Aquele Velho Carteado e Algumas Manobrinhas

0 comentários

Charlie Brown Jr

Seu perfume é sua maresia
Ia pra pista andar
de skate todo dia
Com os manos de fé em boa companhia
Aquele velho carteado, minhas manobrinhas

Foi então que eu vi,
a garota ali, sentada ali no maior stile eu decidi dividir
Não sou o melhor nem pior
em se aproximar de alguém
Faço o que quero, quando quero e até que vivo bem

Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…
Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…
(Não se desespere, não)
(Não se desespere, não)
(Não se desespere, não)

Quem tá de fora me procure
A desculpa pedir, eu conheço a parada e cheguei no limite

Foi então que eu vi,
a garota ali, sentada ali no maior stile eu decidi dividir
Não sou melhor nem pior
em se aproximar de alguém
Faço o que quero, quando quero e até que vivo bem

Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…
Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…

(…)

Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” então…
Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” então…

Seu perfume é sua maresia
Ia pra pista andar
de skate todo dia
Com os manos de fé em boa companhia
Aquele velho carteado, minhas manobrinhas!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *