Angra dos reis

34 comentários

Legião Urbana

Deixa, se fosse sempre assim
quente, deita aqui perto de mim
Tem dias, que tudo está em paz
E agora os dias são iguais

Se fosse só sentir saudade
Mas tem sempre algo mais
Seja como for
É uma dor que dói no peito
Pode rir agora que estou sozinho
Mas não venha me roubar…

Vamos brincar perto da usina
Deixa pra lá, a angra é dos reis
Por que se explicar se não existe perigo?
Senti teu coração perfeito batendo à toa
E isso dói
Seja como for
É uma dor que dói no peito
Pode rir agora que estou sozinho
Mas não venha me roubar…

Vai ver que não é nada disso
Vai ver que já não sei quem sou
Vai ver que nunca fui o mesmo
A culpa é toda sua e nunca foi
Mesmo se as estrelas começassem a cair
A luz queimasse tudo ao redor
E fosse o fim chegando cedo
E você visse o nosso corpo em chamas
Deixa,a angra dos reis

quando as estrelas começarem a cair
me diz, me diz pra onde é que a gente vai fugir?

Quando as estrelas começarem a cair
Me diz, me diz pra onde é que a gente vai fugir?


34 comments on “Angra dos reis

  1. Eduarda disse:

    É uma crítica à implantação das usinas nucleares em Angra dos Reis, pois como todos sabem esse tipo de usina é perigosa e a música retrata bem isso, a questão dos perigos que envolvem uma implantação de usina nuclear.
    E nesta música também é mostrada a indignação do autor com atitude dos que estão no poder (“A Angra é dos Reis”), já que estes só estão visando o lucro e sem importar-se com a saúde dos que moram próximo ao local da usina.

  2. Paulo Renato Ribeiro Santos disse:

    sem dudida um a crítia com boas pitadas de ironia quando em uma das frases diz “porque se explicar se não existe perigo?” e quando fala ” sentir teu coração batendo atoa isso doi.”Renato nessa bela musica aponta os riscos e perigos que age de forma silenciosa

  3. Como já disse a colega Eduarda, a música é uma crítica à implantação das Usinas de Angra 1 e Angra 2, na cidade de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Apesar da genialidade das metáforas, a música reflete um pensamento da época em que foi composta, há cerca de 20 anos. Apesar de ser fã de Legião e desta música em específica, sou obrigado a dizer que é uma crítica ultrapassada. Hoje a energia nuclear é considerada e energia do futuro. Claro que ainda existem os problemas com os dejetos radioativos, porém é mais limpo produzir energia através de uma usina atômica, do que queimar carvão, álcool, ou gasolina para gerar eletricidade. Diria até que é melhor que inundar ecossistemas inteiros para se construir uma usina hidrelétrica.

    Hoje a segurança nas usinas atômicas é bem maior e a quantidade de dejetos é bem menor que no passado. Não duvido nada que, dentro em breve, o país terá outras usinas do tipo e que, no futuro, o lixo tóxico gerado por elas será terá alguma solução reciclável. Ainda chegaremos lá!

  4. Vagner disse:

    Hoje podemos ver qual a dimensão que se pode ter caso essas usinas venham a dar um problema, o Japão está passando por isso, Renato com sua inteligência já sabia e alertou a quem quisesse ouvir em 1987 quando compôs essa canção.
    Uma pena que pessoas inocentes tenham que pagar o preço, enquanto os “reis” se divertem.

  5. Erich disse:

    Por que se explicar se não existe perigo? Boa pergunta Renato. Os politicos esperam acontecer a catástrofe pra depois pensar o que fazer. Tanta tecnologia, tanta segurança… Segurança? Aonde? No Japão? Acho que não! Pois se eles, com tanta tecnologia, nao tiveram controle. E no Brasil, agente dá um jeitinho pra tudo… é só molhar as mãos daqueles que não tem escrúpulos. E é só 3% do total que utiliza o Brasil com energia nuclear. Essa energia nunca foi e nunca será o futuro. Futuro entendo eu por energia renovavél, energia limpa, temos tanto sol, tanta água, tanto vento. Brasil vc tem que dar exemplo ao mundo e os brasileiros tem que acordar pra vida e não ficar assistindo tanta tv, pois aquilo que vc vê na tv é aquilo que eles querem te mostrar. O LOBBY das empresas nucleares e também de petróleo é muito grande. Peace forever

  6. Carlos Lopes disse:

    Não concordo com o João Vitor de que a critica de Renato e da Legião está ultrapassada. os episodios recentes no Japão provaram que esta fonte de energia é perigosa para o mundo. Viva Renato e a Leigião Urbana!!! como a mãe dele disse em uma entrevista: ” a grande contribuição do Renato, foi que ele não escraveu apenas para uma geração, mas para várias gerações”. esta letra mostra que ela estava certa. “quando as estrelas começarem a cair, me diz, me diz pra onde é que a gente vai fugir?”

  7. Diogo Melo disse:

    O bom da indústria dos combustiveis fósseis é que, apesar dela matar milhares de pessoas, ela mata lentamente e em várias pontos do mundo.
    Já as usinas nucleares, apesar de matarem muito, muito menos (quantas fatalidades foram causadas pela usina de Fukushima? Three Mile Island? Chernobyl? ), recebe todo o “bad press” das insanas bombas atomicas, apesar de ser tão parecido com elas quanto uma banana é parecido com um tomate (sim, ambos são frutas, assim como ambas sao atomicas).

  8. Victor disse:

    Enfim, já que a discussão já descambou totalmente da música, vou dar minha opinião-não-pedida sobre as usinas nucleares. Eu concordo com o Diogo Melo em parte. Claro, usinas atômicas têm riscos, assim como hidrelétricas tem risco. É o mesmo medo infundado que muita gente tem de avião, dizendo que caem muito e matam todo mundo. Quando falham, os aviões matam muito (mesmo!), mas raramente falham (milhões de vôos por dia, um acidente por ano. é muito?) – idem pras usinas. Há milhares de usinas nucleares no mundo (muitas antigas, inclusive), e algumas dezenas de falhas sérias.
    Mas, como disse, eu discordo em parte. A questão é que nós estamos lidando com um veneno de ação lenta e gradual, mas não menos mortal. Quando vapor radioativo é liberado na atmosfera, um material altamente letal se espalha por uma área enorme e mata, deforma e danifica vidas das mais variadas (humanas ou não), e é um material que demora milhões de anos pra se deteriorar por completo (e só na sua completa deterioração pode-se dizer que sua letalidade se anula). Então, é isso. As falhas são raras, mas absolutamente perigosas e atravessam os milênios com os riscos. Aliás, cabe pensar em outro aspecto: o vapor radioativo demora milhões de anos pra deixar de sê-lo, logo há na nossa atmosfera o vapor ainda radioativo de Chernobyl, das bombas de Nagasaki e Hiroshima e do recém-liberto vapor das usinas do Japão. Em quanto tempo teremos uma concentração de material radioativo na atmosfera que não poderemos suportar, se continuarmos com usinas que falham raramente (mas falham) e bombas, e testes de bombas e tudo o mais?

  9. alison disse:

    acho que e mais que sobre angra 1,2 e sobre relacionamento a mesmice do dia,dia e fazendo uma ligaçaõ com um tema q era atual mas no fundo e sobre amor perda e assumir uma fraquesa (vai ver que nao e nada disso )

  10. Alejandro disse:

    A crítica do Renato não é ultrapassada… Claro que faz sentido e para todo o sempre fará, eu concordo que ela ficará por várias gerações, e irracionais são aqueles que acreditam que energia atômica é a menos nociva à humanidade. O Renato Russo é muito inteligente e as perguntas que ele deixa na música são bem profundas e impressionantes… Ele é enfático quando diz: “É uma dor que dói no peito!” E fala candidamente quando diz: “Vamos brincar perto da usina”. Angra dos Reis é simplesmente sensacional… Viva Renato Russo, Viva Legião Urbana forever s2

  11. Pablo Marques disse:

    Cara,lamento muito não ter sido adolescente na época da Legião Urbana, pois quando o Renato morreu, eu só tinha 5 anos!Mas, se já tivesse idade, certamente eu teria ido em todos os shows da Legião em minha cidade!Fico triste em ver o conteúdo que os jovens ouvem hoje quando comparo com o que éra ouvido antigamente! Façamos o seguinte:Vamos mandar esses lixos de hoje para o túmulo e pedir Renato Russo!! Legião forever!!!!!!

  12. Pessoal, me perdoem mas você estão viajando demais. A letra da musica tem carater totalmente de um relacionamento amoroso. Sou FÃ do Legião Urbana e acompanhei a carreira deles. Quando vcs forem interpretar uma musica feita por Renato Russo, entendam um pouco da vida dele. A maioria delas falam de conflitos do proprio Renato. Sua opção sexual, familia, amigos, a doença (AIDS), visão social, etc. Olha o que eu entendo dessa musica.

    RENATO RUSSO ERA MUITO INTELIGENTE E APROVEITOU O PANICO DO DESASTRE EM ANGRA DOS REIS E COMPAROU COM O MEDO E A ANGUSTIA DO FIM DE UM RELACIONAMENTO.

    Angra dos Reis

    Deixa, se fosse sempre assim
    quente, deita aqui perto de mim
    Tem dias, que tudo está em paz
    E agora os dias são iguais

    AQUI ELE FALA SOBRE A ROTINA DE UM CASAL. ANTES TUDO ESTAVA EM PAZ E AGORA É DIFERENTE. BRIGAS, BRIGAS…

    Se fosse só sentir saudade
    Mas tem sempre algo mais
    Seja como for
    É uma dor que dói no peito
    Pode rir agora que estou sozinho
    Mas não venha me roubar…

    ENTENDEMOS AI QUE O RELACIONAMENTO ACABOU, PORÉM AINDA HÁ A SAUDADE E O ALGO MAIS É AMOR, AFEIÇÃO. ELE SENTE MUITO A FALTA DA OUTRA PESSOA.

    Vamos brincar perto da usina
    Deixa pra lá, a angra é dos reis
    Por que se explicar se não existe perigo?

    AQUI ELE FALA DE SE ARRISCAR, DE JOGAR PARA CIMA TODA PREOCUPAÇÃO DE PERIGO. O QUE IMPORTA É ESTAR JUNTOS.

    Senti teu coração perfeito batendo à toa
    E isso dói

    A OUTRA PESSOA É VALORIZADA POR ELE, POREM ELA AMA ALGUEM QUENAO A MERECE. E ELE SENTE MUITA DOR POR ISSO.

    Seja como for
    É uma dor que dói no peito
    Pode rir agora que estou sozinho
    Mas não venha me roubar…

    QUALQUER QUE SEJA SUA INTERPRETAÇÃO ELE VÊ QUE A DOR CONTINUA. E ELE NÃO QUER QUE TIRE ISSO DELE.

    Vai ver que não é nada disso
    Vai ver que já não sei quem sou
    Vai ver que nunca fui o mesmo
    A culpa é toda sua e nunca foi

    APÓS O FINAL DESSE RELACIONAMENTO VEM O MOMENTO DE CONFUSÃO. QUEM É O CULPADO? QUEM REALMENTE SOU? EU FUI VERDADEIRO? DE QUEM É A CULPA?

    Mesmo se as estrelas começassem a cair
    A luz queimasse tudo ao redor
    E fosse o fim chegando cedo
    E você visse o nosso corpo em chamas
    Deixa,a angra dos reis

    AI ELE FAZ UMA ALUSÃO AO DESASTRE DE ANGRA DOS REIS COM O PERIGO QUE ELE DISSE “DEIXA PRA LÁ”. TIPO ASSIM: O QUE ANTES NAO DEVIAMOS NOS PREOCUPAR AGORA É TARDE, ESTÁ ACONTECENDO. O QUE TINHAMOS MEDO DE ACONTECER, ACONTECEU.

    quando as estrelas começarem a cair
    me diz, me diz pra onde é que a gente vai fugir?

    Quando as estrelas começarem a cair
    Me diz, me diz pra onde é que a gente vai fugir?

    E QUANDO ISSO ACONTECER PARA ONDE IREMOS?

    ACREDITO QUE ESSE MEDO DO RENATO ESTÁ RELACIONADO A DUAS COISAS:
    01 – O FIM DO RELACIONAMENTO COM ALGUEM QUE AMA;
    02 – A CONCRETIZAÇÃO DO PERIGO DE SE TER ARRISCADO POR “BRINCADO PERTO DA ANGRA DOS REIS;

    GRANDE ABRÇ A TODOS

  13. R disse:

    Fala de um casal e o pai deixou a criança a criança brincar perto da Usina com o desastre, com isso arrasa a relação e o casal. Alem disso ele sofre com a culpa(o algo mais) e quer que deixe ele assim, sofrendo:
    “Se fosse só sentir saudade
    Mas tem sempre algo mais
    Seja como for
    É uma dor que dói no peito
    Pode rir agora que estou sozinho
    Mas não venha me roubar…”

    E esse trecho remete a lembrança da criança morrendo

    Senti teu coração perfeito batendo à toa
    E isso dói
    Seja como for
    É uma dor que dói no peito
    Pode rir agora que estou sozinho
    Mas não venha me roubar…

  14. R disse:

    E esqueci de uma coisa, o ultimo trecho das estrelas é o medo do vazamento, que vai causar panico e aniquilar com todo mundo.

  15. Daniel disse:

    Música de fossa, level dez.

  16. Jean disse:

    Concordo com a ideia do @André Nogueira, acima. E uma coisa que me chama muita atenção é o título.

    “Angra dos Reis”

    Angra é fúria (e disso todo mundo [imagino eu] sabe.)
    Um Rei protege o reino, os príncipes, também.
    Essa música pode ter sido feita para falar sobre um relacionamento homossexual não aprovado pelo pai de um deles, provavelmente.

  17. e ele fala de um amor que se foi

  18. Maurício disse:

    Renato Russo perdeu um amor, ela (ou ele) mora em Angra. Ele tem saudades e sofre, por isso sugere que seu amor volte para ele. Em seu apelo amoroso ele lembra que a região é perigosa por causa das usinas nucleares. Seu apelo é que seu amor saia de Angra e volte para ele, antes de uma catástrofe “anunciada”.

  19. Haidée disse:

    a musica fala de um relacionamento acabado, quando diz ” agora todos os dias são iguais” remete a um relacionamento de conflito com alguns momentos bons, e não tendo mais a rotineira presença da pessoa amada ele sente falta. Na parte ” se fosse só sentir saudades, mas tem sempre algo mais” ele foi o culpado do fim, por isso ele amarga a dor dessa separação. ” sentir seu coração perfeito batendo a toa” a outra pessoa já arrumou um novo alguém. E no final, ele pensa em situação de perigo se a pessoa iria ficar com ele

  20. ariany disse:

    O SEU DANIEL VAI FALAR MAL DA MUSICA DO MICHEL TELO, GUSTAVVO LIMA ,LUAN SANTA DERTRE OUITRAS SE NAO GOSTO ENTAO NAO COMENTE

  21. Gilson Russo Pereira disse:

    “Senti teu coraçó perfeito batendo á tôa e isso dói.” Um tiro certo para quem perdeu a pessoa amada.Passei por isso.

  22. amaral milhomem disse:

    Brincar perto da usina é perigoso, afinal não somos reis e estamos desprotegidos, o fantasma da pessoa que a morte levou pode sorrir da sua solidão. Mas vai ver que não é nada disso, a realidade pode ser outra. Quero ver quando as estrelas caírem pra onde os reis vão correr pra se protegerem.

  23. Luis Fernando disse:

    O grande a amor da vida do Renato Russo não e uma pessoa, e sim Angra dos Reis e os seus moradores.Não só e as outras pessoas que estão ao seu alcance.Por isso que ele é considerado poeta.

  24. lis disse:

    é uma crítica à usina angra dos reis, ele diz que mata pessoas, q é perigoso, q pode expodir, ”e você visse o nosso corpo em chamas”, crianças n podem brincar direito na varanda, pois as maes devem ficar com medo e podem achar uma pedrinha bonita, mas q é letal

  25. Kleber disse:

    “Senti seu coração perfeito, batendo a toa, e isso
    Dói” – nesse trecho, pra mim o mais profundo e ambiguo, Renato fala de uma pessoa que desapaixonou dele, que perdeu o encanto típico de uma paixao. Ora,quem nao fica com o coracao acelerado quando esta perto de alguem que se deseja, principalmente no começo de uma relaçao? O fato do narrador sentir o coraçao perfeito mostra que a paixao foi embora, ou seja, o coracao do amante ja não bate mais disritmado

  26. Julio Ribeiro disse:

    Nos início a musica mostra um relacionamento carinhoso mas rotineiro. Quando fala sobre “brincar perto da usina” mostra um desejo de buscar emoções mais fortes mesmo que com grandes riscos(uma usina nuclear é sempre um sinônimo de grande perigo). “Senti teu coração perfeito…” mostra carinho pela pessoa outra pessoa da relação, que será abandonada, caso não concorde com os riscos.

  27. Lorenna disse:

    É muito louco ficar aqui 20 anos depois, tentando adivinhar o passava na cabeça de um louco. A música é linda, eu gosto de ouvir ela quando to angustiada, me consola saber que não sou a unica. Ela fala de estrelas caindo, como se fosse em cima dele. quando o normal é achar linda uma estrela cadente, e fazer um pedido. Ele quer é se esconder.

  28. mateus1 disse:

    Uma bela canção de Renato Russo que fala da saudade e da vontade de ficar perto de um casal:

    Deixa, se fosse sempre assim
    quente, deita aqui perto de mim
    Tem dias, que tudo está em paz
    E agora os dias são iguais

    Tudo no início é muito perfeito, mas com o passar dos dias a coisa esfria e vemos a realidade da covivencia com quem amamos. É basicamente isso que ele explica nessa parte.

    Se fosse só sentir saudade
    Mas tem sempre algo mais
    Seja como for
    É uma dor que dói no peito
    Pode rir agora que estou sozinho
    Mas não venha me roubar…

    Parece que o amor esfriou e esse casal optou pela separação e agora o que resta é a saudade e algo mais que podemos entender como desejo (sexo) mas o orgulho é ainda maior, mesmo estando sozinho ele não quer consolo e finge não querer a pessoa de volta.

    Vamos brincar perto da usina
    Deixa pra lá, a angra é dos reis
    Por que se explicar se não existe perigo?
    Senti teu coração perfeito batendo à toa
    E isso dói

    A usina de Angra dos Reis é um cenário de um reecontro desse casal, brincar perto da usina e ignorar o risco por se tratar de uma usina nuclear é uma prova de confiança que um oferece ao outro.Também é um modo de dizer para aproveitar o momento e não pensar nos perigos, uma forma de dizer ”viva intesamente”.
    mas ver o coração de sua amada perfeito doi, porque significa que essa pessoa não sentiu o mesmo, trata-se de um amor não correspondido correspondido.

    Vai ver que não é nada disso
    Vai ver que já não sei quem sou
    Vai ver que nunca fui o mesmo
    A culpa é toda sua e nunca foi
    Mesmo se as estrelas começassem a cair
    A luz queimasse tudo ao redor
    E fosse o fim chegando cedo
    E você visse o nosso corpo em chamas
    Deixa,a angra dos reis

    Apesar de tudo ele acha que não tem certeza sobre o que diz e a angustia o faz querer que o mundo acabe, aqui ele faz uma crítica as pessoas que não tem sentimento ou coração; que enganam os outros sem pensar ou prezar pelos sentimentos alheios.

    quando as estrelas começarem a cair
    me diz, me diz pra onde é que a gente vai fugir?

    Pra terminar essa frase que pode ser entendida simpesmente pelo fato de se um dia um precisar do outro e não poderem se encontar, pra onde vão fugir!

    Desculpe algum erro to meio sem cabeça hj mas essa simples analise já esclarece mta coisa. Acrescentem algo aí. vlw a atenção!

  29. Já viram a tradução dela pra inglês? Muitooo massa cara, eles mandam bem demais a conta!

  30. Juliano Lima disse:

    Me perco nessa letra ,sério! Quanta coisa verdadeira né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *