Quando Você Crescer

10 comentários

Raul Seixas

O que que você quer ser quando você crescer?
Aguma coisa importante
Um cara muito brilhante
Quando você crescer
Não adianta, perguntas não valem nada
É sempre a mesma jogada
Um emprego e uma namorada
Quando você crescer
E cada vez é mais difícil de vencer
Pra quem nasceu pra perder
Pra quem não é importante…
É bem melhor
Sonhar, do que conseguir
Ficar em vez de partir
Melhor uma esposa ao invés de uma amante
Uma casinha, um carro à prestação
Saber de cor a lição, Que no…
Que no bar não se cospe no chão, nego
Quando você crescer
Alguns amigos da mesma repartição
Durante o fim-de-semana
Se vai mais tarde pra cama
Quando você crescer
E no subúrbio, com flores na sua janela
Você sorri para ela
E dando um beijo lhe diz:
Felicidade
é uma casa pequenina
e amar uma menina
E não ligar pro que se diz.
Belo casal que paga as contas direito
bem comportado no leito
Mesmo que doa no peito
Sim…
Quando você crescer
E o futebol te faz pensar que no jogo
Você é muito importante
Pois o gol é o seu grande instante
Quando você crescer
Um cafézinho mostrando o filho pra vó
Sentindo o apoio dos pais
Achando que não está, só
Quando você crescer
Quando você crescer
Quando você crescer


10 comments on “Quando Você Crescer

  1. rodolfo disse:

    quando temos sonhos e nao corremos atras de realizalos.

  2. Evandro disse:

    típica vida mediocre! entenda mediocre no seu sentido que os dicionários o dão.

  3. André disse:

    Essa música fala das inúmeras convenções sociais as quais somos subjugados, e o quanto nós, apesar de pensarmos o contrário, estamos sujeitos, cedo ou tarde, a aderir a muitas delas.. Com o passar do tempo, ficamos cada vez mais parecidos com os nossos pais, e a maioria de nós segue um caminho pré-determinado pela sociedade. Aí eu concordo com o Evandro: isso é a vida medíocre – isso é ter aquela velha opinião formada sobre tudo.
    Maior sinal do que raul quis dizer é no fim da música, em que diz “quando você crescer” vai ser exatamente a mesma coisa, tudo igual…

  4. JOSE NETO disse:

    AS PESSOAS SÃO CRIADAS E EDUCADAS A VIVER SUAS VIDAS “SOCIALMENTE IGUAIS”….SOMOS ENSINADOS A SER MAIS UM NA MULTIDÃO…QUEM OUSA A SER DIFERENTE É JULGADO E ATÉ CONDENADO…PELO “ZÉ POVINHO” QUE NÃO ENTENDE NADA..E NEM ENXERGA UM PALMO DIANTE DO NARIZ…É BEM COMO ELE ENCERRA A MÚSICA “QUANDO VC CRESCER VAI SER EXATAMENTE O MESMO”

  5. Anne disse:

    Tudo vai ser exatamente como é agora,nunca vai mudar.Contente-se com a mediocridade.Não ainda crescer.

  6. Mário disse:

    No caso, ele conta a história normal das pessoas, que são as que não conseguem “vencer” e “nasceram pra perder”.

    A partir do momento que em que a vida da pessoa se encaminha para a “derrota”, ele acaba sofrendo com a sua inabilidade de lutar para controlar o curso de sua vida e também, acaba tendo que suportar a solidão de ter que enfrentar uma vida, sozinho, que não escolheu.

  7. Gandalf disse:

    Tenho uma leitura que talvez seja esquisita… Mas vamos a ela. Seguindo a linha da música temos a parte:

    “Não adianta, perguntas não valem nada
    É sempre a mesma jogada
    Um emprego e uma namorada”

    Ou seja, somente existe essa jogada, pelo texto. Ele não discute a duração desse emprego ou namorada, nem sexo ou gênero.

    Em:
    “E cada vez é mais difícil de vencer
    Pra quem nasceu pra perder
    Pra quem não é importante…”

    Parece-me uma critica social, nascer para perder normalmente está associado às pessoas mais pobres e excluídas que não tem condições de subir na vida conforme os padrões sociais hipócritas da nossa sociedade, ou seja, para quem não berço de ouro. Outra questão é ao vencer socialmente construído.

    A solução para quem “não é importante” fica na parte:

    “É bem melhor
    Sonhar, do que conseguir
    Ficar em vez de partir
    Melhor uma esposa ao invés de uma amante
    Uma casinha, um carro à prestação
    Saber de cor a lição, Que no…
    Que no bar não se cospe no chão, nego
    Quando você crescer
    Alguns amigos da mesma repartição
    Durante o fim-de-semana
    Se vai mais tarde pra cama
    Quando você crescer
    E no subúrbio, com flores na sua janela
    Você sorri para ela
    E dando um beijo lhe diz:
    Felicidade
    é uma casa pequenina
    e amar uma menina
    E não ligar pro que se diz.
    Belo casal que paga as contas direito
    bem comportado no leito
    Mesmo que doa no peito
    Sim…”

    É importante ressaltar que ele põe a chave para aguentar tudo de ruim da solução, que ele propõe, e essa chave é a felicidade é uma casa pequenina no trecho da solução. Além de não ligar para o que se diz…. Que poderia ser entendido sobre o que a sociedade diz sobre o vencer ou etc. Ele arremata a solução com um sim, mesmo que doa no peito.

    “Felicidade
    é uma casa pequenina
    e amar uma menina
    E não ligar pro que se diz.”

    No trecho final:
    “Quando você crescer
    E o futebol te faz pensar que no jogo
    Você é muito importante
    Pois o gol é o seu grande instante
    Quando você crescer
    Um cafézinho mostrando o filho pra vó
    Sentindo o apoio dos pais
    Achando que não está, só”
    Ele retoma o sonhar que conseguir com pensar que o gol é seu grande instante, em se colocar no lugar do ídolo que marca o gol, ou no gol do final de semana no campinho… E mostrar o filho para o vó, sentindo o apoio dos pais e achando que não está só… Faz parte do sonhar quando vc crescer “Achando que não está só”.

    Assim a grande crítica é padrões de “vencer” de nossa sociedade.

  8. Quando eu crescer… vou ficar rico. Comprar carros e casas pra te falar q tu é pobreeeeeee

  9. Vini disse:

    Raul conseguiu através da música dizer ao público o que ele não conseguiria dizer apenas com a escrita. A melodia acompanha a letra, indicando felicidade nas coisas mais simples, que pode ser real, porém, com alfinetadas a uma vida acomodada pelos sonhos perdidos e enquadrada pelo sistema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *