Como Um Samba de Adeus

0 comentários

Chico Buarque

Quanto tempo
Mina d’água do meu canto
Manso
Piano e voz
Vento
Campo
Dentro
Antro
Onde reside o lamento
Preto
Da minha voz
Tanto
Tempo
Como nunca mais, eu penso
Como um samba de adeus
Com que jeito acenar
O meu lenço
Branco
Quanto tempo
Pode durar um espanto
Onde lançar a voz
Tempo
Tanto


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *