Será

55 comentários

Legião Urbana

Tire suas mãos de mim
Eu não pertenço a você
Não é me dominando assim
Que você vai me entender…

Eu posso estar sozinho
Mas eu sei muito bem aonde estou
Você pode até duvidar
Acho que isso não é amor…

Será!
Só imaginação?
Será!
Que nada vai acontecer?
Será!
Que é tudo isso em vão?
Será!
Que vamos conseguir vencer?…

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!…

Nos perderemos entre monstros
Da nossa própria criação
Serão noites inteiras
Talvez por medo da escuridão…

Ficaremos acordados
Imaginando alguma solução
Prá que esse nosso egoísmo
Não destrua nosso coração…

Será!
Só imaginação?
Será!
Que nada vai acontecer?
Será!
Que é tudo isso em vão?
Será!
Que vamos conseguir vencer?…

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!…

Brigar prá quê?
Se é sem querer
Quem é que vai
Nos proteger?
Será que vamos ter
Que responder
Pelos erros a mais
Eu e você?…


55 comments on “Será

  1. marcos disse:

    Sera…

    Acho que ele quiz dizer:

    A obsseção por amar demais, pode acabar com o amor.

    Lutamos ,lutamos, lutamos..
    Mas afinal para que ??

    Nos perderemos entre monstros
    Da nossa própria criação.

    Nos somos monstros, seres humanos
    Por que brigamos sem motivo, odiamos sem motivo..

    Sera que tudo é em vão..

  2. Celso disse:

    Na minha modesta opinião,acho que essa letra fala do ciúme e da falta de confiança que existe entre muitos casais.No trecho”Eu posso estar sozinho,mas sei muito bem aonde estou” demonstra,que os casais não precisa estar sempre juntos.Há sempre aquele local,que um dos pareiros gostaria de ir só,até porque as vezes um gosta de cinema e o outro prefere um show.Então por que não ir só?Afinal,”eu posso estar sozinho,mas sei muito bem aonde estou”.

    Mas então surgem as dúvidas…mas “será só imaginação?” Será que vou ser traídos…ao criar essas dúvidas,o casla se perdem “entre os monstros da própria criação”..E haja noites em claro…imaginando onde o amado(a) poderia estar…pura falta de confiança.

  3. priscila disse:

    Na minha opinião a música fala sobre o egoísmo das pessoas, sobre a posseção…
    Não é me dominando assim
    Que você vai me entender,
    Ficaremos acordados
    Imaginando alguma solução
    Prá que esse nosso egoísmo
    Não destrua nosso coração,
    Será que vamos ter
    Que responder
    Pelos erros a mais
    Eu e você?

    A música chama a atenção, para que as pessoas amem mais, respeitem mais, tenham mais confiança e principalmente etendam a diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.

  4. Henrique Grunewald Bernardino disse:

    como diz a letra

    Nos perderemos entre monstros
    Da nossa própria criação
    Serão noites inteiras
    Talvez por medo da escuridão…

    Nessa letra ele não se refere diretamente sobre algo maior.
    Mas apresenta um exemplo de que nós criamos sistemas sociais, pisicológicos ou seja qual for, que se torna um ciclo e acabamos nos tornando objetos do nosso próprio sistema.

    seja um ciume que não possui fundamento, um que cidadão compra drogas e depois reclama que foi assaltado pela própria arma que financiou pelas drogas, ou até mesmo algo maior como a má distribuição de renda onde nós estamos inseridos em um sistema de alta lucrativadade(que gera desigualdade de quem produz e quem lucra ao administrar), mas não percebemos que ao comprar o proprio produto que produzimos estamos mandando no mercado e a simples preferencia de um produto produzido com menos lucro(mesmo que mais caro) moldaria o mercado para lucrar menos para vender e produzir mais.

  5. ALLSION disse:

    concordo com o primeiro comentario

  6. Edmilson Fonseca disse:

    Essa e uma canção muito linda, uma de minhas prediletas, e passa uma mensagem subliminar de protesto, contra o regime militar, ja que na epoca em que foi feita a censura nao permitia a livre expressão, tudo era controlado. Olhando por essa perspectiva a letra parece fazer bem mais sentido, poucoas pessoas que conheço sabem dessa historia, incrivel. Renato russo, grande poeta…

  7. Cristina Santos disse:

    no meu entender a música trata dos tiranos do dia a dia, não só relacionada a casais mais relacionamentos entre amigos e familiares, na verdade esses tiranos com a desculpa de amar só pretendem dominar, quando o dominado (vitima) percebe quer se afasta prefere as solidão ao inferno de conviver com essas pessoas . Porem as vezes pinta a duvida de repente é so imaginação monstros da nossa própria cabeça e ficamos pensando nisso perdemos nosso sono e nosso equilibrio com medo.

  8. leandro ozorio disse:

    A amplitude dessa letra é demostrada nas mais diversas formas que fora interpretada nos comentarios anteriores, é isso que torna uma letra magnifica e admirada por muitos, a leitura é feita de acordo com seu estado de espirito, Hoje com todos esses eventos catastróficos que estamos vivendo violencia, ameaça de usina nuclear explodir e levar um monte gente junto, podemos dizer por exemplo que: nos perdemos entre monstros da nossa própria criaçao, serao noites inteiras talvez com medo da escuridao… sera só imaginação???

  9. RATIMAM disse:

    Seu envolvimento com o ocultimos começou com Faroeste Cabloco
    A falta de Fé em um momento da vida do renato o fez pensar que estava sozinho fez enchergar a força dominadora desse mundo. e monstro da propria criação é um alerta que tudo nao passa de medo.
    Jesus disse ” eu vos deixo a minha paz “

  10. Carolina disse:

    Acredito q a musica fala sobre a possessão entre os casais, sendo como pivo o ciumes(egoismo) q acaba com o amor criando brigas e desentendimentos.E qdo se está só nos encontramos, pois nao somos presos a ninguem, cada um está na sua essencia livre, mas ao mesmo tempo juntos aos outros, pois somos seres sociaveis. Dependemos uns dos outros, mas temos nossa propria individualidade.

  11. Juliana Bento disse:

    No trecho da música “será” “Tire suas mãos de mim
    Eu não pertenço a você
    Não é me dominando assim
    Que você vai me entender…” nos faz lebrar da época do Governo Militar uma época de repressão em que os brasileiros foram suprimidos dos seus direitos constitucionais.A busca pela democracia foi um marco na história do Brasil. A repressão aos movimentos sociais,censura aos meios de comunicação eram as caracteristicas desse governo,em outro trecho da musica os questionamentos da sociedade na época aparecem ” Será!
    Só imaginação?
    Será!
    Que vamos conseguir vencer?…” “Brigar prá quê?
    Se é sem querer
    Quem é que vai
    Nos proteger?
    Será que vamos ter
    Que responder
    Pelos erros a mais
    Eu e você?…

    Bom, eu não sei se essa é a verdadeira mensagem passada pelo compositor mas toda vez que ouço essa musica me recordo dessa fase em que o povo lutou pela nossa democracia e me faz ter a sensação de vitoria mesmo com tanta dificuldade ainda existente na realidade brasileira.

  12. Juliana Bento disse:

    No trecho da música “será” “Tire suas mãos de mim
    Eu não pertenço a você
    Não é me dominando assim
    Que você vai me entender…” nos faz lebrar da época do Governo Militar uma época de repressão em que os brasileiros foram suprimidos dos seus direitos constitucionais.A busca pela democracia foi um marco na história do Brasil. A repressão aos movimentos sociais,censura aos meios de comunicação eram as caracteristicas desse governo,em outro trecho da musica os questionamentos da sociedade na época aparecem ” Será!
    Só imaginação?
    Será!
    Que vamos conseguir vencer?…” “Brigar prá quê?
    Se é sem querer
    Quem é que vai
    Nos proteger?
    Será que vamos ter
    Que responder
    Pelos erros a mais
    Eu e você?…
    Bom , eu não sei se essa é a verdadeira mensagem passada pelo compositor mas toda vez que ouço essa musica me recordo dessa fase em o povo lutou pela nossa democracia e me faz ter a sensação de vitoria mesmo com tanta dificuldade ainda existente na realidade brasileira.

  13. junior disse:

    algumas partes da musica me lembra a tecnologia,que a cada dia o homen faz invencoes que ta nos prejudicando!mais ja em outras partes nao!!tira se o que quiser de uma musica dependendo da pessoa!!

  14. Amanda Honório disse:

    Eu acredito que esta música fale de uma relação a dois,onde o amor se tornou posse,onde o medo de ficar sozinho traz o medo.E ficam os dois tentando sulcrar alguma coisa que resta.

  15. Nanda disse:

    Acredito q a letra se refere a uma crise existencial… alguém com uma incerteza no tudo e no todo… alguém com uma incerteza no amanhã e em tudo que virá ou não…

    Mas creio que essa crise existencial, esse surto no meio da multidão… veio como reflexo de um amor mau resolvido… de um fora na hora errada, inesperado talvez…

    Mas me parece que seja uma crise existencial adolescente, alguém experimentando o que é ser adulto ainda sendo uma criança imatura e com um certo medo de crescer, sem saber ao certo se está pronto pra encarar o q está por vir, se é que algo está por vir, nesse mundo de incertezas criado na cabeça de cada adolescente e seus interminaveis questionamentos…

  16. Danizinha disse:

    Eu amo essa música, e acho que ela possui muitos significados, mas quando a escuto tenho a sensação de uma mensagem de alerta contra todos os “monstros ” criados pelo nosso próprio egoísmo e que tantas vezes destroem sonhos, amizades, romances ou até o que há de melhor em nossa prória sociedade! porém ao mesmo tempo, essa música me faz sentir vitoriosa, é como se ela me lembra-se que os muitos inimigos que as vezes nos paralizam também podem ser fruto de nosso próprio medo e que se nós aprendermos a pensar mais uns nos outros e enxergar além de nosso próprio interresse, poderemos construir a vitória para este nosso tempo tão conturbado e para o nosso próprio coração, as vezes tão ferido!
    Por fim, acho que apesar de tudo, a mensagem dessa música para mim se resume nesta única palavra: ESPERANÇA!

  17. thayane disse:

    acho que essa musica fala do amor de duas pessoas
    mais..
    essas pessoas estão vivendo como se fosse a sonbra da outra
    e esta tendo muitas crises e desentendimentos na relação entre eles!

    Ficaremos acordados
    Imaginando alguma solução
    Prá que esse nosso egoísmo
    Não destrua nosso coração…

  18. patricia disse:

    Fã d carteirinha d Renato!acho q essa musica foi um desabafo ao fim d ditadura..onde aqueles imundos..determinavam quem vivia,qm morria e qm podia fazer parte d sua gang…

  19. João Paulo disse:

    Fica claro que o problema da interpretação das maiorias das pessoas é que se colocam dentro da música, buscando um significado para si. Fica claro para mim que está música só fala de uma coisa basicamente, o ciúme, e todas as suas consequências e reações.

  20. Evelin disse:

    Acho que fala sobre a posse o egoismo achamos que somos dono das pessoas , os monstros que criamos nas nossas mentes , sera que vamos responder pelos nossos erros de sempre acharmos que o mundo conspira a nosso favor .

  21. gustavo disse:

    Renato Russo conseguia fazer músicas falando de amor e sentimentos e ao mesmo tempo fazendo críticas à sociedade.
    “tire suas mãos de mim que eu nao pertenço a você”nesse trecho fica bem claro e obvio que ele faz criticas ao regime militar que aconteceu no Brasil.
    Renato Russo foi um dos cantores e compositores mais talentosos se nao o mais porque conseguia falar de duas coisas distintas em uma música.

  22. Laís disse:

    Na minha opinião, a música retrata uma história de guerras e dores, onde o brasileiro era repreendido por ter opinião própria na época da ditadura, que não existia o “amor” pelo povo na época… Onde os governantes diziam que o povo não sabia o que fazia e nem onde estava, e o povo teve uma faze onde estava balançado, com uma duvida de que o que estavam fazendo era certo, se conseguiriam acabar com aquilo ou se seriam derrotados pelos “monstros” que criaram, se as vidas que perderam eram em vão…

  23. Luiz disse:

    Na minha opinião ele fez a música para a Cocaina!! Se alguem conhece ou já usou a droga sabera do que estou falando…

    Tire suas mão de mim, eu não pertenço a você, não é me dominando assim… (falando para a Cocaina)

    Nos perderemos entra monstros ad nossa própria criação ( alucinações)

    Ficaremos acordados ( a cocaina causa insonia).

    Será que vamos conseguir vencer (o vicio).

  24. Dorisvaldo Neves Nogueira disse:

    Olha, a música retrata a dura situação política, social e econômica que o Brasil viveu durante o regime militar na década de 1980, época que a música foi lançada. Renato Russo faz duras críticas aos militares, aos EUA, enfim, ao capitalismo. Quando ele diz,”tire as suas mãos de mim, eu não pertenço a você” ele está querendo dizer que é a AMÉRICA DO SUL, indiretamente, o BRASIL, ou seja, que a América do Sul precisa se libertar, “Não é me dominando assim
    Que você vai me entender…”. Então, ele diz que dias mais, dias menos a América do Sul e, que ai inclui o Brasil, vencerá os militares, voltará a democracia e, ainda levanta um questionamento:
    “Será que vamos ter
    Que responder
    Pelos erros a mais
    Eu e você?… ou seja, a população. E realmente estamos ainda pagando por esse erro, somos ainda atrasados, renda desigual e, na política, ainda se elege Maluf, Jader Barbalho, Fernando Collor e José Sarney, uma prova que parte da população ainda é alienada, como consequência das duas décadas de estagnação social, econômica e política (1964 a 1985). Os Estados Unidos patrocinou a ditadura em vários países sulamericano: Brasil, Chile, Argentina, Uruguai e o Paraguai. O mais interessante é que Renato Russo tinha que produzir uma letra com sutileza, isto é, não criticar diretamente o regime, se não seria preso. É essa a minha interpretação.

  25. HUGO SILVEIRA disse:

    A primeira parte, a nosso ver, parece ser uma duas pessoas discutindo uma relação onde uma pessoa domina a outra. Não um domínio físico, mas sim emocional. A pessoa dominante tenta impor suas idéias para a dominada. A dominada, por sua vez, fica inconformada com esta situação (=tire suas mãos de mim). A dominada pode estar sozinha, isto é, pode ser o lado mais frágil da relação. No entanto, sabe usar a razão (“sei muito bem aonde estou”), desacreditando, em seguida, no amor no qual a pessoa dominante tem pela dominada (“acho que isso não é amor”). Daí então a pessoa dominada começa indagar o que seria este amor. (“será só imaginação? será que nada vai acontecer? Será! Que é tudo isso em vão?). Neste momento ela se posiciona com dúvida sobre o amor do dominante para com ela (dominada). No entanto, no fim da estrofe há uma esperança do amor entre os dois voltando a renascer (= será que vamos conseguir vencer). A pessoa dominada cria uma expectativa de que, mesmo havendo uma dominação ou imposição de idéias, é possível reinar o amor entre dominante e dominado. Na estrofe seguinte entendemos: Talvez por conta do desconhecido (escuridão) perderemos muito tempo (noites inteiras) envolvendo-se com idéias ruins (monstros) criadas por nos mesmos. Isto é, por não saber o que fazer ou termos medo do que fazer o dominante e dominado perderão muito tempo refletindo com idéias ruins criada na cabeça de cada um. Tendo que ficarem acordado imaginando alguma solução para o conflito em questão inicialmente falado (isto é relação de dominante e dominado no qual este ultimo já não suportando esta situação de precariedade resolve por um “basta”). Dominado não suporta o egoísmo que envolve as duas partes. E ao final da estrofe faz um apelo para não destruir nosso coração, isto é, não destruir o relacionamento entre os dois. Inviável é a briga, pois ambos não tem intenção de brigar (=se é sem querer). Ninguém irá protegê-los. A briga só diz respeito aos dois. Os maiores prejudicados serão os mesmos. Não há necessidade de serem responsabilizados por erros excessivos (=erros a mais). Iae! E eu e você, dominante e dominado como vão ficar. Resolvem ou não a discussão. A interrogação em “eu e você?” é a idéia principal. Vamos vencer ou não o impasse. Depende só do dominante e dominado.

  26. Gabriel fernando ramos disse:

    Eu entendo como a parabula de Jesus no deserto..(eu nao sou aqueles evangelicos chatos que so falam de Jesus). mas é de se lembrar quando Jesus está no deserto e o diabo o atentar..quando ele fala “tire suas maos de min eu nao pertenço a voce nao é me dominando assim que voce vai me entender” e tambem pra que o egoismo dele nao destrua os nossos coraçoes..mas todas as outras interpretes dessa musica ai a cima tbm foram mt boas mesmo..

  27. Samy dos Anjos Elias disse:

    Nada disso meus amigos !!

    Renato refere-se ao seu Pai, ou seja, relação de Pai com o filho, o amor possessivo, curriqueiro no cotidiando de uma família.

    O filho Renato diz ao Pai possessivo:
    Tire suas mãos de mim
    eu não pertenço á você
    não é me dominando assim
    que vc vai me entender

    Aqui ele fala da mania que os Pais tem de achar que o filho é vulnerável a tudo e a todas:
    Eu posso está sozinho
    mas eu sei muito bem aonde estou
    vc pode até duvidar
    acho que isso não é amor

    Nesta parte ele repete as perguntas que todos os Pais fazem
    Será só imaginação ? (preocupação extrema)
    Será que nada vai acontecer? (preocupação extrema)
    Será que vamos conseguir vencer ? ( a vitória do filho é a vitória do Pai)

    E por aí vai…

  28. valmi peres disse:

    É SOBRE A COCAINA,ELE MESMO JA FALOU ISSO.

  29. Letícia. disse:

    Primeiramente, para quem não conhece a história de Renato Russo, verá que a música trata de um amor possessivo. A música retrata a dominação que o outro deseja e a sua imaginação em relação a fatos que podem ocorrer. No entanto, muitos dizem que é em relação a cocaína, pois reproduz os efeitos que pode causar, alucinações, tentativa de libertação. Outros veem como uma forma de criticar a repressão dos militares, e o medo da época.
    Na minha opinião, a música trata da dominação em geral, então pode se levar a vários ramos que relacionem esse assunto.

  30. Jean Paulo Borsatti disse:

    Para quem conhece a história da Legião Urbana sabe muito bem que a música Será foi considerada um ino da ditadura militar. Então podemos concluir que a letra dessa música tem tudo a ver com a ditadura. “Vamos analisa-la:
    Tire suas mãos de mim
    Eu não pertenço a você
    Não é me dominando assim
    Que você vai me entender…”

    Esta parte da música mostra muito bem a época em que estava se passando, ele fala que ele ou os cidadãos não pertencem ao atual sistema de governo. Esta parte também mostra que daquela forma na qual os militares estavam agindo (perseguições, torturas, etc)não iria fazer os mesmos entenderem que era contra o sistema.
    Basta então analisar esta primeira parte que todo o contesto do restante fica evidente. Grande abraço até mais.

  31. Andre Ferrero disse:

    1° estrofe-ele pede que os países ricos, EUA em especial, parem de se meter em assuntos particulares do Brasil; 2° est.-diz que o Brasil tem competencia pra andar sozinho; 3°(refrão)-os brasileiros acreditavam que se o Brasil se libertasse da ditadura e da interferencia politica dos EUA seria um caos no país, e ele tenta dizer que isso é só imaginação e que, “independentes”, nós venceriamos nossos problemas; 4°- monstros da nossa propria criação são políticos eleitos por nós, por medo da escuridão, ou seja, por medo do caos total, continuariamos elegendo políticos da velha guarda; ultima estrofe- responder pelos erros, nada mais é, que sofrer as consequencias pelo erro de aceitar calado a dominação dos militares e dos países capitalistas.

  32. Aurino Nascimento disse:

    Essa é a primeira música do primeiro disco da Legião Urbana, cuja última música é “por enquanto”. Será descreve a expectativa do grupo em relação ao lançamento de suas opiniões ao público brasileiro.

  33. João Paulo disse:

    para enviar pro meu amor

  34. Wellington disse:

    Alguém pode me dar uma explicação sobre “Nos perderemos entre monstros da nossa própria criação”?

    • israel lopes disse:

      significa colher o que plantou, tipo imagina uma daquelas historias de zumbis mutantes os caras criaram um monstro que os destroi até se tornarem o mesmo que eles

  35. Aninha disse:

    Por que, oh meu deus, sempre aparece um ser achando que a letra tem haver com cocaína? Já já vão inventar que o Eduardo era um usuário, e a Mônica traficante por isso ela era mais experiente que ele.Nunca ouviram a música “Há tempos”?
    “Parece cocaína
    Mas é só tristeza”
    O pior vício do Renato era o álcool e vez ou outra a marijuana, fora que ele não tinha papas na língua, caso quisesse compor sobre cocaína falaria abertamente.
    A maior parte das músicas do legião fala de nós, humanos, que apesar de muitas vezes nos esquecermos temos sentimentos. Não é porque ele foi um “rockstar” brasileiro que ele viveu num mundo de drogas e amargura, ele muito amou e por isso pode compor essas canções.

  36. Cecilia disse:

    Esta música fala sobre a possessividade de um relacionamento. Entendam que relacionamento pode significar tanto de uma nação quanto de um casal. Ou seja, a letra trabalha com O Sentimento e não com as situações onde ele se encontra. E ela é muito interessante por ser atemporal. Uma música que cabe em qualquer situação humana e mundial, em uma micro ou macro visão analítica.
    Ela atualmente expressa e resolve muitas duvidas minhas. E não duvido nada que, através dela, pessoas do mundo inteiro não tenham parado pra refletir e resolver tal dificuldade.

  37. Interprete disse:

    A letra dessa musica pra mim fala como foi préviamente dito de uma relação de uma pessoa possessiva e ao mesmo tempo de um ciúme desprorporcional muito comum em casos de possessão.

    Tire suas mãos de mim eu não pertenço à você!
    Não é me dominando assim, que você vai me entender.

    Precisa interpretar? ” pertenço” “dominando”

    Posso estar sozinho, mas eu sei muito bem aonde estou.

    Você acha que eu preciso desse teu amor e que é melhor estar junto do que sem você? Coitado, eu sei ao menos aonde eu estou indo e você que está perdido nos seus pensamentos possessivos.

    Você pode até duvidar, acho que isso não é amor. ( sem com.)

    Será! Só imaginação?
    Será!Que nada vai acontecer?
    Será!Que é tudo isso em vão?
    Será! Que vamos conseguir vencer?…

    Aqui entra o segundo aspecto da musica, o interprete fala de uma pessoa que está cansada de uma relaçao com uma pessoa extremamente possessiva mas como todos nós sabemos as vezes mesmo com defeitos horrorosos nós nos vemos ligados a uma certa pessoa por x razões e esse é o caso do interprete… será que tudo que passamos foi em vão? será que não vamos conseguir combater esse sentimento horrivel que é a desconfiança?

    Nos perderemos entre monstros da nossa propia criação.

    Ciumentos adoram inventar monstros ( casos irreais só pra arranjar um motivo de briga) Da nossa propia criação. Mostra o lado inventado dessas brigas.

    Serão noites inteiras, talvez com medo da escuridão.

    Passar noites e noites pensando no final da relação e na escuridão que virá.

    Ficaremos acordados imaginando alguma soluçao pra que esse nosso egoísmo não destrua nossos corações.

    Aqui há denovo algo incrivel. Nossos egoísmos? no plural? o interprete também se sente culpado pelo o agir de seu companheiro/a? Não se sabe… ou não fica explicito no texto de todas as maneiras a unica coisa que se sabe é que … eles buscarão uma solução porque ninguém quer se separar. O refrão que se repete logo depois marca exatamente essa vontade de que essa relação nao seja em vão que sim eles vão conseguir vencer as duvidas e achar um solução.

    Brigar pra quê, se é sem querer?
    Nenhum ciumento possessivo e dependente briga por querer mas por medo de perder ( mesmo se não for iminente) Então pobrezinho ele não tem culpa…

    Quem é que vai nos proteger?

    Dependência dos dois lados, um precisa do outro pra se protegerem e agora entendemos porque existe a votade de manter uma relaçao extremamente nociva. ou seria se eles brigarem quem vai ajudar eles ja que ambos não tem ninguém? Aqui há uma coisa muto comum em musicas … a ampla interpretação.

    Será que vamos ter que responder, pelos os erros a mais? eu e você?

    Nós dois somos culpados meu amor! mas será que. gente tem que se culpar ou é só culpa do amor e a gente só tá cometendo uns errinhos a mais? Será amor? Será?

  38. Fábio Torres disse:

    Interpretações muita interessantes. Que só justificam o talento do compositor, que nos proporciona diferentes definições.Acredito que em todas as possibilidades dadas acima, o autor tenha associado às idéias da filosofia exixtencialista de “Nistchie”. Aquelas coisas do tipo “Não vivemos em um mundo real, o que conhecemos e vivemos são reflexos …. ). Se somos capazes de dirigir nossa propria existência, ou se, somos apenas figuras pré-programadas..

  39. JORGE disse:

    “Nos perderemos entre monstros da nossa própria criação”

    – Hospitais não fazem copa do mundo – RONALDO

  40. Jota disse:

    Na minha opnião o carro chefe da letra é um sentimento de amor não correspondido cujo mesmo queria se livrar,lutar, brigar mas nãoconseguia. Nessa música Renato vivia um amor não correspondido e por isso sofria muito (Eu posso estar sozinho
    Mas eu sei muito bem aonde estou Você pode até duvidar Acho que isso não é amor…), possuia crises de depressões que pareciam em vários trechos de suas musicas, tentava se libertar do sentimento mas não conseguia, achava que o sentimento o prendia (Tire suas mãos de mim Eu não pertenço a você Não é me dominando assim Que você vai me entender… ).

  41. Haroldo Moreira da Silva disse:

    Um relacionamento cheio de dúvidas e onde um tenta conviver em paz, mas o outro sempre reclama de tudo sem dar o braço a torcer e permanecer arrogante quando divide os erros. …nos perderemos entre monstros da nossa própria criação… Será que vamos conseguir vencer.

  42. Danizinha, que foi a vigésima sexta a comentar foi muito feliz em seus argumentos. Quanto ao que ele quis dizer creio que foi falar de um amor individualista e possessivo. Agora sem duvidas podem os fazer varias interpretações, vai da capacidade de cada um, jogar nas mais diversas situações criatividade pura.

  43. Ednaldo Lopes disse:

    Renato Russo critica nessa letra o “amor” cheio posses, brigas e ciúmes devido à luxúria. Me lembra bastante o tema de Damaged Goods, do Gang of Four, banda muito escutada pelos caras do Legião, principalmente o Dado. Aliás a temática é a mesma. Quem nunca passou por um momento parecido na vida com o dessa música?

  44. hilia duane disse:

    eu acredito que isso tenha a ver com o meio ambiente pois ele fala que viveremos entre monstros da nossa própria criação.

  45. Sávio disse:

    ”Tire suas mãos de mim
    Eu não pertenço a você” esse trecho explica tudo, a música fala do medo, medo de viver, o medo de fracassar, ”Ficaremos acordados
    Imaginando alguma solução” não fracassar,

  46. Ao levarmos em consideração a época, a ideologia, o ponto de vista social, a musica seria uma critica a nossa sociedade “tire suas mão de mim
    eu não pertenço a você”
    seria a forma que a propaganda torna as pessoas incapazes de pensar, de não refletir, de questionar, argumentar, sobre as informações que chegam até elas, fazendo com que nossas opiniões não sejam própias mas a partir do que a rádio, a televisão, as mídias de um modo geral, que no fim resulta no enriquecimento das empresas dando força ao lado negativo do capitalismo, onde o dinheiro vale mais que a moral e a ética.

  47. apenas completando…
    ‘ficaremos acordados
    Imaginando alguma solução
    Prá que esse nosso egoísmo
    Não destrua nosso coração…”
    outra deixa para pensamos como nos tornamos egoístas pelo dinheiro, em nossas casas vivemos nossas vidas sem pensar no próximo, sentimos vontades de comprar, comprar, adquirir celulares, pcs, carros, roupas, etc. e esquecemos de ajudar o próximo, esquecemos que o dinheiro que gastamos em excesso poderia ajudar uma pessoa que as vezes mau tem o que comer, pense como seria o Brasil se os políticos pensassem na população e não nos reais, se todos nó ao menos uma vez no mês parasse um pouco e fosse ajudar uma instituição beneficente ou tomasse uma iniciativa que ajudasse nossa sociedade, o poder de mudar o lugar onde vivemos está dentro de cada um de nós, se hoje mudarmos iremos mudar o futuro de nossa nação, se mudarmos nossa filosofia capitalista (não estou em defesa do socialismo pois sabemos que o socialismo em prática infelizmente resulta em ditaduras, com uma pessoa com o objetivo de ter o poder e dominar ao invés de ter o poder e usar em favor comum no comando) para uma filosofia de união entre as pessoas.

  48. no “calor do momento”, queria tento opinar que acabei fazendo um texto mau feito, mas se aqui está um versão melhor de tudo que falei:
    ” Ao levarmos em consideração, nossas ideologia, o raciocínio , a musica serve como um instrumento de reflexão:
    “tire suas mão de mim
    eu não pertenço a você”
    seria critica a forma que a propaganda nos torna incapaz de pensar, de não refletir, de questionar, argumentar, sobre as informações que chegam até elas, fazendo com que nossas opiniões não sejam próprias mas a partir do que a rádio, a televisão, as mídias de um modo geral, que no fim resulta no enriquecimento das empresas dando força ao capitalismo (antes de julgar deixo claro que não sou socialista), onde o dinheiro vale mais que a moral e a ética, o status e a boa aparência vale mais do que o caráter.
    “ficaremos acordados
    Imaginando alguma solução
    Prá que esse nosso egoísmo
    Não destrua nosso coração…”
    outra deixa para pensarmos como nos tornamos egoístas pelo dinheiro, em nossas casas vivemos nossas vidas sem pensar no próximo, sentimos vontades de comprar, comprar, comprar, adquirir celulares, computadores, carros, roupas, etc. e esquecemos de ajudar o próximo, não pensamos que o dinheiro que gastamos em excesso poderia ajudar uma pessoa que as vezes mau tem o que comer
    Pense como seria o Brasil se os políticos pensassem na população e não nos reais (parece impossível, porém, o futuro senador, presidente, deputado somos nós, os jovens, e se cada um de nós mudar, futuramente podemos mudar o rumo da República Federativa do Brasil), se todos nós ao menos uma vez ajudássemos uma instituição beneficente ou tomasse uma iniciativa que ajudasse nossa sociedade.
    O poder de mudar o lugar onde vivemos está dentro de cada um de nós, se mudarmos nossa filosofia capitalista (não estou em defesa do socialismo pois sabemos que o socialismo em prática infelizmente resulta em ditaduras, com uma pessoa com o objetivo de ter o poder e dominar ao invés de ter o poder e usar em favor comum no comando) para uma filosofia de união entre as pessoas teremos o Brasil que tanto sonhamos.
    Essa é a diferença entre VERDADEIROS ARTISTAS (pois arte é expressão, uma forma de retratar a realidade e não só o que segue os padrões de beleza) como Renato russo, que até hoje é uma referencia e nos leva a pensar, e esses “cantores” (se é que eles merecem ser chamados assim) que hoje em dia fazem sucesso devido ao ibope que os meios de comunicação dão a eles, sem qualidade nenhuma, que não passam de modinhas que logo caíram em esquecimento (graças a Deus, pois é horrível ficar lembrando das coisas ruins da vida).”

  49. erica disse:

    eu amo essa musica

  50. viviane disse:

    trabalho sob a banda

  51. israel lopes disse:

    na boa, eu acho que a musica fala do relacionamento dele com a deidade de Deus.

  52. Jadson disse:

    Sobre todos os acontecimentos do período que estava passando o país, durante a dominação do militarismo , o intuito da canção que intriga vários pensadores era criticar a forma dos militares ao conduzir o Brasil , creio por mim que ele queria mostrar através dessa canção que não é gerando dores e conflitos que assim iriam vencer , vejo que a intenção dele foi mostrar a juventude presente a época que ele era e foi contra todos essas tubulosas movimentações. A forma que os militares conduziam e levava tudo sobre suas rédias, conduzindo sobre forma. No período movimentos como direta já , aqueles que se opunha eram torturados e até mortos , o cantor não aceitava essa dominação dolorosa .

  53. KRAKER 01 disse:

    GRAPHITE MACHINE 2° VERSION É A CONTINUAÇÃO DA MAQUINA DE GRAFITE DESCOBERTA POR CRIPTOANÁLISE O LEGIÃO URBANA PODE ACABAR COM A ÁGUA DO MAR PEGUE 1 CAIXA DE 12,5X5 CM COLE UM PAPEL EM BRANCO SOBRE A CAIXA E PEGUE 2 PAPEIS CORTE EM FORMATO DE CÍRCULO FECHADO E COLE-OS PEGUE 3 PAPEIS CORTE EM FORMATO DE O E COLE-OS,O CÍRCULO E O O TEM QUE SER DA MESMA LARGURA DA CAIXA DE 5 CM
    CONECTE O MOTOR DO DRIVE DE DVD NO CENTRO DE 3 AROS FEITOS DE PAPEL PEGUE AS OUTRAS PONTAS DOS 3 AROS E CONECTE NAS BORDAS DO CÍRCULO PRIMEIRO E DO O,AGORA COLE O MOTOR COM AS ESFERAS DO LADO DA CAIXA E LIGUE O MOTOR PARA GIRAR AS ESFERAS EM SENTIDO HORÁRIO,AGORA PARA FUNCIONAR COM A CANETA RISQUE O PAPEL SOBRE A CAIXA E A TINTA IRAR SE MULTIPLICAR EM MILÉSIMOS DE SEGUNDOS.É UMA MAQUINA DO TEMPO E O CORPO DO TEMPONALTA NÃO SENTE AÇÃO DO TEMPO NENHUMA E O TRANSPORTA PARA O FUTURO.

  54. Tire suas mãos de mim
    Eu não pertenço a você
    Não é me dominando assim
    Que você vai me entender…
    Letra linda!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *