Gal Costa

Chuva de Prata

Se tem luar no céu
Retira o véu e faz chover
Sobre o nosso amor…

Chuva de prata
Que cai sem parar
Quase me mata
De tanto esperar
Um beijo molhado de luz
Sela o nosso amor…

Basta um pouquinho
De mel prá adoçar
Deixa cair
O seu véu sobre nós
Oh Lua!
Bonita no céu
Molha o nosso amor…

Toda vez
Que o amor disser:
Vem comigo!
Vai sem medo
De se arrepender…

Você deve acreditar
No que eu digo
Pode ir fundo
Isso é que é viver…

Cola seu rosto no meu
Vem dançar
Pinga seu nome no breu
Prá ficar
Enquanto se esquece de mim
Lembra da canção…

Toda vez
Que o amor disser:
Vem comigo!
Vai sem medo
De se arrepender…

Você deve acreditar
No que eu digo
Pode ir fundo
Isso é que é viver…

Chuva de prata
Que cai sem parar
Quase me mata
De tanto esperar
Um beijo molhado de luz
Sela o nosso amor
Enquanto se esquece de mim
Lembra da canção
Oh Lua!
Bonita no céu
Molha o nosso amor!…

0 comentário sobre “Chuva de Prata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>