Categorias
Ary Barroso

Nem ela

Neste carnaval
Não tive gosto pra brincar
Nem ela
Nem ela
Não fui à cidade
Ver o meu cordão passar
Nem ela
Nem ela
Nos ensaios
Tudo caminhava muito bem
Eu, no tamborim
Ela, na voz como ninguém
Mas, naquela noite
Zé Mulambo me avisou
E Margarida
Nunca mais voltou
Posso permitir
Que a mulher seja fingida
Vício maldito, vício maldito
Porém, fazer da traição
Modo de vida
Não permito, não, não permito