bonito sobre a hipocrisia destas últimas duas décadas.

A interpretação dessa música,é algo muito pessoal,mas em minha oopinião a mensagem funciona como um incentivo ,pra que aproveitemos a vida enquanto ainda temos tempo.Na maioria das músicas do Legião tem esse tipo de mensagem,por isso mesmo que a época influencia diretamente nas letras,muitas fora escritas no período da ditadura e só lançadas após,funcionaram como um confirmamento do poder dos jovens e das minorias!É exatamente por esse comodismo que vivemos hoje que estas letras ainda se aplicam em pleno século XXI,o Brasil o país do futuro!Mas quando será esse futuro,daqui à 10 anos,20 anos…

Discordo do meu xará Leandro, quando ele cita que a música Teatro dos Vampiros é sobre ditadura. No próprio acústico da MTV, ele diz que essa é uma música que fala sobre a tv.

A musica fala da produção de musica, de arte no Brasil, depois de toda a censura da ditadura, oque foi reprimido, todo sofrimento que deixou de ser exposto,todo o ideal jovem, temos todo tempo do mundo, e somos tão jovens, agora nós podemos falar, cantar tudo oque quisermos.
Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo

Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora

Mostra como ainda eram frágeis, e temiam que pudessem passar pelo sofrimento denovo, a mnha nasce cinza pelo luto e a desconfiança.

Ou seja, na minha interpretação ele diz, vamos dizer oque deve ser dito, oque além de tudo é uma grande responsábilidade pro jovem, pois nós não podemos retroceder ao que fomos um dia.

Acho que essa música é uma das mensagens de como foi a ditadura, tanto que muitos professores de pré-vestibulares quando trabalham o “Rock brasileiro da déc. de 80″ e citam as letras do Barão (e do próprio Cazuza), dos Paralamas, do Biquini, etc; dizem que “Tempo Perdido” foi e é um ícone da produção musical crítica da Legião.

Na minha opinião, Renato fez a musica na época que estava usando cocaína, faz varias menções a isso, como o gosto, problemas com insônia, depressão pós uso etc..

Todas as interpretações são Muito boas..
Mais tenha uma interpretação pessoal Para si Mesmo
para demostra como vc se sente

O que vou escrever é a minha interpretação, baseada no momento que se lançou a música. A arte pode ter um leque de significados, para o que couber melhor à pessoa num determinado momento. Foi assim que eu acho que foi a idéia dessa composição e de outras várias de Renato Russo. Na superfície parece um casal que estava separado antes do momento da música e reata numa nova promessa, esquecendo o passado de separação. A música foi lançada em 1986, época em que o Brasil tinha saído recentemente da Ditadura. Na minha visão a música trata-se desse momento do Brasil: “Sempre em frente, não temos tempo a perder.”. Exatamente a quase menção de Proust: “Em busca do TEMPO PERDIDO”, mas ao mesmo tempo: “o que foi escondido é o que se escondeu”,etc. A mensagem porcamente mas rápida é: Passamos pela Ditadura, ela foi sangrenta, mas podemos “Recomeçar tudo de novo!!” no Brasil, “Temos todo o tempo do mundo”, “Temos nosso próprio tempo” e “Somos tão jovens”. Em outras músicas ele ressalta essa necessidade de começar sempre, como em Metal contra as Nuvens, os últimos versos vão de encontro ao que “Tempo Perdido” diz.
Linda música. Mas parece, pelo menos para um ignorante que nem eu, que a poesia morreu com muita gente. E com Renato também. Mas “Somos tão jovens!!”

Quando o Renato fez esta música ele ainda não estava com AIDS. Esta letra retrata a época da
ditadura. O próprio Renato disse isto em uma entrevista. Na ocasião ele mensiona que o Brasil perdeu muito tempo com ditadura, porém como somos um país jovem, acabamos por aprender com este período. O Renato tem muitas músicas com menção à epoca da Ditadura: Soldados, O Reggae, Tempo Perdido, 1965(Duas Tribos), O Teatro dos Vampiros, La Maison Dieu,Fábrica …

tempo é uma coisa que não volta.Como somos jovens, devemos esquecer tudo de ruim e recomeçar.Acredito que haja uma alusão à época da ditadura também.

acredito que o fato dele estar com AIDS,influencia na letra dessa musica,uma das partes que me fez pensar nisso são as seguintes:
Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou

Sempre em frente
Não temos tempo a perder…

E agora na ultima estrofe:
Somos tão jovens…

EU ACHO QUE ELE FALAVA DO DESCOBRIMENTO DO BRASIL.
OS PORTUGUESES CHAMAVAN OS INDIOS DE SELVAGENS

Eu acho q deve esta falando sobre aproveitar msm o presente (sempre em frente)e tbem deve-se existir uma critica politica qando ele diz:”nosso suor sagrado(nosso trabalho honesto)é bem mais belo q esse sangue amargo”(corrupção)e claro de carinho e amor!!!

Critica o modo de vida, a aceitação da realidade sofrida, onde nosso trabalho é mais bela que essa realidade que vives, propoe esquecer o que e nos posto, e ser feliz da melhor maneira, distante disso tudo, poois somos jovens e ainda por mais dificil podemos mudar algo, o tempo é longo.

Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora

Essa realidad é escura não tenho medo,
mais ainda tenho poder, direitos, então deixe as luzes acesas. ou seja tenho muito tempo ainda! viverei e exigerei o que ainda posso!

O autor sugere que se esquça o passado mas isso nao e suficiente,se deve sim esquecer o passado mas tambem aproveitar o presente,sem essas duas situacoes nao se pode chegar a um bom termo,esqueca o passado ele nao volta mais e se tem tempo bastante para muda-lo,mas tambem aproveite o presente ainda que haja tempestates fortes,muito bonita a letra

abraco
Eneas nascimento

Qual é a sua interpretação?

-->