Uma Noite Não É Nada

1 comentários

Falcão

O orgulho é a pior coisa do mundo
Quando a pessoa já não tem nada pra dar
Pois o risco que corre o pau, corre o machado
Conforme dizia José Tatá

Ele, um dia, certa noite entrou num bar
Querendo ouvir uma música de carnaval
Mas o rapaz que tocava o órgão recusou-se
Dizendo: “Só quem pensa pode combater o mal”

Ei, psiu!
Venha cá, deixe de orgulho!
É por isso que você não tem nada!
Ei, psiu!…
Venha cá, deixe de orgulho!
É por isso que você vive lascada…
Cai, cai, cai, carai, cai, cai
sereno cai!
Cai, cai, cai, carai, cai, cai
Sereno cai!


One comment on “Uma Noite Não É Nada

  1. Rodrigo de Albuquerque disse:

    Essa música é uma crítica as pessoas que se mostram orgulhosas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *