Novo Aeon

11 comentários

Raul Seixas

O sol da noite agora está nascendo
Alguma coisa está acontecendo
Não dá no rádio nem está
Nas bancas de jornais
Em cada dia ou qualquer lugar
Um larga a fábrica, outro sai do lar
E até as mulheres, ditas escravas,
Já não querem servir mais
Ao som da flauta
Da mãe serpente
No para-inferno
De Adão na gente
Dança o bebê

Uma dança bem diferente
O vento voa e varre as velhas ruas
Capim silvestre racha as pedras nuas
Encobre asfaltos que guardavam
Hitórias terríveis
Já não há mais culpado
nem inocente
Cada pessoa ou coisa é diferente
Já que assim, baseado em que

Você pune quem não é você?
Ao som da flauta
Da mãe serpente
No para-inferno
De Adão na gente

Dança o bebê
Uma dança bem diferente
Querer o meu
Não é roubar o seu
Pois o que eu quero
É só função de eu
Sociedade alternativa
Sociedade novo aeon
É um sapato em cada pé
É direito de ser ateu
Ou de ter fé
Ter prato entupido de comida
Que você mais gosta
É ser carregado, ou carregar
Gente nas costas
Direito de ter riso e de prazer
E até direito de deixar
Jesus Sofrer


11 comments on “Novo Aeon

  1. Juliana Sartori disse:

    A resposta esta no AR .

  2. Adrian Fuzetto disse:

    Preste atenção nas SUAS atitudes, mas respeite as atitudes e pensamentos do outro. VOCÊ tem o poder de modificar tudo à sua volta, ……..
    A resposta está no AR.²

  3. Marcelo disse:

    Esta letra narra a chegada de um novo tempo, um tempo que independentemente do que façamos está para chegar, é a evolução natural do nosso universo.

    Aconselho para aqueles que tenham curiosidade em aprender que leiam o livro (Crianças Índigo) fará com que a explicação fique mais clara !

    Quando Raul descreve:

    “O sol da noite agora está nascendo
    Alguma coisa está acontecendo”

    – Reparem que é o sol da noite… ou seja, uma sociedade que se encontra na escuridão de pensamentos, atitudes, compreensão e tudo mais… e chega uma luz à esta escuridão; Ele sente no ar as novas mudanças.

    – Ele passa a comentar sobre fatos sociais que mostram as pessoas mudando conceitos e evoluindo rapidamente rumo a um novo tempo, em que a vontade dita o caminhar “Um larga a fábrica, outro sai do lar…”

    – E isso ocorre em todas as partes independente de nós, é a própria natureza quem impulsiona os acontecimentos. “O vento voa e varre as velhas ruas, Capim silvestre racha as pedras nuas”

    – Este novo estado das coisas, é um novo modo de pensar o mundo, sem hipocrisia, sem vaidades absurdas, com mais amor, como mais sinceridade, sem falsos moralismos… (A musica tempos modernos de Lulu Santos descreve isso !!!) …

    – “Dança o bebê Uma dança bem diferente” (O Livro crianças índigo, explica todos acontecimentos que sucedem o nascimentos das crianças de luz apartir da década de 80) (O Livro Exilados de Capela – Edgar Armond, nos esclarece sobre a evolução que deixa a ciência sem entendimento e às escuras)… “Cada pessoa ou coisa é diferente”

    – “Não é roubar o seu” … Este é um estado consciente de que eu posso conseguir o que é meu independentemente de vc querer o mesmo ou não, e isso significa que competir não significa necessariamente que se eu ganhar eu roubarei oq seria seu.

    – “Pois o que eu quero É só função de eu” Tudo aquilo em que nos envolvemos é somente parte de uma engrenagem social… é como se alguem tivesse que fazer o trabalho sujo, para que eu possa desenvolver minhas funções (Lembrem-se de Judas e Jesus)

  4. rosiel disse:

    Novo Aeon , uma das músicas mais misteriosas e significativas do grande mestre Raul Seixas. Nessa música, Raul fala sobre a chegada do Novo Aeon ou Aeon de Hórus que foi prevista por Crowley, a música muitas vezes nos fala através de códigos para pregar o que essa nova era viria nos trazer de bom. Mas enfim, vejamos a letra e vamos pensar um pouco.

    Novo Aeon

    O sol da noite agora está nascendo
    Alguma coisa está acontecendo
    Não dá no rádio nem está
    Nas bancas de jornais

    Em cada dia ou qualquer lugar
    Um larga a fábrica
    O outro sai do lar
    E até as mulheres ditas escravas
    Já não querem servir mais

    O sol da noite neste caso representa o Novo Aeon que chega sem pedir licença e toma passo a passo o mundo inteiro sem ser notado , a evolução mental citada na 2ª estrofe é apenas mais uma consequência, a rebeldia

    Ao som da flauta
    Da mãe serpente
    No páreo inferno
    De Adão na gente
    Dança o bebê
    Uma dança bem diferente

    A Mãe Serpente é um antigo Deus Babiônico , que representa a sabedoria , ou seja , a flauta da mãe serpente é o pensamento, Raul mostra que todos nós devemos ouvir nossos próprios pensamentos e não os pensamentos que a mídia tenta nos impor na sua tentativa até agora bem sucedida de formar uma sociedade em que todos pensem igual a todos

    O vento voa e varre as velhas ruas
    Capim silvestre racha as pedras nuas
    Encobre asfaltos que guardavam
    Histórias terríveis

    O vento passa e varre as velhas ruas , agora tudo que estava encoberto pode-se ver , e agora o capim silvestre , cobre com suas folhas novas o asfalto, ou seja, oque passou , passou e agora só oque pode-se fazer e construir um novo amanhã, através da evolução do pensamento e acima de tudo, das atitudes

    Já não há mais culpado
    nem inocente
    Cada pessoa ou coisa é diferente
    Já que assim, baseado em que
    Você pune quem não é você?

    O homem da nova era vai ser moldado através das eras e como o Novo Aeon começou a pouco tempo (1904) , todos nós somos igualmente crianças, por isso não devemos punir ninguem por seus erros já que somos também iniciantes na arte de pensar e evoluir-se mentalmente

    Ao som da flauta
    Da mão serpente
    No páreo inferno
    De Adão na gente
    Dança o bebê
    Uma dança bem diferente

    Querer o meu
    Não é roubar o seu
    Pois o que eu quero
    É só função de eu

    Sociedade alternativa
    Sociedade novo aeon
    É um sapato em cada pé
    É direito de ser ateu
    Ou de ter fé
    Ter prato entupido de comida
    Que você mais gosta
    É ser carregado, ou carregar
    Gente nas costas
    Direito de ter riso e de prazer
    E até direito de deixar

    Jesus Sofrer!

    Só pra finalizar , “A lei é faze oque tu queres” , façamos apenas nossa propria Vontade e vamos amadurecer com o eon de Hórus para que assim chegarmos a o mais alto grau de evolução mental

    Viva a Raul!
    Viva a Sociedade Alternativa!!

  5. Eloy Picanço Jr disse:

    S I M P L E S M E N T E S A T A N I C O .

  6. Juca disse:

    ”Cada pessoa ou coisa é diferente
    Já que assim, baseado em que

    Você pune quem não é você?”

    Nessa parte eu entendo como se fosse algo do tipo, as pessoas julgam as outras por não se comportarem igual. Por exemplo, o preconceito contra os homossexuais que as pessoas tendem a julgar errado uma pessoa se relacionar com outra do mesmo sexo, ou com drogados, etc…

    e o Bebê fazendo uma dança bem diferente significa que as gerações estão mudando, e aos poucos esse pensamento preconceituoso vai mudando

  7. Cassius Clay disse:

    Não haverá religiões e nem culpas sobre o homem. Será um tempo de liberdade espiritual e filosófica. As águas da Era de Aquário limpará toda a percepção premeditada desde a fundação do mundo.
    Viva o Novo Aeon!!!

  8. Bruno BÜhler disse:

    Dança o bebe uma dança bem diferente: Esse cara sabia que a próxima geração teria novas ideias, estilos , musicas e crenças muito diferentes dos da época 1975, ano que a música foi lançada.

  9. Andréa disse:

    Ele era cria de Aleister Crowley, satanista. Com certeza falavam a mesma língua, serviam ao mesmo deus. Infelizmente, canalizou sua inteligência pro lado oculto. Essa sociedade alternativa é aquela em que não há regras, em que você deve fazer o que o corpo quer, sem culpa, sem regras da sociedade. Não é isso que temos visto, pessoas querendo nos empurrar goela abaixo uma sociedade em que tudo é aceito? Ele sempre fala de Jesus com deboche, quer ser rebelde, irreverente.
    Na letra ele apela pro: aceite as pessoas como são, cada um na sua; tudo voltado pro assunto: cada um faça o que quiser, a vontade do corpo, da carne, sem regras. Uma pessoa pesada, carregada era Raul Seixas. Uma alma atormentada. Inteligentíssimo, porém, tolo.

  10. Stelvio Pinheiro disse:

    Não consigo não interpretar como uma critica ao regime militar da época no Brasil.
    “Não da rádio nem está nas bancas de jornais” – Censura a imprensa.
    “Em cada dia ou qualquer lugar
    Um larga a fábrica, outro sai do lar” – Entram para clandestinidade politica e o lar seria o país quando vão para exílio.
    “Já não há mais culpado
    nem inocente
    Cada pessoa ou coisa é diferente
    Já que assim, baseado em que
    Você pune quem não é você?”
    Não existe culpa quando o que se queria era o melhor para o país de acordo com a ótica de cada um (situação e oposição) e punir quem não é vc implica em punir quem não é militar na época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *