Categorias
Francisco Alves

Canta, Brasil

As selvas te deram nas noites seus ritmos bárbaros…
Os negros trouxeram de longe reservas de pranto…
Os brancos falaram de amores em suas canções…
E dessa mistura de vozes nasceu o teu pranto…
Brasil
Minha voz enternecida
Já dourou os teus brasões
Na expressão mais comovida
Das mais ardentes canções…
Também,
A beleza deste céu
Onde o azul é mais azul
Na aquarela do Brasil
Eu cantei de Norte a Sul
Mas agora o teu cantar,
Meu Brasil quero escutar:
Nas preces da sertaneja,
Nas ondas do rio-mar…
Oh!
Este rio turbilhão,
Entre selvas e rojão,
Continente a caminhar!
No céu!
No mar!
Na terra!
Canta, Brasil !!!