Lobão

Essa Noite Não (Marcha a Ré em Paquetá)

A cidade enlouquece sonhos tortos
Na verdade nada é o que parece ser
As pessoas enlouquecem calmamente
Viciosamente, sem prazer

A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão
Algo que você pressente
Indefinível
Mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não

As cortinas transparentes não revelam
O que é solitude, o que é solidão
Um desejo violento bate sem querer
Pânico, vertigem, obsessão

A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão
Algo que você pressente
Indefinível
Mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não

Tá sozinha, tá sem onda, tá com medo
Seus fantasmas, seu enredo, seu destino
Toda noite uma imagem diferente
Consciente, inconsciente, desatino

A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão
Algo que você pressente
Indefinível
Mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não

0 comentário sobre “Essa Noite Não (Marcha a Ré em Paquetá)

  • EDILSON VELOSO disse:

    ELE FALA DE ANGÚSTIS, PÂNICO E OUTRAS COISAS NEGATIVAS. UMA GRANDE SACADA NA FRASE; “a maior expressão da angústia pode ser a depressão…” É UMA VERDADE. NÃO TENTE SE MATAR PELO MENOS ESSA NOITE NÃO. ISSO INDICA QUE SEMPRE SE PODE FAZER ALGO PARA MELHORAR A AVIDA.

  • Leandro Guilande disse:

    Essa até que é fácil. É um cara que quer se matar mas não consegue. O Lobão sabe como é isso pq ele durante a vida tentou 3 vezes o suicídio, só não morreu por conta do tempo. O da música é diferente. É que nem um cara pegar uma arma, apontar pra cabeça e ficar querendo muito atirar, porém sem coragem.

  • Sem dúvida trata-se de uma letra muito interessante. Todos temos fantasmas interiores, monstros imaginários, que nos momentos de fraqueza, (inevitável a qualquer ser humano)eles acordam e nos atormentam, nos fazendo questionar nossa existencia e nosso objetivo, imediato ou tardio. Nessas horas o que precisamos fazer é pensar e pensar e pensar mais um pouco. Depois, ouça uma música que mto lhe agrade, ou faça outra coisa qualquer que lhe de prazer….afinal, esses momentos são indispensáveis na vida de qualquer um!!!!!

  • Sem dúvidas ele escreveu para a mãe, que sofria de depressão profunda e ameaçava suícidio inúmeras vezes. Segundo a biografia dele, ela costumava deixar bilhetes de madrugada por baixo da porta na casa onde ele morava com a namorada, avisando que ia se matar…triste.

  • Miguel Tavares disse:

    Música trata da temática da crise da modernidade, especificamente da vida urbana. Mostra como podemos viver densamente ao lado de milhões de pessoa e, simultaneamente, desfrutar de uma solidão seca, vazia. A rotida enlouquece quem se coloca a parte num processo de reflexão.
    “Na verdade nada é o que parece ser
    As pessoas enlouquecem calmamente
    Viciosamente, sem prazer”

  • Smerdley Silva disse:

    Nesta música, o autor está falando com um suicida através da linha do Centro de Valorização da Vida, tentando fazer com que a futura vítima desista, ao menos momentaneamente, do seu intuito nefasto. No caso, se o mesmo cometer este ato tresloucado no dia de hoje, poderá causar embaraços e prejuízos ao autor, por esta razão ele pede para a pessoa não se mate nesta noite, deixando subentendido que, se ele se matar em qualquer outra noite, estará tudo OK. Afinal, não é o cantor quem vai se matar, então não há problema nenhum.

  • fernando disse:

    sobre a programação de recuperação de AA e NA narcoticos anonimos , que diz
    “Um dia de cada vez” = “essa noite não, só essa..”

  • Willian Almeida disse:

    Essa musica nasceu de uma noite com com drogas e overdose…. certa noite o Lobão estava se divertindo, bebendo, cheirando e jogando bilhar, e um dos amigos que não sabia se controlar teve uma overdose e começou a convulsionar, Lobão então colocou seu dedo na boca do amigo que lhe deu uma mordida violenta, e o cara praticamente tentando se matar acabou estragando aquela noite deles que estava tão divertida…. depois disso Lobão escreveu a letra e o significado é tipo assim assim: “Estamos nos divertindo muito aqui, mas não tente se matar, pelo menos essa noite não”

  • Willian Almeida disse:

    As pessoas enlouquecem calmamente, viciosamente sem prazer…. é sobre o amigo que se drogou demais e acabou estragando a noite de diversão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>